08 agosto 2018

[News] Trailer oficial e fotos inéditas revelam as primeiras imagens do filme 10 segundos para vencer


A Imagem Filmes acaba de divulgar o pôster, fo
tos e trailer oficiais do filme “10 Segundos Para Vencer”, de José Alvarenga, com as primeiras imagens de Daniel de Oliveira no papel de um dos maiores pugilistas da história: o brasileiro Éder Jofre. Osmar Prado interpreta Kid Jofre, pai e implacável treinador do bicampeão mundial de boxe. Produzido pela Tambellini Filmes com coprodução da Globo Filmes e do Canal Brasil, “10 Segundos Para Vencer” tem distribuição da Imagem Filmes.


O filme revela a incrível trajetória Éder Jofre, que desafia seus próprios limites até conquistar seu primeiro cinturão de ouro, em 1961, nos Estados Unidos. Depois de cinco anos de glória, defendendo o título sem nunca ter sofrido um nocaute, em 1966 ele decide parar de lutar para levar uma vida comum, longe dos ringues, mas perto da mulher, Cida, e dos filhos pequenos. A paixão pelo esporte leva Éder a voltar a treinar e, mesmo após um longo período parado, ele recupera a antiga forma e conquista mais um cinturão de ouro, em 1973, aos 37 anos. O elenco também conta com Sandra Corveloni (Angelina, mãe de Éder), Ravel Andrade (Doga, irmão) e Kelli Freitas (Cida, esposa).
“É uma história de amor entre pai e filho – e de um herói nacional, que muitos brasileiros não conhecem”, diz José Alvarenga. Éder nasceu em São Paulo, em 1936, e abriu mão do sonho de trabalhar com desenho e arquitetura para seguir a tradição da família de pugilistas. Seu pai, o argentino José Aristides Jofre (1907-1974), conhecido como Kid Jofre, foi um respeitável boxeador, mas se destacou mesmo como o incansável treinador de Éder. “Ele era muito, muito austero, nos períodos de preparação para as lutas. A ternura paterna se revelava só depois que acabava o trabalho no ringue, de forma comovente, como nos momentos em que Kid beijava as feridas do filho logo após uma vitória”, comenta Alvarenga.
“10 Segundos Para Vencer” fará sua première na competição do Festival de Gramado, dia 23 de agosto. A estreia nacional está marcada para o dia 27 de setembro.

                        SINOPSE
10 SEGUNDOS PARA VENCER. A extraordinária trajetória de Éder Jofre (Daniel Oliveira) até se tornar um dos maiores boxeadores da história. Um homem dividido entre a paixão pelo esporte e a vida em família. Pai (Osmar Prado) e filho na busca de um sonho, o de ser um verdadeiro campeão. Com Daniel de Oliveira, Osmar Prado, Kelli Freitas, Ricardo Gelli e Sandra Corveloni. Direção: José Alvarenga. 114 minutos.
ELENCO – PERSONAGENS
Daniel de Oliveira - Eder Jofre
Osmar Prado - Kid Jofre
Ricardo Gelli - Zumbanão
Kelli Freitas - Cida
Sandra Corveloni - Angelina
Ravel Andrade- Doga
Luti Angelelli - Abraão
Victor Laplace - Parnassus
FICHA TÉCNICA
Direção - José Alvarenga Jr.
Roteiro - Thomas Stavros, Patricia Andrade, José Alvarenga Jr. e Marcio Alemão
Produção - Flávio Ramos Tambellini - Tambellini Filmes
Coprodução - Globo Filmes e Canal Brasil
Produção Executiva - Fernando Zagallo e Tânia Leite
Produtores - Breno Silveira, Chico Abreia, Thomas Stavros
Produtor Associado -  José Alvarenga Jr.
Direção de Produção - Amanda Haddad
Direção de Fotografia - Lula Carvalho
Direção de Arte - Claudio Domingos
Figurino - Marcelo Pies
Maquiagem - Martin Macias
Produção de Elenco - Ciça Castello
SOBRE A TAMBELLINI FILMES
Presente no mercado audiovisual brasileiro desde 1984, a Tambellini Filmes (atual denominação para Ravina Filmes) é uma produtora independente que tem uma história repleta de projetos cinematográficos consagrados pela imprensa, crítica e público. Possui uma considerável tradição em produção executiva, tanto de projetos próprios como de terceiros, nacionais (Carandiru, de Hector Babenco; Cazuza – O Tempo Não Pára, de Sandra Werneck e Walter Carvalho; Terra Estrangeira, de Walter Salles, Daniela Thomas; O Homem do Ano, de José Henrique Fonseca; Eu, Tu, Eles, de Andrucha Waddington) e internacionais (Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal e As Tartarugas Ninja 2). Entre os filmes da produtora, destaque para os longas Bufo & Spallanzani; O Passageiro, Segredos de Adultos; Malu de Bicicleta e A Glória e a Graça; e para o curta Tim Maia, dirigidos por Flávio Tambellini. Além de A Ostra e o Vento e Os Desafinados, ambos de Walter Lima Jr.; Pro Dia Nascer Feliz e Janela da Alma, ambos de João Jardim; Diário de uma Busca, de Flávia Castro; A Falta que nos Move, de Christiane Jatahy; Muitos Homens Num Só, de Mini Kerti; As Aventuras de Agamenon – O Repórter, de Victor Lopes; e Campo Grande e Mutum, de Sandra Kogut, este último exibido na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. Também ‘Um Copo de Cólera’, de Aluizio Abranches, e ‘O Diabo a Quatro’, de Alice de Andrade.

                       SOBRE A GLOBO FILMES
Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 250 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Minha Mãe é uma Peça 2’ – com mais de 9 milhões de espectadores -, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’ e ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.
                               Trailer:                            SOBRE A IMAGEM FILMES
 Imagem é uma distribuidora nacional de filmes independentes comprometida com a qualidade e variedade de produções. Atuando nos segmentos de cinema, vídeo e televisão a distribuidora é responsável pelos lançamentos de grandes produções nacionais, dentre elas, destacam-se os recentes: É Fada!, Nise - O Coração da Loucura, Soundtrack, O Rastro , além das produções internacionais: Florence - Quem é Essa Mulher, Café Society, Gênios do Crime , Silêncio, Círculo e os recentes Roda Gigante e Paddington 2.
SOBRE O CANAL BRASIL
O Canal Brasil tem um papel fundamental na produção e coprodução de longas-metragens, história que começou em 2008 com “Lóki – Arnaldo Baptista”, de Paulo Henrique Fontenelle, que mostrou a vida do eterno mutante. Agora em 2018, o canal atinge a marca de 300 filmes. Sair do campo da exibição e partir também para feitura fez com que o Canal Brasil atingisse em poucos anos uma importância imensurável dentro do cenário do cinema brasileiro recente. Entre os longas recém coproduzidos estão “Animal Cordial” de Gabriela Almeida; “Divinas Divas”, de Leandra Leal; “Não Devore o Meu Coração” de Felipe Bragança e “Pendular” de Julia Murat.

Nenhum comentário

Postar um comentário