Books Brasil Books

Novidades

[News]Fagner assina contrato com a Universal Music, sua primeira companhia

FAGNER ASSINA CONTRATO COM A UNIVERSAL MUSIC, SUA PRIMEIRA COMPANHIA

 

Cantor e compositor prepara novo projeto em homenagem a Belchior, seu parceiro




Raimundo Fagner e Paulo Lima na assinatura de contrato

 

O cantor Fagner, Robertinho de Recife (produtor do álbum), Márcio Rolim (produtor musical), Paulo Lima (presidente da Universal Music), Ana Bueno (diretora de marketing) e Miguel Afonso (gerente de A&R) se reuniram no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, para celebrar a assinatura de contrato de Fagner com a Universal Music, pela qual o artista lançou os dois primeiros discos de sua carreira, ainda como Philips, posteriormente incorporada pela Polygram (hoje Universal Music).

 

Em comemoração aos 50 anos de carreira do artista, a Universal Music fará o lançamento da versão digital inédita do álbum de estreia de Fagner, “Manera Fru Fru, Manera: O Último Pau de Arara”, originalmente lançado em 1973, que traz o single “Cavalo Ferro” e a antológica canção “Mucuripe”, gravada originalmente por Elis Regina, em 1972, e posteriormente também regravada por Roberto Carlos, em 1975.

 

Além da chegada de seu primeiro álbum às plataformas de streams, a companhia também fará o lançamento do novo projeto de Fagner, um álbum com canções inéditas e releituras no qual ele homenageia Belchior, um de seus grandes parceiros.

 

Estou de volta depois de 50 anos e agradeço a todos vocês que fazem a Universal Music pelo momento que vivemos hoje. Acredito que Robertinho e eu iremos tentar superar a expectativa que vocês nos depositam”, disse Fagner.

 

Estamos muito felizes em trazermos novamente para a Universal Music este grande ícone da música popular brasileira, que faz parte da história musical e da memória afetiva do nosso país. Agora sim, o bom filho à casa torna”, completou Paulo Lima.

 



 

Em pé: Robertinho de Recife, Ana Bueno, Márcio Rolim e Miguel Affonso

Sentados: Raimundo Fagner e Paulo Lima

 

Raimundo Fagner é um dos maiores cantautores da música latina. “Traduzir-se”, seu oitavo disco de estúdio, lançado em 1981, levou o repertório do artista para fora das fronteiras do país. Além do Brasil, o bem-sucedido projeto teve lançamento na Europa e  América Latina e vendeu ao todo mais de 250 mil cópias. Reconhecido ao longo de sua carreira com inúmeros Certificados de Ouro e Platina, Fagner já realizou parcerias com grandes nomes da música, como Paco de Lucía, Mercedes Sosa, Joan Manuel Serrat, Victor Heredia, Leon Giecco e outros. Suas composições também já foram regravadas por grandes nomes da música nacional, como Elis Regina, Roberto Carlos, Nara Leão, Chico Buarque, Cazuza e outros. Em 1968, venceu o IV Festival de Música Popular do Ceará com "Nada Sou" (com Marcus Francisco). Sua discografia consta de mais de 46 álbuns, produções e participações em discos dos mais variados artistas da música brasileira, que vão desde Nelson Gonçalves e Cauby Peixoto até Zezé Di Camargo & Luciano e Gusttavo Lima.

  

Nenhum comentário