22 maio 2018

[Resenha] Batman-Criaturas da Noite

Sinopse: As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo.
Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.
Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.
Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.

O que eu achei ?
Sempre fui fã do Cruzada Mascarado, inclusive, faço cosplay da Batgirl versão do seriado dos anos 60. Quando soube que a DC lançaria uma coleção de livros com quatro de seus personagens mais icônicos (Mulher-Maravilha, Batman, Mulher-Gato e Super-Homem) escritos por nomes da literatura Young Adult, Leigh Bardugo, Marie Lu,Sarah J. Maas e Matt de la Peña, eu sabia que não poderia deixar de conferir! 

Ainda não tive tempo de ler o primeiro volume da série, o da amazona guerreira escrita pela Leigh Bardugo mas algumas pessoas que conheço leram e gostaram, até mesmo disseram que a história é melhor que a do filme com a Gal Gadot. Então, só para deixar claro,  não tenho como comparar e dizer que é tão bom, melhor ou pior. Mas é importante ressaltar que são histórias isoladas, não tem relação uma com a outra, portanto não precisam ser lidas em ordem. 

Bruce Wayne é um jovem de 18 anos, órfão desde os oito anos de idade, desde que seus pais foram assassinados naquela fatídica noite. Criado por seu mordomo Alfred e herdeiro das Indústrias Wayne e da fortuna da família, ele se torna alvo de pessoas interesseiras, querendo se aproximar com interesses escusos ou apenas para manterem uma imagem de alta sociedade. Os únicos amigos de verdade que Bruce tem (além de seu fiel mordomo, lógico) são Harvey Dent e Dianne. Para aqueles já familiarizados com as histórias do Homem-Morcego, o primeiro nome faz uma campainha tocar:o futuro Duas-Caras, um dos mais famosos vilões, interpretado por Aaron Eckhart na trilogia de Christopher Nolan. Dianne não faz parte do cãnone clássico mas é uma adição interessante à esse universo.

Uma ameaça terrível espreita sobre Gotham: as Criaturas da Noite estão aterrorizando os membros da elite da cidade, fazendo com que os sistemas de segurança de suas casas se virem contra eles e os tranquem em suas próprias residências. Após um confronto com a polícia e uma atitude irresponsável que poderia ter custado a vida de inocentes, Bruce é sentenciado a prestar serviço voluntário no Asilo Arkham, reduto dos piores e mais perigosos criminosos.

 Sob a supervisão da detetive Draccon (detalhe: a detetive foi batizada em homenagem ao escritor brasileiro Raphael Dracoon, que é amigo da autora Marie Lu) ele passa a auxiliar na prisão, limpando o chão, etc. Lá ele conhece Madeleine, uma jovem misteriosa que aparenta ter mais ou menos sua própria idade, presa no andar inferior, destinado aqueles que cometeram os crimes mais graves. Durante meses, a garota não falara uma palavra mas ela se abre e eles começam a conversar. A questão é: estaria Madeleine, uma membro das Criaturas da Noite o ajudando de alguma forma ou apenas o enrolando para mais um de seus esquemas ?

Um jogo de gato-e-rato se desenrola entre eles e as consequências poderão ser piores do que Bruce jamais poderia ter imaginado... Marie Lu acertou em cheio ao mostrar um Bruce imaturo, confrontado com dúvidas em relação á sua identidade, enfrentando os perigos que o fazem crescer como defensor de Gotham. Leitura obrigatória para qualquer fã de Batman!  

Nenhum comentário

Postar um comentário