18 julho 2018

[News] Para todas as idades: cardápio de estreias da semana no streaming vai do drama à animação


Em “O DOUTOR DA FELICIDADE”, de Lorraine Lévy, Omar Sy é Knock, um médico que vê num vilarejo dos Alpes franceses uma oportunidade única de se dar bem. Com estreia no Brasil direto no streaming no dia 18 de julho, o longa conta a história do jovem que começa a diagnosticar cada paciente com uma doença, real ou imaginária. Assim, torna-se mestre das artes da sedução e manipulação, virando um sucesso.
O filme é uma adaptação de uma peça escrita por Jules Romains em 1923. Para a diretora, a importância de torná-la em um filme é trazer de volta o assunto aos dias atuais. Segundo Levy, nos dois projetos não é só o riso que importa, mas a criação de uma consciência sobre a ameaça da supremacia branca, imposta pelos nazistas.
“Para impor ao mundo essas teorias abjetas, os nazistas fizeram a ciência dizer coisas que ela nunca havia dito nem mesmo pensado e jogavam com a crença das pessoas e com a fascinação exercida por um tirano megalomaníaco. Knock usa as mesmas estratégias, contornando a ciência e a medicina para impor sua visão sobre a população submissa de Saint-Maurice”, diz Lévy.
Omar Sy, conhecido por suas participações nos filmes “Intocáveis”, “Samba” e “Jurassic World” (2015) também teve papel importante na criação de seu protagonista. “Na versão de Lorraine, é muito importante que Knock chegue de algum lugar. Nós sabemos de onde ele vem, compreendemos suas aspirações em  ter um lugar ao sol e o trabalho que ele teve para conseguir”, revela  o ator.

Sinopse:
Knock é um ex-criminoso que se tornou médico. Ele chega à pequena cidade de Saint-Maurice para fazer fortuna por meio de um método particular: convencer a população de que eles não são tão saudáveis quanto pensam. E assim ele encontrará em todos um sintoma imaginário ou real para exercer sua profissão lucrativamente. Sob sua aparência sedutora e depois de ganhar a confiança dos moradores, Knock está a um passo de alcançar seus objetivos. Porém, seus planos são incomodados por dois imprevistos: os sentimentos do coração e seu passado.

Serviço
Classificação 10 ANOS
iTunes: R$ 14,90 (Venda) R$ 7,90 (aluguel)
Now: R$ 14,90 (aluguel)
Google Play / Youtube: R$ 29,90 (Venda) e R$ 9,90 (Aluguel)
Vivo Play: R$ 11,90 (aluguel)

No dia 19 de julho, filmes de diferentes gêneros e para para qualquer faixa etária chegam no streaming. O ganhador da quinzena dos realizadores de Cannes em 2017 também está na lista. Em “CIGANOS DA CIAMBRA”, de Jonas Carpignano com produção da brasileira RT Features, Pio (Pio Amato) vive em uma pequena comunidade de ciganos na Calábria e, aos quatorze anos, deseja ser como seu irmão mais velho. Quando este desaparece, e as coisas começam a dar errado, Pio verá que tudo chega ao seu tempo.
Em “PAULISTAS”, de Daniel Nolasco, o longa brasileiro acompanha a contradição entre a tradição e modernidade no sul de Goiás por meio dos três personagens. Desde 2014, não existem mais jovens morando na região, nos paulistas hoje, a pessoa mais jovem tem 45 anos. Assim, as férias de julho são o momento em que futuro e passado se encontram.
Já “DEU A LOUCA NO ALADDIN”, de Arthur Benzaquen, o espectador embarca no tapete mágico e aproveita os encantos das mil e uma noites nesta versão moderna do clássico infantil! É véspera de Natal, Sam (Kev Adams) e Khalid (William Lebghil) planejam roubar uma loja vestidos de Papai Noel, mas seus planos sofrem um pequeno contratempo.
Serviço
CIGANOS DA CIAMBRA
Classificação Indicativa: 14 ANOS

Itunes: R$ 19,90 (Venda) R$ 11,90 (aluguel)
Now: R$ 14,90 (aluguel)
Google: R$ 29,90 (Venda) e R$ 9,90 (Aluguel)
VivoPlay: R$ 11,90 (aluguel)

PAULISTAS
Classificação Indicativa: 12 ANOS
Itunes: R$ 19,90 (Venda) R$ 11,90 (aluguel)
Now: R$ 14,90 (aluguel)
Google: R$ 29,90 (Venda) e R$ 9,90 (Aluguel)
VivoPlay: R$ 11,90 (aluguel)

DEU A LOUCA NO ALADDIN
Classificação Indicativa: LIVRE
iTunes: R$ 14,90 (Venda) R$ 7,90 (aluguel)
Now: R$ 14,90 (aluguel)
Google Play / Youtube: R$ 29,90 (Venda) e R$ 9,90 (Aluguel)
Vivo Play: R$ 11,90 (aluguel)


Nenhum comentário

Postar um comentário