01 setembro 2018

[News] Ouça agora "Gangsta", novo single do trio Abronca

Composição autoral produzida por Papatinho chega acompanhada de videoclipe inédito dirigido por PH Stelzer


SlickMay e Jay estão de volta. Após estourarem internacionalmente em 2014, o trio ABRONCA, que no primeiro semestre desse ano brindou os fãs ao som de “Drinks”, retorna à cena rap com o novo single “Gangsta”, música que toma de assalto todas as plataformas digitais nesta sexta-feira. 
A composição que é 100% autoral, foi produzida por Papatinho - o homem dos beats mais elogiados do Brasil, e chega acompanhada de videoclipe inédito.

Clique e assista agora ao videoclipe de "Gangsta":

Sob direção de PH Stelzer, o registro narra a história de um sonho que se confunde com a realidade de forma engraçada. As três cantoras despertam do sono em uma super mansão, dominadas pela fantasia de que são muito ricas e de que veem dinheiro brotando de todos os lugares. Efeitos, dança, loungeries e as lentes brilhantes da Ganja Filmes – produtora consolidada na cena underground e que soma mais de 37 milhões de visualizações no seu canal do Youtube - são prenúncio de um trabalho moderno, inteligente e divertido, com muitos dólares sendo jogados pro alto.

SOBRE ABRONCA:

A girl band de rap é fruto da comunidade do Vidigal e teve um começo bem diferente das demais bandas que compartilham desse estilo musical no Brasil. O contato com a arte começou nas oficinas do grupo teatral “Nós do Morro” e serviu de base para o início da caminhada na música.

Descobertas em um sarau por um produtor de um selo inglês, Slick, Jay e May estouraram primeiro na gringa em 2014, com uma tour pela Europa. Mas, a historia estava apenas começando. Com um novo olhar sobre suas carreiras, retomaram a veia rascante do RAP - que sempre tiveram como referência – e em dezembro de 2017, assinaram com a Warner Music Brasil.
“Sabíamos que estávamos mais maduras e que precisávamos fazer algo diferente agora. Mudaram muitas coisas: nosso modo de escrever, nosso comportamento, nosso jeito de trabalhar e até as nossas vozes!”, disse Slick.
“A arte sempre nos transforma, e continuamos respirando o teatro em nossas vidas. Mas a música é algo inexplicável, acho que desde que nos descobrimos no ramo do rap não pensamos mais em outra coisa e com toda certeza, somos feministas! Toda vez que vamos numa roda de rima ou subimos no palco pra cantar e passar nossa mensagem, estamos defendendo a mulher no rap”, conclui Jay.

Ouça agora "Gangsta" clicando na sua plataforma digital preferida:

Nenhum comentário

Postar um comentário