19 março 2018

[Resenha] O Adulto


Sinopse: Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance. 

O que eu achei?
O Adulto é um conto de terror muito rápido de se ler, não apenas pela sua escrita totalmente maleável, mas também por conter apenas sessenta páginas. Neste conto Flynn mexe com sua cabeça com personagens muito bem construído em apenas sessenta páginas, mas particularmente eu senti um quê de final “a lá Garota Exemplar”. 

Neste livro vamos conhecer uma jovem que ganha a vida com pequenas fraudes. Com um passado um tanto perturbado, ela descobre que seu principal talento é dizer para as pessoas o que elas querem ouvir, fazê-las de bobo mesmo. Em um momento ela começa a atuar como vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casas ricas e infortunadas. Certo dia ela atende Susan Burke, que se mudou a pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. 


Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva enxerga em Susan uma mulher desesperada e certamente um bom alvo para tirar vantagem de sua vida complicada.
No entanto, quando ela visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser de certo modo amaldiçoada, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo realmente tenebroso à espreita. E ai ela se depara coma situação de tentar escapar disso. 

O Adulto é um conto de terror que Gillian Flynn fez para seu amigo George R. R. Martin, sendo para um dos grandes mestres da fantasia, Flynn não deixou de fazer bonito. A história em si não me cativou nas primeiras páginas porque eu estava ansioso para as cenas de arrepiar a espinha como um bom terror promete, mas Flynn vai dosando vagarosamente os fatos e de uma forma que lá na frente você se lembre de um momento específico e que fará total diferença. Este livro foi uma leitura para quebrar meu ciclo de ler “aventura – aventura – ficção – aventura”, e foi um livro que não foi espetacularmente fora do normal, mas foi mais uma leitura que Gillian Flynn faz um jogo com sua cabeça.




Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário