Novidades

[News]Rio Choro mostra competitiva virtual

Choro em números e detalhes



 

 

A mostra competitiva Rio Choro 2021 recebeu inscrições de 273 obras de compositores o Estado do Rio de Janeiro. Sendo que 214 são de autores da Cidade Maravilhosa, 21 de Niterói e o resto distribuído por vários municípios fluminenses. Já entre os 182 compositores inscritos, apenas 26 são mulheres. Mas tem muitas outras curiosidades sobre a primeira fase do concurso. E elas vão ser reveladas na live com os diretores da mostra – o compositor e músico Mário Séve e o diretor de TV e produtor José Schiller –, com mediação da jornalista Carla Paes Leme. Eles vão falar também sobre as próximas etapas e a votação popular. Será na próxima quinta-feira, dia 4, às 16h, no Instagram @riochorooficial.

 

GOVERNO FEDERAL, GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA DO RIO DE JANEIRO, ATRAVÉS DA LEI ALDIR BLANC, E BEM-TE-VI PRODUÇÕES APRESENTAM A SEXTA EDIÇÃO DO FESTIVAL RIO CHORO

A edição deste ano será uma mostra virtual competitiva voltada para compositores de choro, com prêmios de até R$ 12 mil

O “6º RIO CHORO 2021 — Mostra Virtual Competitiva”, renova seu compromisso em divulgar o choro e seus músicos, premiando novas músicas, instrumentais ou canções, do estilo. Criado em 2000 pelo compositor, instrumentista e pesquisador Mário Sève, o Rio Choro teve cinco edições consecutivas, de 2000 a 2004, e agora, depois de 17 anos está de volta, com os prêmios Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo e Aldir Blanc.

SOBRE OS REALIZADORES

Mário Sève – curador e diretor do Rio Choro

Saxofonista, flautista e compositor, Mário Sève é fundador dos quintetos Nó em Pingo D'Água e Aquarela Carioca. Integra o grupo de Paulinho da Viola. Foi diretor do Centro de Referência da Música Carioca. É mestre e doutor em música. Ministrou oficinas de música no Brasil e no exterior. Escreveu os livros “Vocabulário do Choro”, “Songbook Choro” e “Choro Duetos”. Gravou os CDs “Bach & Pixinguinha”, “Choros, por que sax?”, “Pixinguinha + Benedito” e “Casa de Todo Mundo”. Junto a Cecilia Stanzione, lançou o DVD “Samba errante” e o CD “Canción necesaria”. Produziu o CD “A paixão segundo Catulo”. Mário Sève dirigiu: Festival Rio Choro 2000 – “Novos compositores”; Rio Choro 2001 – “Nova Discografia”; Rio Choro 2002 – “Grupos”; Rio Choro 2003 – “Instrumentos”; Rio Choro 2004 – “Maratona do Choro”, para a SMC-RJ; Série MP, A e B — Argentina e Brasil (2011), para o CCBB; “Encontros virtuais” (2015); e “A paixão segundo Catulo” (2016), para o CCBB.

José Schiller – diretor geral

Músico, produtor e diretor de programas para a TV Educativa e TV Brasil de 1980 a 2015. Produtor das séries “Concerto das Américas”, “Américas em Concerto” e “Música nas Américas”. Produziu apresentações musicais em estúdio e em teatros. Coordenador do Núcleo de Imagem e Som da UNIRIO, responsável pelos programas para o Canal Universitário da NET-Rio, de 1999 a 2013. Diretor das gravações e editor dos DVDs “Quadros de uma alma brasileira”, “Motetos de Bach” e “Ofício 1816 & Missa Pastoril” com a Cia. Bachiana Brasileira; e “Noel Rosa 100 anos”, com Gilson Peranzzetta, Mauro Senise e Quarteto Bessler. Diretor da gravação das XX e XXI Bienais de Música Brasileira Contemporânea para o Instituto Nacional de Música, Funarte. Produtor executivo do “ABSTRAI ensemble” desde 2016. Coordenador de Música de Concerto da Funarte de 2017 a 2019, responsável pelas XXII e XXIII Bienais de Música Brasileira Contemporânea e pela 1ª Bienal de Música e Cidadania, entre outras políticas públicas para a música.

 

FICHA TÉCNICA

6º Rio Choro 2021 - Mostra Virtual Competitiva

- Direção do festival: Mário Sève

- Direção geral: José Schiller

- Produção executiva: Antonio Cerdeira | Cultura & ARTE

- Coordenação administrativa: Anacris Monteiro | Ouro Verde Produções

- Comunicação integrada: Sheila Gomes e Carla Paes Leme

- Produção: Bem-Te-Vi Produções

- Apoio: Cultura & ARTE Projetos e Ação Cultural, Ouro Verde Produções

- Patrocínio: Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, por meio da Lei Aldir Blanc.

  

Acompanhe 6º RIO CHORO 2021 – Mostra Virtual Competitiva nas redes sociais

facebook.com/riochorooficial   instagram.com/riochorooficial

PR/Sheila

Nenhum comentário