08 agosto 2018

[Resenha] A Força

Sinopse:Denny Malone só queria ser um bom policial.Ele é o 'rei do norte de Manhattan', detetive-sargento condecorado e o líder da força policial de Nova York. Malone tem a melhor equipe: a mais forte, a mais rápida, a mais corajosa e a mais destemida. Sua unidade de elite tem autoridade irrestrita para liderar a guerra às drogas, às gangues e ao tráfico de armas.O que poucos sabem é que o próprio Denny Malone é corrupto. Agora, investigado pelo FBI, ele deve andar na corda bamba para evitar trair seus parceiros, sua família e a mulher que ama, enquanto a cidade está prestes a entrar em um conflito que pode pôr tudo a perder.
O que eu achei?
A Força foi meu primeiro contato com o autor Don Winslow, depois do aclamado "Selvagens" a minha ansiedade pelo contato com o autor só aumentava, e finalmente eu tive a oportunidade com este livro.
Fazia tempo que eu não li um romance policial tão bem escrito. Tive meus receios pois meu autor favorito do gênero é Jo Nesbo, mas nesta leitura tive algo que não me deixou a desejar.

O livro vai contar a história de Denny, um cara que queria seguir verdadeiramente um bom policia. Altamente condecorado e com a melhor equipe a sua disposição, ele é o que poderíamos chamar de "O cara". Mas, como ninguém é perfeito, Denny tem seus podres e um dele é que o cara que sempre quis ser um bom agente é corrupto. E sua vida vai sofrer a maior reviravolta quando ele percebe que sua vida está sendo investigada pelo FBI. Com isso você consegue ter uma pequena visão do que o livro pode nos reservar.

A história de A Força vai abordar de forma intensa assuntos como ganância e a extrema violência, desigualdade, injustiça e principalmente vingança. O autor te envolve em toda uma trama que em momentos você não consegue mais distinguir quem é o vilão e quem é mocinho, pois vemos o quão fácil as pessoas podem ser manipuladas por um desejo e Winslow transmite em cada palavra o sentimento dos personagens de uma forma que fica impossível de que você não sinta o mesmo.

A trama peca no quesito de desenvolvimento. O começo do livro de fato é muito parado, se eu não tivesse lido que o Stephen King disse que o livro é "O Poderoso Chefão com policiais" e que é bom mesmo eu pensaria inúmeras vezes antes de continuar. Mas, da metade para o final o autor compensa tudo o que faltou no começo do livro, de forma que você fica num clímax que não consegue parar de ler.

Winslow é muito detalhista em sua escrita, em alguns momentos eu achei mesmo cansativo mas tudo tem um porquê. E a história conta com uma sequência de reviravoltas que de fato vai mexer com sua cabeça, de uma maneira que você vai terminar com " A Força", mas a trama ainda vai continuar na sua cabeça por alguns dias. Para os amantes de um bom romance policial, este é um livro que eu indico sem pensar duas vezes. 


Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário