31 março 2018

[Programação] Abril no CCBB

Durante o mês de abril, uma nova exposição entra em cartaz no CCBB Rio: FILE – A Arte Eletrônica na Época Disruptiva. No teatro, tem o início da temporada de três espetáculos: O Imortal, dos Irmãos Guimarães; Arandu – A Arte de Contar Histórias Não Para, de Adilson Dias; e Dostoiévski-Trip, de Cibele Forjaz. Acontece também a 6ª edição da Semana de Conscientização do Autismo, o Festival Admirável Música Nova e muito mais!

Exposição
FILE – A ARTE ELETRÔNICA NA ÉPOCA DISRUPTIVA
Térreo e 1º andar – 13/04 a 04/06
Quarta a segunda

As novas tecnologias marcam as atuais dinâmicas de comportamento: com a possibilidade de compartilhar impressões de forma veloz, e em rede, as ideias se propagam e rapidamente rompem com padrões instaurados. A disruptividade é a inovação que vem através da quebra de dispositivos obsoletos, é o novo que surge de maneira abrupta. Pensando neste contexto, O FILE traz a mostra DISRUPTIVA, onde artistas nacionais e internacionais se reúnem em criações que compartilham o digital e o tecnológico. Como ocorre a criação artística em uma época disruptiva? Como as obras se comunicam com a sociedade contemporânea? A exposição pretende alavancar essas questões e instigar o público diante destas novas formas de ver, pensar e interagir com a arte e as mídias tecnológicas. 
Curadoria: Paula Perissinotto e Ricardo Barreto

Classificação indicativa: livre

Conversa com os artistas Lawrence Mastaf e Ischa Tallieu

Auditório 4º andar 
13/04 – 18h


Exposição de Catálogos na Biblioteca
6º andar – até dezembro
Quarta a segunda
No espaço expositivo da Biblioteca, cerca de 40 catálogos de exposições que fizeram história no CCBB durante as últimas duas décadas, uma homenagem a importantes artistas e movimentos culturais que passaram pelo prédio, como Rembrandt, Aleijadinho, Anish Kapoor, Escher, Salvador Dalí, Picasso, Kandinsky, Mondrian, Warhol, Surrealismo, Impressionismo, entre outros.
Classificação indicativa: livre
Entrada Franca

Música
MÚSICA NO MUSEU 
Quartas-feiras – 12h30
O projeto tem por objetivo a formação de plateias e estimular a música de concerto, sendo realizado em diversos museus e centros culturais da cidade. Todas as quartas-feiras no CCBB. 
Curadoria: Sérgio da Costa e Silva

FESTIVAL ADMIRÁVEL MÚSICA NOVA
Área externa - 13 e 14/04 
Sexta e sábado - 22h
O evento propõe o encontro improvável de artistas expressivos e inovadores que transitam por estéticas diferentes e convergem para pontos comuns: vanguarda artística, novas experiências e contorno popular.
13/04 - PianOrquestra + Tulipa Ruiz e Camille Bertault + Ed Motta 
14/04 - Vítor Araújo + Wladimir Gasper e Craca + Dani Nega 
Curadoria: Claudio Dauelsberg

Classificação indicativa: 18 anos


Cinema
17ª MOSTRA DO FILME LIVRE
Cinema I – 21/03 a 15/04
Quarta a segunda
Nascida no CCBB Rio em 2002, a Mostra se tornou referência em festivais do gênero no Brasil, exibindo filmes com os mais variados temas, formatos e durações. Focada na produção independente, alternativa, autoral e inventiva, a maioria dos filmes é feita por conta própria, sem patrocínio ou uso de verbas públicas. Além dos filmes, a programação conta com a realização de debates e também do curso Cinema e Memória, com Hernani Heffner.

Curadoria: Gabriel Sanna, Diego Franco, Scheilla Franca, Christian Caselli, Guilherme Whitaker e Diego Franco.

CIDADE EM CHAMAS – O CINEMA DE HONG KONG
Cinema I – 25/04 a 21/05
Quarta a segunda 
A mostra traça um panorama da cinematografia produzida na ex-colônia britânica de Hong Kong. Com duração de quatro semanas, o projeto prevê a exibição de longas com recorte que cobre um período que vai da década de 1960 até 1997, ano em que a ilha foi devolvida à China. Além da filmografia de grande interesse cultural e artístico, haverá também a realização de debates e um curso intensivo. 
Curadoria: Filipe Furtado
Confira a programação no fôlder da mostra e no site do CCBB.
Classificação indicativa de acordo com o filme

17ª MOSTRA DO FILME LIVRE
Quarta a segunda
Cinema I – até 15/04
Nascida no CCBB Rio em 2002, a Mostra se tornou referência em festivais do gênero no Brasil, exibindo filmes com os mais variados temas, formatos e durações. Focada na produção independente, alternativa, autoral e inventiva, a maioria dos filmes é feita por conta própria, sem patrocínio ou uso de verbas públicas. Além dos filmes, a programação conta com a realização de debates e também do curso Cinema e Memória, com Hernani Heffner.

Curadoria: Gabriel Sanna, Diego Franco, Scheilla Franca, Christian Caselli, Guilherme Whitaker e Diego Franco.

Teatro

CONTOS PARTIDOS DE AMOR

Teatro III – 17/03 a 01/04
Sábado e domingo: 16h e 19h
Quatro pessoas amorosas e ciumentas revelam ao público suas verdades sobre as relações humanas. Por meio de diálogos bem-humorados, dança e música, a peça apresenta canções e contos originais livremente inspirados na obra de Machado de Assis.

Direção: Duda Maia. Dramaturgia: Eduardo Rios. Direção musical: Ricco Viana. 

Elenco: Diego de Abreu, Isadora Medella, Luciana Balby e Tiago Herz.

INSETOS 
Salas C/D – 22/03 a 06/05
Quarta, quinta, sexta e domingo - 19h
Sábado - 17h e 19h
Uma nuvem de insetos cruza o céu rumo ao desconhecido. O ser humano, vítima e algoz de seu próprio habitat natural, não é mais capaz de ouvir o eco planetário que anuncia o cataclismo eminente... A peça comemora 30 anos de trajetória da Cia. dos Atores, com texto inédito e presença dos fundadores da companhia no elenco.

Direção: Rodrigo Portela. Texto: Jô Bilac. 

Elenco: Cesar Augusto, Marcelo Olinto, Marcelo Valle e Susana Ribeiro.


O IMORTAL
Teatro III – 04/04 a 03/06 
Quarta a domingo – 19h30
Uma mulher recebe de um antiquário os seis volumes da tradução inglesa da Ilíada, de Homero. Dentro do sexto volume, descobre um manuscrito escondido. É o relato autobiográfico de um soldado do Império Romano que partiu em busca da imortalidade. Baseado no conto homônimo de Jorge Luis Borges.
Direção: Irmãos Guimarães. Elenco: Gisele Fróes
Duração: 65 minutos
Classificação: 14 anos

ARANDU – A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS NÃO PARA
Sala 26 - 07 a 29/04 
Sábados e domingos – 16h
Espetáculo teatral de contação de histórias. Vindo do dialeto tupi-guaraniArandu significa sabedoria milenar. O espetáculo é um passeio poético entre as lendas amazônicas e traz à cena uma índia que conta histórias para sua tribo.
Direção: Adilson Dias. Elenco: Lucia Morais
Duração: 50 minutos
Classificação: 10 anos

DOSTOIÉVSKI-TRIP
Teatro I – 19/04 a 25/05
Quinta a domingo – 19h
Um grupo de viciados em literatura aguarda a chegada de um comerciante que fornece mercadorias que provocam alucinações associadas a grandes autores da literatura mundial. Com autoria de Vladímir Sorókin, um dos nomes mais radicais da literatura russa atual, a peça lança personagens e espectadores numa viagem tensa e intensa pelo universo de Dostoiévski, transcendido para as formas do mundo contemporâneo. 
Direção: Cibele Forjaz
Elenco: Aury Porto, Edgar Castro, Guilherme CalzavaraLuah Guimarãez, Lúcia Romano, Marcos DamigoSergio Siviero e VanderleiBernardino. 
Duração: 110 min
Classificação: 16 anos


Programa Educativo
 andar 
Quarta a segunda - 9h às 20h
O atendimento do Programa Educativo oferece visitas mediadas e muitas outras atividades para o público do CCBB em diversos horários e dias da semana. Agendamentos para grupos, escolas, instituições e pessoas com deficiência podem ser realizados pelos telefones 21 3808.2070/2254. Acompanhe a programação no site bb.com.br/cultura.   
Destaque: Semana de Conscientização do Autismo –  edição
02 a 06/04
O Programa Educativo do CCBB oferece atividades pensadas e preparadas especialmente para o público autista. A partir de visitas mediadas para público espontâneo e grupos agendados, contação de histórias, debates e intervenções que tratam do assunto, convidamos todos vocês para esse grande evento.

Biblioteca
Quarta a segunda - 09h às 21h 
Considerado um dos mais importantes acervos disponíveis em Artes, Literatura, Ciências Humanas e Sociais no Brasil, a Biblioteca conta com cerca de 160 mil volumes. Sala de leitura e espaço para literatura infantil estão disponíveis para o público que interessado em consultar o acervo no local. Empréstimos podem ser feitos mediante intercâmbio entre bibliotecas e convênios. 
Entrada franca

Exposições Permanentes
Galeria de Valores
Quarta a segunda - 09h às 21h 
Cerca de 2.000 peças do acervo numismático do Banco do Brasil estão presentes em um espaço interativo que conta a história da moeda no Brasil e no mundo. Na sequência expositiva é possível ver raridades, curiosidades, o ciclo do ouro, segredos das notas, além da linha do tempo que vai da moeda ao cartão de crédito.
Entrada franca

O Banco do Brasil e Sua História
Quarta a segunda - 09h às 21h 
Composta por peças do acervo do Museu e do Arquivo Histórico, a mostra apresenta a História do Banco do Brasil de forma cronológica, num paralelo com a história financeira e econômica do País. Os quatro últimos módulos recriam, com mobiliário de época, o ambiente que abrigou a Presidência do Banco do Brasil no período de 1937 a 1960.
Entrada franca

Serviços

Confeitaria Colombo - Casa de chá 

2° andar 
Quarta a segunda 
Novo espaço da Colombo, que traz em seu cardápio, os produtos que fazem parte da história da confeitaria, e um tradicional Chá da tarde que recebeu o nome do Centro Cultural. O chá CCBB é acompanhado de torrada Petrópolis, mel, geleia, bolo, doce, suco, pães e biscoitos leque, todos os produtos feitos na sede da casa centenária.  

Restaurante e Cafeteria Verso
Térreo
Quarta a segunda 
cafeteria oferece opções de lanches doces e salgados para os visitantes durante todo o funcionamento do CCBB e a partir do meio dia, o restaurante traz opções de almoço, chá da tarde e jantar.

Livraria da Travessa
Térreo
Quarta a segunda 
É possível encontrar catálogos de mostras atuais e anteriores, além de centenas de títulos em livros nacionais, livros importados, eBooksAudioBooksDVDs e Blu-Rays

Mais Informações
Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Primeiro de Março, 66, Centro – Rio de Janeiro – RJ
Quarta a segunda, das 9h às 21h.
Bilheteria: Quarta a segunda, das 9h às 21h




Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário