24 julho 2018

[Resenha] Deixada Para Trás

Sinopse: Nicole Cutty e Megan McDonald não tinham tanto em comum além de estudar no mesmo colégio. Megan era a garota perfeita, cheia de amigos, com uma bolsa para a universidade de Duke, filha do xerife da cidade e com um belo futuro planejado. Nicole era conhecida por seus excessos, por sua agressividade, e muito popular entre os garotos. Duas garotas completamente diferentes, mas que tiveram o mesmo destino trágico: foram sequestradas por um psicopata. E somente Megan escapou para contar sua história.Quando Megan consegue escapar do bunker em que esteve isolada durante duas semanas seu primeiro instinto foi de correr em busca de ajuda. Resgatada, machucada, traumatizada, mas livre, Megan virou a notícia instantânea do país. Mas e Nicole? Depois de um ano, Megan se torna autora best-seller com seu livro “Desaparecida”, em que narra as partes nebulosas do que aconteceu durante duas semanas em poder do sequestrador. Sua mente não consegue lembrar de detalhes e muito menos de Nicole Cutty.

O que eu achei:
 Charlie Donlea é um dos autores que mais me surpreendeu este ano, não somente por uma capa bonita, mas uma escrita muito bem bolada e desenvolvida de uma forma que o mesmo ganhou um lugar especial no meu hall de escritores favoritos. “A Garota do Lago”, seu primeiro livro publicado no Brasil pela Faro Editorial, foi um suspense me devorou em algumas horas (o livro foi tão intenso que não fui eu que o devorei, a história me consumiu que conclui a leitura em uma noite) e desde então estava ansiando para o seu sengo livro “Deixada Para Trás” e tendo já uma carga emocional, obviamente criei muita expectativa para o próximo  livro e haveria a possibilidade de sair frustrado em dobro. Mas posso garantir que após esse livro meu amor por este autor só aumentou!

Em Deixada Para Trás vamos conhecer a história de Nicole e Megan, ambas foram grandes amigas em certa fase de suas vidas, mas misteriosamente desapareceram na mesma noite do nada, sem nenhuma pista ou ideia do que pode ter acontecido. Mas em torno de duas semanas Megan volta para casa, mas sem lembrar de nada do que aconteceu. Vamos descobrir apenas que ela esteve em cativeiro e conseguiu fugir, mas somente ela, pois Nicole ainda está desaparecida.

Passa um ano desde o acontecido e Nicole ainda não foi encontrada e sua irmã, Livia resolve ir em busca dela com seus conhecimentos de médica, mas ela tem total convicção que sua irmã já está morta, ela que apenas quer encontra-la para por um fim nessa história e tirar este tremendo fardo de sua consciência, descobrindo como ela morreu e o que aconteceu com sua irmã em seus últimos momentos. 

Megan foi tomada como um exemplo de superação e a mídia a tornou como um troféu para que outras vítimas pudessem tomar seu exemplo de que ela estava conseguindo “levar uma vida normalmente” após o ocorrido, mas a própria estava muito longe disso. Já a história de Nicole foi simplesmente jogada para debaixo do tapete e daí temos duas tramas para serem contadas, ou seja, Donlea tem mais uma vez a oportunidade de brincar com a nossa cabeça em dois momentos diferentes.

E a história cria sua trama com base em descobrirmos pistas junto com Livia e chegar a uma conclusão do paradeiro de sua irmã, e tentarmos encontrar alguma lembrança com Megan que pudesse ser útil ao caso. E de um jeito bem Charlie Donlea de escrita você acredita que todo mundo é culpado até que se prove o contrário. Como disse Sirius Black “Todos nós temos luz e trevas dentro de nós.”, e isso Donlea vai explorar bastantes de forma que vai bagunçar nossa cabeça ainda mais do que em seu primeiro livro. 

O autor consegue se superar em um nível surpreendente, com uma trama ainda mais bem elaborada e muito mais bem executada em seu novo livro. A trama segue seu tom eletrizante sem perder o fôlego de forma que você realmente não consegue parar de ler, a não ser que seja para sentar e tentar adivinhar aonde tudo vai levar, mas já vou adiantando que provavelmente você não vai conseguir descobrir. Deixada Para Trás é um livro que vou sempre indicar para que todos leiam assim como A Garota do Lago e após uma grande história como essas que ficou na minha cabeça ainda por um tempo, me faz pensar em o que será que Charlie ainda nos reserva dentro de sua cabeça 

Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário