09 abril 2018

[Review] Don’t Trust The B*** in Apartment 23

Sinopse: June Colburn (Dreama Walker) decide se mudar para Nova Iorque, ir atrás da carreira de seus sonhos, em uma hipotecária, que já vem com um apartamento incluído. No entanto, ela tem pouca sorte e a companhia é fechada logo no seu primeiro dia, e o apartamento é retirado dela. June passa a morar com Chloe (Krysten Ritter), que é um pouco vigarista e muito festeira. De início, elas não se dão bem, mas quando as tentativas de Chloe de enganar June dão errado, elas acabam tornando-se amigas.


O que eu achei?
Mais conhecido como ‘Apartment 23’, aqui no Brasil, esse é aquele tipo de série que você assiste como ‘Os Simpsons’ e ‘American Dad!’, sem qualquer compromisso, só com o de gargalhar muito com as situações que Chloe coloca ela mesma e sua colega de quarto June. Além das protagonistas, podemos contar com o ar da graça de James Van Der Beek, que é uma versão cômica feita pelo ator de mesmo nome.

Leitores, contém um dos enredos mais engraçados. Adoraria ser amigo da Chloe só para ouvir suas histórias de bêbada e mentirosa por Nova Iorque, e ficar rindo horas e horas. A série é bem leve, porém chega vezes que beira o non-sense, o que a deixa mais divertida ainda. A primeira temporada conta com sete episódios, e a segunda com 19. E nem sempre é possível assistir em qualquer ordem, pois algumas piadas que serão desenvolvidas na segunda temporada aconteceram na primeira.

Recomendo o seriado para todos aqueles que gostam de uma sitcom ácida e divertida, sem qualquer compromisso com o pudor ou com o sentido da realidade humanitária (Algumas ideias da Chloe te deixam de cabelo em pé).

Aconselho a quem for assistir, o Netflix tem todos os episódios lançados. O único fato negativo nisso tudo é que a série foi cancelada, sem qualquer motivo aparente, pela ABC Studios, com seis episódios faltando para finalizar. A notícia foi dada pelos próprios atores, e depois foi confirmada pelo próprio canal. 



Por Sérgio Augusto

Nenhum comentário

Postar um comentário