Novidades

[News] Atrações do Clube Manouche na última semana de Agosto (28 a 31/08)

O Clube Manouche recebe o duo de jazz italiano Bosso-Mazzariello, Leila Maria no show “Trilha Sonora” e Alice Caymmi na versão íntima e intimista do seu último show feita especialmente para a casa, o “Electra Recital”.

28/08, Quarta, 21h - Duo Bosso-Mazzariello (Itália)


  Apresentando pela primeira vez juntos no Brasil, o Duo Bosso-Mazzariello traz da Itália um novo jeito de fazer jazz, com a liberdade absoluta de improvisar sem desrespeitar a tradição, mostrando o repertório de seu último álbum, “Tandem live at Umbria Jazz Winter”.


Aqui no Brasil o duo ainda não é muito conhecido, mas lá fora, na Itália, já se ouve falar bastante desta dupla que há pelo menos cinco anos tem conquistado públicos diferentes, dos mais exigentes, compostos por especialistas e apaixonados pelo jazz, como os do Umbria Jazz Winter Festival, até o público mais genérico que freqüenta os ambientes mais intimistas de clubes e pubs urbanos, onde o trompetista Fabrizio Bosso e o pianista Oliver Julian Mazzariello – os dois artistas em questão – se conheceram e começaram as primeiras colaborações, antes de se tornarem uma dupla consolidada e de sucesso.

“Dar vida a um duo piano e trompete é uma escolha difícil sob muitos aspectos”, afirma Fabrizio Bosso, “pois você renuncia a um acompanhamento rítmico, mas, ao mesmo tempo, aceita um desafio, em que a pesquisa constante de liberdade absoluta pode levar a resultados incríveis e inimagináveis. Isso é possível graças à grande cumplicidade que nos une e que nos permite abordar cada concerto de forma nova e em total liberdade”. 

Do primeiro projeto em que colaboraram juntos, o “High Five Quintet”, dezessete anos atrás, até o primeiro álbum, “Tandem”, de 2014, e esse último lançamento, o que une Fabrizio Bosso e Julian Oliver Mazzariello é uma abordagem do jazz totalmente fora dos esquemas e uma genuína alegria de fazer música juntos, além de uma sincera e duradoura amizade.

Não faltam ligações com o Brasil e a sua música. “O primeiro verdadeiro encontro com o Brasil”, conta Bosso, “foi com Irio de Paula,  cantor, compositor e violonista brasileiro radicado na Itália. Com ele toquei por muitos anos. Era uma pessoa maravilhosa e foi graças a ele que me aproximei da bossa nova. Outro encontro importante foi com Ivan Lins que conheci quando fui convidado para participar no álbum do pianista italiano Giovanni Ceccarelli, o ´InventaRio´. Sempre toco músicas do Ivan e neste último disco gravamos ´Lembra de Mim´ que vamos apresentar neste show”.

“Para mim o primeiro contato com a música brasileira foi quando escutei ´Garota de Ipanema´, de Stan Getz e João Gilberto” – conta Julian, que cresceu em uma família de músicos. “Era um disco que se escutava muito em casa. Depois houve o encontro com a música de Tom Jobim e conheci Ivan Lins em Taormina, na Sicília, durante um concerto que eu estava apresentado com o cantor italiano Lucio Dalla”.

A tournée brasileira do duo apresentará músicas do último álbum, “Tandem live at Umbria Jazz Winter”, gravado na noite do Reveillon de 2018 da edição invernal do Umbria Jazz Festival e lançado em maio passado pela Warner Music Itália, de trilhas sonoras de filmes famosos como ´A Lista de Schindler´ – a única música gravada em estúdio – e também misturas de gêneros e estilos, que não deixam de homenagear o Brasil e a bossa nova, e releituras de clássicos da música jazz.

Serviço

Show: Duo Bosso-Mazzariello (Itália)

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 28 de agosto, quarta, 21h

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 40,00  (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 30,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)

29/08, Quinta, 21h - Leila Maria no show “Trilha Sonora”

A cantora e compositora Leila Maria apresenta o show o “Trilha Sonora", dedicado aos cinéfilos, que nasceu do convite para participar do “Festival Rio, Pipoca e Biscoito” promovido pela gravadora Biscoito Fino dentro do Festival de Cinema do Rio em 2017, e ganhou os palcos.

O cinema associou-se à música desde seu nascimento e são inúmeras as canções criadas para trilhas sonoras de filmes. Em alguns casos, a música como parte da cena no cinema se torna parte da memória coletiva e, muitas vezes, acaba ficando maior que o filme. Leila reuniu algumas dessas canções emblemáticas e, em uma inédita interação, transforma a plateia em criadora do roteiro. Vinte títulos de filmes são sorteados para que a cantora e o pianista Fernando Costa interpretem as músicas correspondentes. 

Acompanhada pelo piano de Fernando Costa, sua voz marcante passeia por momentos memoráveis do cinema mundial. A lista vai de desenhos animados a filmes cult nacionais e estrangeiros, em uma viagem por ritmos com que vão do jazz, MPB, pop e marcha-rancho.  “É um show para quem gosta de música & de cinema”, conta Leila. 

Serviço

Show: Leila Maria no show “Trilha Sonora”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Data e horário: 29 de agosto, quinta, 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 60,00  (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 40,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)

30 e 31 /08 - Sexta e Sábado, 21h - Alice Caymmi com “Electra Recital”

Depois de duas apresentações lotadas que serviram de laboratório para o repertório de “Electra”, seu novo disco lançado pela gravadora Jóia Moderna, Alice Caymmi volta ao palco do Clube Manouche com o espetáculo do álbum, em versão íntima e intimista feita especialmente para a casa: o “Electra Recital”.

Electra, na mitologia grega, é persona movida pela fúria e essa intensidade permeia todo o espetáculo dividido em três atos batizados de “Tragédia”, “Revolução” e “Futuro”. “Essa atmosfera ajuda bastante no conceito cênico e temático que queremos levar ao espectador” conta Paulo Borges, diretor do show.

Acompanhada de João Rebouças (piano) e Filipe Castro (percussão), em vestes assinadas por Alexandre Herchcovitch, Alice mostra as canções que garimpou, junto de Zé Pedro (diretor artístico do álbum), em obras de antigos compositores para este novo álbum, além de revisitar músicas de seus três álbuns anteriores como “Agora”, “A Estação” (do álbum “Alice”, de 2018), e “Iansã”, “Meu Recado”, "Como Vês" (de “Rainha dos Raios”, de 2014), entre outras surpresas, como “Andança”, música do pai da cantora, Danilo Caymmi.

“Vejo como um dos lançamentos mais corajosos da minha carreira e também um dos mais sólidos. No sentido de eu saber exatamente o que estou fazendo. Parece que o que sempre esteve em mim era o caminho certo o tempo inteiro. O básico, o ancestral, o fundamental”, diz ela.

Serviço

Show: Alice Caymmi como show “Electra Recital”

Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)

Datas e horário: 30 e 31 de agosto, sexta e sábado, 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) e R$ 60,00  (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 40,00 (meia) https://manouche.byinti.com

Classificação: 18 anos

Estacionamento no local (tarifado)


Nenhum comentário