10 outubro 2017

[Crítica] O Melhor Professor da Minha Vida


Aos 40 anos, o professor François Foucault (Denis Podalydès) leciona no renomado Liceu Henri IV, perto do Panthéon de Paris. Devido a uma série de eventos, ele é obrigado a aceitar a transferência de um ano para uma escola no subúrbio da cidade e teme que o pior possa acontecer.                                                                                                                                                                                                                                               

O que eu achei?
"O Melhor Professor da Minha Vida" é um drama francês que conta a história de François Foucault (Denis Podalydès), um professor que leciona na renomada escola Liceu Henri IV. O professor acaba sendo convidado para lecionar em um colégio na periferia e aceita confiante de que com sua experiência pode ajudar o singelo colégio.

A primeira vista sua turma é completamente indisciplinada, e com o passar do tempo e um árduo esforço, o professor François consegue conhecer seus alunos e de uma forma didática criar vínculos com os mesmos.

Ao decorrer da história é notável uma mudança na personalidade do professor que outrora era completamente rígido e agora, se afeiçoando aos alunos, interfere em questões pessoais de alguns e assim vemos o quão importante é a relação professor e aluno diariamente.

No decorrer da trama também vemos curiosidades do mundo da literatura. Victor Hugo e sua obra "Os Miseráveis" são citados e além deste, vemos a importância da leitura na construção do caráter de uma pessoa. O professor François de uma forma sutil consegue aplicar o mundo literário na vida de seus alunos e algo que era tratado como tabu em uma sala de aula tão conturbada, torna-se aos poucos um hábito.

O filme conta com boas atuações e por sua temática principal ser o drama, ainda conta com um censo cômico muito bem acentuado a história. O filme chega aos cinemas brasileiros no dia 5 de outubro, e vale super a pena conferir e também se afeiçoar a relação do professor François e seus alunos.

Trailer:


Escrito por Victor Monteiro

Nenhum comentário

Postar um comentário