04 fevereiro 2019

[News] "Querência", de Helvécio Marins Jr., divulga cartaz oficial


“Querência”, de Helvécio Marins Jr. (“Girimunho”), acaba de divulgar cartaz oficial. O filme fará sua première internacional na Mostra Fórum do Festival Internacional de Cinema de Berlim. O longa foi rodado em Unaí, Minas Gerais.

O longa conta a história de Marcelo um vaqueiro que tem sua vida transformada após ser vitima de um grande assalto na fazenda em que trabalha onde levaram um grande número de cabeças de gado. Com o a ajuda de seus amigos se reconstrói para realizar seu maior sonho: o desafio de se tornar um grande narrador de rodeios.

A produção é da Muiraquitã Filmes, Canabrava Filmes, em coprodução com VideoFilmes e Autentika Films. No Brasil o filme vai ser distribuído pela Vitrine Filmes.

SINOPSE
Marcelo vive no sertão de Minas Gerais. Ama a vida no campo e trabalha como vaqueiro, mas quer se tornar narrador profissional de rodeios. Um dia a fazenda em que vive sofre um grave assalto. O incidente o impacta profundamente. Com a ajuda de seus melhores amigos, encara o desafio de se reerguer para realizar seu maior sonho: o desafio de se tornar um grande narrador de rodeios.

ELENCO
Marcelo di Souza
Kaic Lima
Carlos Dalmir
Marcia Rosa

FICHA TÉCNICA
Dirigido e Escrito por: Helvécio Marins Jr.
Produção: Muiraquitã Filmes e Canabrava Filmes
Coprodução: Videofilmes e Autentika Films
Produzido por: Eliane Ferreira e Pablo Iraola
Coproduzido por: Walter Salles, Paulo de Carvalho e Gudula Meinzolt
Direção de Fotografia: Arauco Hernandez Holz
Montagem: Telmo Churro
Música, desenho de som e mixagem: O Grivo
Som Direto: Gustavo Fioravante
Produção executivaEliane Ferreira
Direção de Arte e Figurino: Denise Sales Vieira
Direção de Produção: Mariana Andrade
Assistente de Direção: Paula Santos

SOBRE O DIRETOR – HELVÉCIO MARINS JR.
Helvécio Marins Jr. é pós graduado em cinema pela PUC-MG (Pontifícia Universidade Católica – Minas Gerais). Seus filmes receberam mais de 60 prêmios nos mais importantes festivais internacionais e brasileiros, como Veneza, Havana, Nantes, Barcelona, Mar del Plata e Brasília.
Suas obras foram também selecionadas e exibidas nos principais eventos de cinema do mundo, como Toronto, Veneza, Berlim, Locarno, San Sebastian, Roterdã, IDFA, Melbourne, Centre Georges Pompidou e MoMA NY. Além disso, foram comercializadas para TVs de diversos países. Em 2012, a Lume lançou nacionalmente a sua coletânea de curtas em DVD.

Girimunho, seu primeiro longa-metragem, fez sua estreia mundial no 68º Festival de Veneza, onde recebeu o prêmio “Interfilm”. Foi distribuído comercialmente na França, Alemanha e Espanha, além de outros cinco países, recebendo excelentes resenhas nos mais prestigiosos veículos da crítica internacional, como Le Monde, Sight and Sound, El País, NY Times, Tagesspiegel, entre outros.

Em julho de 2012, o Festival Internacional de Vila do Conde exibiu uma retrospectiva de sua obra. Em setembro de 2014, a Cinemateca Alemã também realizou a mesma retrospectiva. Atualmente, o cineasta trabalha no desenvolvimento de seu terceiro longa como diretor: Cuba em Portugal, seu primeiro longa-metragem a ser rodado em Portugal, com produção de Luís Urbano, à frente da produtora O Som e a Fúria.

Querência, seu segundo longa, faz sua estreia mundial no Festival de Berlim (Berlinale). Rodado no segundo semestre de 2016, em uma fazenda no noroeste de Minas Gerais, o filme é uma coprodução entre as produtoras brasileiras Muiraquitã Filmes, Canabrava filmes e VideoFilmes, de Walter Salles; e possui coprodução com a alemã Autentika Films. Querência foi premiado com importantes fundos internacionais: o fundo alemão, ligado à Berlinale, World Cinema Fund e o fundo suíçoVisions Sud Est. Em 2014, em Berlim, Helvécio foi premiado pelo governo alemão e pela DAAD pela relevância de sua obra.

SOBRE A PRODUTORA – ELIANE FERREIRA
Eliane Ferreira é fundadora da empresa produtora Muiraquitã Filmes.  Como produtora, seu principal foco são histórias originais e comoventes que aliem entretenimento, pensamento crítico e representatividade. Sua linha de trabalho engloba projetos de ficção e documental, tanto longas quanto seriados, para diversas plataformas, sempre em colaboração com diretores talentosos de perspectiva autêntica e inovadora.

No momento se dedica ao lançamento do longa de ficção “Querência” de Helvécio Marins Jr., que fará sua estreia mundial na seção Forum do Festival de Berlim (Berlinale). No ano passado o documentário que produziu, "Cine Morrocos" de Ricardo Calil, teve sua estreia mundial no Festival Internacional Dok Leipizig 2018, e foi o vencedor do Golden Dove da Next MastersCompetition.

Foi coprodutora dos filmes “Sonhos de Peixe”, do diretor russo Kirill Mikhanovskyprix jeune no Festival de Cannes 2006, “Órfãos do Eldorado” de Guilherme Coelho – filmado na região amazônica. Recentemente, produziu a animação em 3D estereoscópico “Lino” e a série de animação “Buzzu na Escola Intergaláctica”, ambos dirigidos por Rafael Ribas e produzidos pela Start Anima com a Fox Films e NBC Universal, respectivamente.

Como produtora executiva, colaborou em filmes como: “Abismo Prateado”, de Karim Aïnouz, selecionado para o Quinzaine desréalisateurs em Cannes 2011; “Heleno”, de José Henrique Fonseca e “Trinta” de Paulo Machline, entre outros.

Com sua produtora, Muiraquitã Filmes, produziu ainda os longas “Fabricando Tom Zé” de Décio Matos Jr., vencedor de melhor documentário no Festival Internacional do Rio e na Mostra Internacional de São Paulo em 2006; “Vermelho Russo” de CharlyBraun – filmado inteiramente na Rússia; e “A Luta do Século” de Sérgio Machado, também vencedor de melhor documentário no Festival do Rio em 2016.

Dos projetos previstos para produção a partir de 2019/2020 podemos destacar o longa ficção “Aurora” de Karim Aïnouz; a série documental “Pierre Fatumbi Verger” sobre o fotógrafo e antropólogo francês, dirigido por Sérgio Machado e a série de ficção infantil “Alguém viu meu pai?”, dirigida por Fernando Gomes, entre outros.

SOBRE O COPRODUTOR – WALTER SALLES
Walter Salles é diretor e produtor.  Em 1986, junto com seu irmão João Moreira Salles, fundou a produtora independenteVideoFilmes. Desde então, produziu os filmes de jovens cineastas como Karim Ainouz (“Madame Satã” e “O Céu de Suely”), Sérgio Machado (“Cidade Baixa” e “Quincas Berro d’Água”), Eryk Rocha (“Transeunte”), e Pablo Trapero (“Leonera”). Recentemente, Walter foi produtor associado de “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho e coproduziu “Paulina” de Santiago Mitre.  Em 2018, produziu o filme de Flavia Castro “Deslembro”(Unremember) e coproduziu  “Querência de  Helvécio Marins Jr.

SOBRE A PRODUTORA – MUIRAQUITÃ FILMES
A Muiraquitã Filmes foi fundada pela produtora Eliane Ferreira e em 2015, Pablo Iraola - coprodutor de filmes como “Theman who killed Don Quixote / O Homem que Matou Dom Quixote” de Terry Gilliam, tornou-se sócio da Muiraquitã Filmes, trazendo sua experiência internacional para a produtora.

A mais recente produção da Muiraquitã Filmes é o longa ficcional “Querência” de Helvécio Marins Jr., que fará sua estreia mundial na seção Forum do Festival de Berlim (Berlinale). No ano passado o documentário "Cine Morrocos" de Ricardo Calil, estreou mundialmente no Festival Internacional Dok Leipizig 2018, e foi o vencedor do Golden Dove na Competição Next Masters.

Os últimos longas lançados nos cinemas foram: “Vermelho Russo”, de Charly Braun, e “A Luta do Século”, de Sérgio Machado, que estrearam no Festival do Rio, conquistando prêmios de melhor roteiro e melhor documentário, respectivamente.

Atualmente possui quatro longas em pós-produção: o triller “Bala Sem Nome” de Felipe Cagno e coproduzido pela Fox Films do Brasil; “Mar de dentro”, de Dainara Toffoli; os documentários “Os Arrependidos”, de Ricardo Calil e “Fico te devendo uma carta sobre o Brasil”, de Carol Benjamin.

Os próximos projetos a serem produzidos a partir 2019/2020 são os longas “Aurora”, de Karim Aïnouz, “Sol”, de Lô Politi, “Full Night”, de Ricardo Elias, “Game Over”, de Snir Wein, “Água Salgada”, de Dainara Toffoli, a série infantil “Alguém viu meu pai?”, de Fernando Gomes e criada por Enéas Carlos, e as séries documentais “Pierre Fatumbi Verger”, de Sérgio Machado, e “Falando com os mortos”, de Ricardo Calil.

SOBRE A PRODUTORA – CANABRAVA FILMES
Canabrava Filmes é uma produtora de cinema empenhada em trazer às telas histórias autênticas e honestas que são rotineiramente esquecidas a partir de uma visão prioritariamente artística.

Fundada em 2010 por Helvécio Marins Jr. seguindo anos de experiência como diretor e produtor, que traz todo sua currículo e realizações à produtora. Seus filmes foram exibidos e premiados nos mais importantes festivais de cinema no Brasil e no exterior.

O primeiro lançamento foi “O Céu Sobre os Ombros” de Sérgio Borges, que estreou no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, sendo premiado com 5 troféus candangos, incluindo melhor filme pelo júri oficial e, posteriormente, selecionado para a mostra competitiva do Festival de Roterdã 2011.

Em 2012, em parceria com a Dezenove Sons e Imagens e a Teia, lançou “Girimunho”, dirigido por Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina, com estreia mundial no Festival de Veneza recebendo o prêmio Intefilm. “Girimunho” participou de diversos festivais como Toronto, San Sebastian, Roterdã, Havana e teve lançamento comercial em diversos países.
Seu lançamento mais recente é “Querência” dirigido por Helvécio Marins Jr. que terá sua estreia mundial na seção Forum do Festival de Berlim 2019.

SOBRE A COPRODUTORA - VIDEOFILMES
Criada pelos irmãos Walter e João Moreira Salles em 1986, a VideoFilmes é uma produtora independente com 30 anos de trajetória no mercado audiovisual, considerada referência pelo valor artístico de seus trabalhos. A produtora já realizou mais de 100 projetos de filmes de ficção, documentários, séries, programas para Tv, coproduções nacionais e internacionais. Dentre suas produções estão os filmes de ficção: Central do Brasil e Linha de Passe, de Walter Salles; Santiago e No Intenso Agora de João Moreira Salles; filmes de renomados diretores como Karim Ainouz, Sérgio Machado e Eryk Rocha, além dos documentários do grande mestre Eduardo Coutinho como Edifício Master e Jogo de Cena, entre outros. Suas produções são distribuídas em diversos países. A trajetória da VideoFilmes é marcada pela conquista de mais de 400 prêmios nacionais e internacionais, entre eles o Globo de Ouro, BAFTA, Urso de Ouro e Urso de Prata no Festival de Berlim e Palma de Ouro em Cannes, e conta ainda com 8 indicações ao Oscar® por suas produções e coproduções.

SOBRE A COPRODUTORA - AUTENTIKA FILMS
Autentika Films é uma produtora sediada em Berlim, Alemanha. Foi fundada em 2007 por Gudula Meinzolt e Paulo de Carvalho como uma plataforma para suas atividades em comum. Gudula e Paulo compartilham mais de 25 anos de experiência na indústria do cinema ibero-americano como profissionais em setores como promoção, festivais, exposições, produção e coprodução, vendas internacionais e distribuição.

Em colaboração com produtores internacionais, a Autentika Films realizou diversos projetos de ficção e documental do quais podemos destacar: O Processo de Maria Ramos (Brasil/Alemanha/Holanda, 2018), com estreia mundial no Visions du Réel; Girimunho de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina (Brasil/Espanha/Alemanha, 2011), estreia mundial na seleção official do Orizzonti do Festival de Veneza; Post Morten de Pablo Larraín (Chile/Alemanha, 2010) estreia mundial na competição internacional do Festival de Veneza;  Paraíso de Héctor Gálvez (Chile/Alemanha, 2010) estreia mundial na seleção official do Orizzonti do Festival de Veneza; e Ato dos Homens de Kiko Goifman (Brasil/Alemanha, 2006), estreia mundial no Festival de Berlim.

SOBRE A DISTRIBUIDORA - VITRINE FILMES
Em nove anos, a Vitrine Filmes distribuiu mais de 130 filmes. Entre seus maiores sucessos estão "Aquarius" e "O Som ao Redor", de Kleber Mendonça Filho, "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", de Daniel Ribeiro e o americano "Frances Ha", dirigido por Noah Baumbach, indicado ao Globo de Ouro.
Mais recentemente a distribuidora lançou "O Filme da Minha Vida", terceiro longa como diretor de Selton Mello, e "Divinas Divas", dirigido por Leandra Leal, o documentário mais visto no ano.

No ano passado, alguns dos mais importantes lançamentos da Vitrine foram "O Processo", de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional, "Benzinho", dirigido por Gustavo Pizzi e protagonizado por Karine Teles, exibido no Festival de Sundance e “Uma Noite de 12 Anos”, exibido no Festival de Veneza.

Em 2019 a Vitrine Filmes fará sessões especiais em cinemas brasileiros de "Roma", dirigido por Alfonso Cuarón e vencedor de dois Globos de Ouro. Entre os lançamentos do ano estão “Divino Amor”, dirigido por Gabriel Mascaro e com Dira Paes no elenco, “Bacurau”, novo filme do diretor Kleber Mendonça Filho, com Sonia Braga, Karine Teles, Udo Kier e Silvero Pereira e "Pedro" novo longa da diretora Laís Bodanzky, produzido e protagonizado por Cauã Reymond.

Além disso a Vitrine Filmes segue pelo terceiro ano consecutivo com o projeto de distribuição coletiva de filmes Sessão Vitrine Petrobras, que durante o ano todo irá lançar 10 longas nacionais em mais de 25 cidades do Brasil.


Nenhum comentário

Postar um comentário