03 julho 2018

[News] Fernanda Montenegro faz participação especial em ´´A vida invisível´´ , novo filme de Karim Aïnouz produzido por Rodrigo Teixeira


Em “TROCA DE RAINHAS”, dirigido por Marc Dugain, o conflito entre a França e a Espanha, em 1721, e o modo como os regentes decidiram a paz estão em pauta. Com estreia marcada para 2 de agosto, o filme marca a primeira adaptação do diretor, baseada no livro "L'Échange des Princesses", da escritora francesa Chantal Thomas. O filme foi indicado ao Prêmio César e participou do Festival Varilux de Cinema Francês.
Luís XV (Igor van Dessel), de 11 anos, logo se tornará rei e, uma troca de princesas permitiria consolidar a paz com a Espanha após anos de guerra, que deixaram os reinos enfraquecidos. Então, Felipe de Orléans (Lambert Wilson) casa a filha, Mlle de Montpensier (Anamaria Vartolomei), de 12 anos, com o herdeiro do trono da Espanha, e Luís XV se casa com a Infanta da Espanha, Anna Maria Victoria, de 4 anos (Juliane Lepoureau). Tudo está sendo organizado luxuosamente, mas as crianças, por sua vez, reagem de forma inesperada.
O drama histórico também mostra a vida no século XVIII, como o luxo ao redor de castelos e carruagens. Além disso, na época, a vida e a morte seguiam juntas por intermédio da crença religiosa. A probabilidade de viver até os 70 anos, assim como hoje, não existia, já que a perspectiva era chegar até os 35. “Eu queria mostrar esse medo sobre a percepção do que é meramente mortal partindo de um momento crucial e decisivo na infância”, disse Dugain.
Segundo ele, seu interesse pela história partiu de um fator pessoal: seu avô foi desfigurado pela Primeira Guerra Mundial. Desse modo, começou a refletir sobre o quanto a história pode afetar a vida individual de algumas pessoas. Assim, “TROCA DE RAINHAS" conta a história de jogos de poderes que levaram o mundo a um desastre coletivo.

Sinopse
Em 1721, para manter a paz entre França e Espanha após anos de guerra, o Regente do Reino da França, Philippe d'Orléans, propõe uma troca de princesas que resulta no noivado do rei da França, Louis XV, de 11 anos, com Anna Maria Victoria, 4 anos, e  do príncipe herdeiro Louis, de 11 anos, com Louise-Elisabeth d'Orleans, 12 anos. Porém, a chegada dessas princesas pode comprometer os jogos de poder na Corte.

Ficha Técnica
Direção: Marc Dugain
Cinematografia: Gilles Porte
Roteiro: Marc Dugain, Chantal Thomas
Indicações: César de Melhor Filme Estrangeiro
Produção: Genevieve Lemal, Patrick André
Classificação Indicativa: a definir

SOBRE A PANDORA FILMES
A Pandora Filmes é uma distribuidora de filmes de arte, ativa no Brasil desde 1989. Voltada especialmente para o cinema de autor, a distribuidora buscou, desde sua origem, ampliar os horizontes da distribuição de filmes de arte no Brasil com relançamentos de clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Fellini, Bergman e Billy Wilder, e revelações de nomes outrora desconhecidos no país, como Wong Kar-Wai, Atom Egoyan e Agnés Jaoui.
Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora Filmes sempre reserva espaço especial para o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos. Dentro desse segmento, destaca-se o recente “Que Horas Ela Volta”, de Anna Muylaert, um grande sucesso, visto no cinema por mais de 500 mil espectadores.


Nenhum comentário

Postar um comentário