12 abril 2018

[News and Geeks] Uma introdução à Perdidos no Espaço

  Nessa sexta-feira, dia 13 (sim, teremos sexta-feira 13 em abril, ideal para fazer aquela maratona de filmes de terror com a galera)estreia na Netflix a primeira temporada do remake da série Perdidos no Espaço, estrelando Toby Stephens,um dos filhos da Maggie Smith, no papel principal. Mas para que não conhece a série original, permita-me que apresente:
 Lost in Space (o título original) era uma série de ficção científica criada e produzida por Irwin Allen (conhecido por outras séries como Land of Giants, Voyage to the bottom of the sea e The Time Tunnel) no canal PBS. O show teve três temporadas, começando 15 de setembro de 1965 e 6 de março de 1968. Se contarmos o piloto que não foi ao ar ´´No place to hide´´ e o filme de 1998, ´´Lost in Space forever´´, temos um total de 85 episódios.
 A primeira temporada foi toda filmada em preto-e-branco mas as outras duas já foram feitam em cor.Apesar do conceito da série ser a família Robinson, a maioria das histórias era focada no Dr.Zachary Smith (Jonathan Harris) que era originalmente um sabotador com más intenções mas acabou se tornando apenas um personagem egocêntrico problemático que fornecia o alívio cômico do programa. 
   Foto promocional de 1967 mostrando os membros do elenco. Da esquerda para a direita: Angela Cartwright, Mark Goddard, Marta Kristen, Bob May (voz do robô) Jonathan Harris, June Lockhart, Guy Williams e Billy Mumy.

A primeira aparição de uma família Robinson viajante do espaço (não relacionada à família da série) foi na HQ Space Family Robinson, publicada pela Gold Key Comics em dezembro de 1962. A série de TV é uma adaptação do livro The Swiss Family Robinson. A família do Dr.John Robinson é astronauta e parte em uma missão na nave Júpiter 2 com o intuito de ver se um planeta no sistema solar Alpha Centauri (que realmente existe e é o sistema solar mais próximo da Via Láctea) acompanhados de um robô e uma piloto da Força Aérea com esperança de colonizá-lo.A data de lançamento da missão era 16 de outubro de 1997 e foi sabotado pelo Dr. Zachary Smith que entra clandestinamente á bordo e reprograma o robô para destruir a tripulação e a nave.Smith acaba preso dentro ma se salva ao acordar os membros da tripulação prematuramente da animação suspensa. Eles conseguem salvar a nave mas alguns controles ficam permanentemente danificados e acabam perdidos no espaço sideral. Acabam colidindo com um planeta, que mais tarde é revelado como sendo Priplanis) e tem muitas aventuras lá.Smith (que originalmente Irwin Allen tinha intenção de matar no final) permanece na série como um covarde cõmico, explorando a natureza misericordiosa (ou esquecida) da família.
No início da segunda temporada, a nave Júpiter 2 é consertada e lançada novamente mas no segundo episódio eles batem em outro planeta e lá permanecem durante toda a segunda temporada. Os episódios foram similares aos da primeira temporada mas à essa altura, o foco já era mais humor do que ação/aventura. 
Na terceira temporada, a família Robinson já não estava mais restrita a apenas um mundo. Júpiter-2 viajava para outros planetas para tentar voltar à Terra ou para se estabelecer no planeta de Alpha Centauri que era a missão original da missão. O Space Pod foi adicionado como um meio de transporte a nave e os planetas. Essa temporada teve uma abertura bem diferente das anteriores.
Embora Perdidos no Espaço seja ás vezes comparado com Star Trek, é importante ressaltar que Star Trek tinha níveis de audiência bem baixo no início enquanto Perdidos no Espaço fazia algum sucesso. O ponto mais alto que Star Trek atingiu durante suas três temporadas originais foi 52 enquanto Lost in Space chegou ao 32 e foi eleito um dos cinco novos programas favoritos da temporada de 1965 a 1966. Era o programa favorito de John F. Kennedy Jr quando era criança.Gene Roddenberry, criador de Star Trek insistia que os dois não podiam ser comparados. Ele alegava que era um filósofo enquanto Irwin Allen era um contador de histórias e disse certa vez:´´ Aquele show consegue atingir seu objetivo. Star Trek não é a mesma coisa.´´
                 A série da Netflix
Serão 10 episódios, um por semana e o primeiro será adicionado ao catálogo da Netflix no dia 13 de abril. Vários episódios serão dirigidos por Neil Marshall, o showrunner será Zack Estrin e os roteiristas serão Matt Sazama e Burk Sharpless. Será produzida pela Legendary Television, Synthersis Entertainment e Applebox.
 No elenco estão Toby Stephens como John Robinson, comandante da expedição, Molly Parker como Maureen Robinson, esposa de John e engenheira aeroespacial que decide levar sua família ao espaço na esperança de ter uma vida melhor em um planeta novo; Ignacio Serricchio como Don West, um trabalhador que encontra na família Robinson a família que ele nunca achou que iria encontrar, Taylor Russell como Judy Robinson, a filha de 18 anos do casal, Mina Sundwall como Penny Robinson, a segunda filha e Maxwell Jenkins como Will Robinson, o caçula da família.Parker Posey será o Dr.Smith e o robô aparecerá numa forma modificada.
 A história se passará no ano de 2046 quando a família Robinson encontra uma fenda no espaço-tempo e bate num planeta desconhecido. Após ficarem presos anos-luz de seus destinos,os Robinsons e os outros colonizadores se veem forçados á se adaptar ao novo ambiente e a batalhar pela sobrevivência enquanto tentam deixar o planeta.
Foto promocional de Will encontrando um alien-ou seria o robô\

Deixem suas impressões sobre a série nos comentários!

Um comentário

  1. Acho que o ano 2045-46 está bem em alta, lembro de no mínimo umas três e filmes com essa data! Brincadeiras a parte o texto esta muito bom só uma coisinha, a série ser inteiramente baixada na Netflix.

    ResponderExcluir