28 agosto 2018

[News] Cantoras Liniker e Ava Rocha entrevistam uma à outra em série do Canal Curta!

A CENSURA À MÚSICA POPULAR BRASILEIRA DURANTE O REGIME MILITAR É OUTRO DESTAQUE DO CANAL, COM EPISÓDIO INÉDITO DA SÉRIE ‘CALE-SE’
Duas cantoras poderosas, uma com três discos lançados em sete anos de carreira; outra com uma trajetória de três anos e um álbum lançado. Ava Rocha e Liniker, respectivamente, têm muito a dizer sobre suas visões de mundo e seus processos criativos. Por exemplo, as duas gostam de compor em silêncio absoluto e defendem um engajamento político: “Eu sou uma travesti negra (...). Não tem como não ser político estar em cima de um palco”, diz Liniker. Ava responde: “A nossa geração muitas vezes é encarada como sem muita política. Eu acho o contrário. É uma geração extremamente política. No campo de vista da política cultural, a gente tem transformado o mercado”. A íntegra da conversa entre as duas artistas será exibida pelo Canal Curta! em episódio inédito da série “Palavras Permanecem”, na Quinta do Pensamento30, às 23h. A filha do cineasta baiano Glauber Rocha e a cantora e compositora de Araraquara também protagonizam performances inéditas no meio do papo.
Ainda na quinta-feira, às 23h30m, o canal exibe o segundo episódio da série inédita na TV brasileira “O Legado da Coruja”. Produzida pelo Arte France, tradicional canal público franco-alemão, e dirigida pelo cineasta francês Chris Marker, a produção apresenta a herança da Grécia Antiga na civilização ocidental. A coruja, animal que simboliza a busca por conhecimento, aparece como guia nessa jornada, que neste novo episódio abordará a Olimpíada, detalhando a origem da palavra na Grécia Antiga e a sua relevância desde então. Exibida originalmente nas televisões francesa e inglesa, em 1989, a produção foi filmada em cinco cidades, em um período de dois anos, e conta com 59 convidados.
A série “Cale-se - A censura musical no Brasil”, ganha um novo episódio na Segunda da Música27, às 20h, mostrando a censura à música popular brasileira na época da Ditadura Militar. “Censurando o Popular” é um dos oito episódios da série, dirigida por Marcus Fernando, que revisita a produção musical brasileira perseguida pelos departamentos de censura nos Anos de Chumbo. Por meio de números musicais históricos ou produzidos especialmente para a série, revela-se o repertório vetado pelos censores e suas motivações mais surpreendentes. Imagens da época e depoimentos de compositores censurados, artistas exilados, advogados, jornalistas e pesquisadores trazem à tona os bastidores da censura musical no Brasil.
Na Quarta de Cinema, 29, a faixa “A Vida é Curta!” mostrará curtas premiados dirigidos por mulheres. Às 20h32, “Abigail” mostra a rotina da mãe de santo Abigail Lopes, radicada no bairro carioca de Campo Grande, que durante a juventude lutou pelo bem-estar dos índios. O curta, de Isabel Penoni e Valentina Homem, representou o Brasil no Festival de Cannes. Em seguida, “Vertières I II III”, de Louise Botkay, apresenta três incursões à história política e social do Haiti pós-independência.
Já às 23h35, também na Quarta de Cinema, a série “Projeções” mostra a experiência de Paulo Sacramento, responsável pela montagem do clássico do cinema brasileiro “Amarelo Manga”. Neste episódio, Sacramento comenta os diferentes gêneros e estéticas em filmes que ele dirigiu, como “Riocorrente” e “O Prisioneiro da Grade de Ferro”. A série “Projeções” é uma produção do Itaú Cultural gentilmente cedida ao Curta! que busca tratar do mais recente cinema expandido brasileiro, em seus diferentes gêneros e formatos.
A poucos meses das eleições de 2018, o Canal Curta! exibe na Sexta da Sociedade, 31, às 22h30, o documentário “O Muro”. Lula Buarque de Hollanda faz, neste longa-metragem, um retrato urgente do atual cenário brasileiro, investigando a polarização que inflamou de forma inédita o país. A produção foi gravada durante as manifestações que tomaram o país nos meses que antecederam o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

SEGUNDA DA MÚSICA 
Cale-se (Série Musical) – Episódio: Censurando o Popular
O quinto episódio da série “Cale-se – A censura musical no país” foca nos artistas ditos “populares” ou bregas para entender como esse estilo musical encarou a censura da Ditadura Militar. O jornalista, pesquisador e escritor Paulo Cesar Araújo explica que, no fim dos anos 1960, surgiu na cena musical do país uma geração de cantores conhecidos como bregas ou cafonas. Ele conta os motivos dessa pecha e contextualiza a ascensão desse gênero musical, que se deu exatamente quando do endurecimento do regime nos Anos de Chumbo. Artistas como Fernando Mendes e Odair José contam como eram suas relações com o regime. Paulo Cesar Araújo relembra o caso de “Uma vida só” (Pare de tomar a pílula), proibida depois de já ter estourado nas rádios de todo o Brasil. A música era contra a política de controle de natalidade feita pelo regime.
Diretor: Marcus Fernando.
Duração: 26 min.
Exibição: 27 de agosto, segunda-feira, às 20h
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
28 de agosto, terça-feira, às 00h.
29 de agosto, quarta-feira, às 08h.
PROMO: https://youtu.be/bebCfBVgh0M

TERÇA DAS ARTES 
Domingos - (Documentário)
O cotidiano de Domingos de Oliveira, um dos mais importantes diretores de cinema e teatro no cenário brasileiro na segunda metade do século XX.
Diretor: Maria Ribeiro.
Duração: 71 min.
Exibição: 28 de agosto, terça-feira, às 22h.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
29 de agosto, quarta-feira, às 02h30.
30 de agosto, quinta-feira, às 10h30.
PROMO: https://youtu.be/BGIZ6ylf66Y

QUARTA DE CINEMA
A Vida é Curta
Nesta semana, a faixa exibe os curtas etnográficos “Abigail” e “Vertiér I II III”.
Exibição: 29 de agosto, quarta-feira, às 20h.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
PROMO: https://youtu.be/cgoamJQwtds

Projeções (Série) – Paulo Sacramento
A série “Projeções” joga luz sobre o cinema brasileiro mais recente, em seus diferentes gêneros e formatos. Neste episódio, o montador e produtor Paulo Sacramento fala sobre os diferentes gêneros e estéticas em filmes que dirigiu, como “Prisioneiro da Grade de Ferro” e “Riocorrente”.
Diretora: Renata Druck.
Duração: 15 min.
Exibição: 29 de agosto, quarta-feira, às 23h35.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
30 de agosto, quinta-feira, às 03h35.
31 de agosto, sexta-feira, às 11h35.
PROMO: https://youtu.be/Ksh1UROL4Co

QUINTA DO PENSAMENTO
Palavras Permanecem (Série) – Alguma Coisa Nossa
Ava Rocha e Liniker são cantoras e compositoras. Numa conversa sem temas proibidos, elas revelam o que há em comum na forma de se posicionarem no mundo, conversam sobre a relação com o público, suas atitudes políticas, integridade artística e as ideias que circulam entre as novas gerações. Além disso, as duas presenteiam o espectador com deliciosas improvisações musicais inéditas.   
Diretora: Renata Druck.
Duração: 26 min.
Exibição: 30 de agosto, quinta-feira, às 23h.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
31 de agosto, sexta-feira, às 03h.
1° de setembro, sábado, às 20h50.
PROMO: https://youtu.be/QU8twoS_kZM

O Legado da Coruja (Série) – Simpósio
Em Paris, historiadores de Tbilisi, Atenas e Berkeley se encontram para reconstituir um “simpósio” - o banquete grego - em torno de uma mesa repleta de comida e vinho. A série discute conceitos da Grécia antiga que reverberam nas nossas sociedades contemporâneas.
Diretor: Chris Marker.
Duração: 26 min.
Exibição: 23 de agosto, quinta-feira, às 23h30.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
31 de agosto, sexta-feira, às 03h30.
1° de setembro, sábado, às 21h20.
PROMO: https://youtu.be/W3HqziUXT2c

SEXTA DA SOCIEDADE
O Muro – (Documentário)
A narrativa de “O Muro” se desenrola ao longo da série de manifestações que tomou o país nos meses que antecederam o impeachment da presidente Dilma Rousseff em agosto de 2016, e constrói com uma estética experimental, na fronteira entre o documentário e a videoarte, um retrato urgente do Brasil atual.
Diretor: Lula Buarque de Hollanda.
Duração: 87 min.
Exibição: 31 de agosto, sexta-feira, às 22h30.
Classificação: Livre.
Horários Alternativos:
1°de setembro, sábado, às 2h30 e às 9h50.
2 de setembro, domingo às 21h.
PROMO: https://youtu.be/NZJ6ztR6gec

Sobre o Curta!
Dedicado às artes, à cultura e às humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, o canal pauta a sua programação pelos seguintes temas: música, dança, teatro, artes visuais, arquitetura, metacinema, filosofia, literatura, história política e sociedade.
O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurtahttps://twitter.com/canalcurta ewww.youtube.com/user/canalcurta.

Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário