Novidades

[News] Natura Musical apresenta “Veia Nordestina II”, novo trabalho de Mariana Aydar


Segunda parte do projeto chega às plataformas digitais no inicio de junho

Depois de dar início ao lançamento de "Veia Nordestina" (Natura Musical) com o primeiro EP formado por três faixas que carregam sotaque baiano (Veia Nordestina, Se Pendura e Forró do ET), Mariana Aydar apresenta agora o segundo EP que chega às plataformas digitais no inicio de junho, “Veia Nordestina II", abrindo as comemorações de uma das maiores festas populares e multiculturais do Brasil: a festa junina.

"A sonoridade desse segundo EP é mais tradicional que a do primeiro. Quis ser bem específica dentro do universo forrozeiro e trazer três músicas que já poderiam ter existido dentro desse balaio. É um capítulo junino neste projeto que traz três pilares do forró: o rastapé da quadrilha, o xote que chora e o forró sambeado", diz Mariana.

Já se pode sentir o cheiro do pinhão, o barulho da pipoca estourando, o gosto do quentão e as cores vibrantes das bandeirinhas em "São João do Carneirinho", essa música sensorial composta por Isabela Moraes nascida em Caruaru onde acontece o maior São João do mundo. A faixa ganha vida no resfolego jazzístico da sanfona de Mestrinho, nas guitarras psicodélicas de Rafa Moraes, na zabumba e no baixo marcados de Feeh Silva e Magno Vito e na eletricidade da MPC de Bruno Marques.

Isabela Moraes é um encontro importante na vida de Mariana e na construção de "Veia Nordestina". É dela também a autoria de "Represa", um xote da linhagem de Accioly Neto, inspirado em Flavio José, que arrebenta no coração. A música tem formação pé de serra com participação da elegante bateria de Pupillo.

"Xilique", uma parceria de Mariana com o mestre Jorge de Altinho, encerra o segundo volume do disco. Vertente do samba de Jackson do Pandeiro e Jacinto Silva, este forró traz uma mulher empoderada que lamenta de um jeito irreverente e debochado uma desilusão amorosa.

O projeto "Veia Nordestina" foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018, com o apoio da Lei Rouanet. “A música é uma das grandes expressões da Natura desde 2005, quando criamos o Natura Musical. Acreditamos na sua força para conectar pessoas, valorizar a criatividade brasileira, reverberar a diversidade e inspirar um mundo melhor”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “É possível identificar esses fatores no novo disco de Mariana Aydar. Nele, a artista revisita gêneros como o forró e o xote e apresenta versões que geram identificação e conexão com diferentes públicos”, completa.

“Quero traduzir o meu forró, a minha maneira de ver o gênero reinventando, instigando, trazendo elementos contemporâneos na sonoridade e no discurso, sem perder a alma pé de serra do clássico power trio: zabumba, triângulo e sanfona”, explica Mariana.


Sobre Veia Nordestina

O projeto será lançado ao longo de 2019, com quatro EPs que formam um disco físico no final do ano, todos com produção musical de Marcio Arantes, e um minidocumentário de quatro episódios. O minidocumentário é dirigido por Dellani Lima e Joaquim Castro, parceiro de Mariana na direção do documentário Dominguinhos (2014), se baseia em quatro temas que rodeiam a história da cantora com o forró. O primeiro episódio que

estreou em maio, aborda a chegada do forró a São Paulo e a chegada de Mariana ao forró. Os próximos três episódios que estreiam no canal do YouTube da artista também serão lançados ao longo de 2019.


Sobre Mariana Aydar

O forró é a influência musical mais marcante no som de Mariana, que alia sofisticação e contemporaneidade às suas raízes da música nordestina. A paixão nasceu na infância, no colo de Luiz Gonzaga; percorreu a juventude como backing vocal de Daniela Mercury, passando por muitas casas de forró com sua banda Caruá. Ela sempre esteve em meio a xotes, xaxados e baiões.

A paixão pela cultura do Nordeste pautou a estreia como diretora de cinema – ao lado de Joaquim Castro e Dudu Nazarian - no filme “Dominguinhos” (2014), documentário sobre o músico com quem teve uma relação especial.

Para difundir a música nordestina, criou o bloco “Forrozin”. O bloco fez um debut inesquecível no carnaval de São Paulo, em 2018, ao lado de Gilberto Gil. No Carnaval de 2019, mais uma vez, arrastou uma multidão de foliões para a Avenida Ipiranga com São João.

Considerada um elo entre o novo e o tradicional, a cantora lançou-se sem medo às novas experiências, retomando suas origens forrozeiras e voltando a ser uma compositora atuante. Uma voz feminina empoderada, necessária e atual em um ambiente marcado pelo conservadorismo.


Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos - entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

Em 2018, o edital do programa selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos, e estabeleceu parcerias com 10 festivais independentes de Norte a Sul do país. A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com cerca de 100 shows para adultos e crianças ao longo de 2018.


VEIA NORDESTINA II

OUCA AQUI EP VEIA NORDESTINA II

http://smarturl.it/VeiaNordestinaII


ASSISTA AQUI O AUDIO CLIPE DE XILIQUE DO VEIA NORDESTINA II

https://youtu.be/WODZ0MwlZEQ


VEIA NORDESTINA I

OUCA AQUI VEIA NORDESTINA I

http://smarturl.it/veianordestina

 


Nenhum comentário