Novidades

[News] José Eduardo Martins apresenta o recital O Romantismo de Henrique Oswald dia 18 de junho no Sesc Carmo


A obra de Henrique Oswald (1852-1931), resgatada através de gravações e teses acadêmicas no Brasil e no exterior, é tema do recital gratuito apresentado pelo músico José Eduardo Martins (pianista) dia 18 de junho, terça-feira, 13 horas, na Igreja da Boa Morte, centro histórico de São Paulo.

Em segmentos de piano solo e duo piano e violino, José Eduardo Martins conta com o violinista Paul Klinck para a execução do repertório do álbum O Romantismo de Henrique Oswald (Selo Sesc).
  
Martins evidencia influências recebidas e o estilo personalizado de Henrique Oswald. Ao incluir no programa outras obras de Oswald e de outros autores além daquelas constantes do CD, o pianista amplia o leque musical, propiciando ao ouvinte um conhecimento mais amplo desse compositor e uma apreciação mais acurada do disco. No repertório, as canções: Bluettes,  En Rêve,  Nocturne op. 6 nº 1 (1887),  Estudo nº 1 (1910) primeira versão e  Valse-Caprice op. 11 nº 1 (sd),

Henrique Oswald nasceu no Rio de Janeiro, filho de pai suíço-alemão e de mãe italiana, cresceu em São Paulo, partindo com a mãe para Florença, onde estudou e viveu durante décadas. Em 1902 recebeu o primeiro prêmio por sua composição Il Neige, láurea recebida do jornal Le Figaro em Paris, em concurso em que concorreram 647 peças de autores de todo o mundo. Após breves viagens ao Brasil, retornou definitivamente ao país em 1903, onde inicialmente dirigiu o Instituto Nacional de Música do Rio de Janeiro. Sua obra abrange vários gêneros: sinfônico, camerístico, coral, operístico e, sobretudo, piano solo.

José Eduardo Martins
Em São Paulo, estudou com o professor russo José Kliass. Posteriormente aperfeiçoou-se em Paris com Marguerite Long, Jean Doyen e Louis Saguer. Posteriormente aperfeiçoou-se em Paris com Marguerite Long, Jean Doyen e Louis Saguer. Como pianista apresentou a integral para piano de Debussy, Moussorgsky, Francisco de Lacerda e para teclado de Rameau, entre outras.

Realizou a primeira audição de cerca de 200 obras contemporâneas para piano. José Eduardo Martins gravou 24 CDs para os selos Labor (USA), Portugaler and PortugalSom (Portugal), Esolem (France) e especialmente De Rode Pomp, na Bélgica. É autor de vários livros publicados no Brasil, Portugal (Universidade de Coimbra) e França (Universidade Sorbonne). Doutor Honoris Causa pela Universidade Constantin Brancusi da Romênia, Martins é Membro Honorário da Academia Brasileira de Música. Em Bruxelas recebeu a Ordem do Rio Branco do Governo do Brasil, assim como a Ordem da Coroa, condecoração outorgada pelo Rei Alberto II da Bélgica. José Eduardo Martins também é professor titular aposentado da Universidade de São Paulo.

Para roteiro
Projeto - Centro em Concerto

Com José Eduardo Martins

Dia 18 de junho, terça- feira, 13h

IGREJA DA BOA MORTE - Rua do Carmo, 202.

Livre. Grátis - Sem retirada de ingressos.



Nenhum comentário