Novidades

[Programação] Canal Brasil – Programas e Séries da Semana – 10 a 16 de Junho

SEGUNDA-FEIRA, 10 DE JUNHO

ESPELHO 



Convidado: Viviana Santiago
Horário: Segunda, dia 10, às 21h30
Quarta, dia 12, às 13h30
Quinta, dia 13, às 7h
Classificação: Livre

INÉDITO

Sinopse:
O programa, idealizado e apresentado por Lázaro Ramos, segue sua busca pela pluralidade e atualidade e este ano, 14º no ar no Canal Brasil, tem como mote central o acolhimento e traz uma novidade: uma série de quatro episódios sobre religião tendo Monja Coen, Padre Vilson Groh, o pastor evangélico Henrique Vieira e a mãe de santo Egbomi Cici como convidados. Quem abre a temporada é Baco Exu do Blues. Lázaro recebe ainda convidados como: Fátima Bernardes, Péricles, Sophie Charlotte, Maíra Azevedo e Yuri Marçal, Poliana Abritta, Alexandre Nero e Luedji Luna. O humor também está bastante presente este ano, não só pela presença de humoristas como Thalita Carauta e Marcos Veras, mas também com convidados como Edy Star e Duh Moraes, que usam essa ferramenta como complemento para suas produções artísticas. Outra novidade é o quadro “Poesia no Espelho”, em que o poeta e influenciador digital baiano Jordan Villas Boas recita versos enquanto correm os créditos do programa.

Neste episódio: A professora Viviana Santiago se declara como sobrevivente de uma sociedade racista, destaca a dificuldade das pessoas em se reconhecerem como violentas e fala da sofisticação de estruturas segregacionistas.
 

A ARTE DO ENCONTRO 


Convidado: Zélia Duncan
Horário: Segunda, dia 10, às 22h
Terça, dia 11, às 13h30
Quarta, dia 12, às 7h
Classificação: Livre

REPRISE

Sinopse:
Tony Ramos encanta plateias brasileiras há mais de meio século, seja no cinema, teatro ou na televisão. Nos últimos anos, o intérprete adicionou mais uma habilidade ao seu já premiado currículo e assumiu a posição de apresentador de um programa de televisão. A bem-sucedida experiência traz o ator novamente à tela do Canal Brasil para retomar pelo terceiro ano, conversas com grandes nomes do cenário artístico brasileiro, entre companheiros de tantas décadas de profissão, como atores, cineastas e escritores.

A atração dirigida por Felipe Nepomuceno é um bate-papo informal entre o anfitrião e seu convidado, sem roteiro previamente estipulado. Em um cenário intimista, onde há apenas os envolvidos e uma pequena mesa, Tony abre uma conversa em torno de histórias de vida, infância e família, entremeadas por trajetórias profissionais. Entre as entrevistas, o apresentador faz leituras de trechos de livros relacionados à personalidade participante. A lista traz ícones da cultura nacional como Aguinaldo Silva, Aracy Balabanian, Arlete Salles, Denise Fraga, Drica Moraes, Eric Nepomuceno, Herson Capri, Jaqueline Laurence, Julio Bressane, Milton Gonçalves, Paulo Figueiredo, Teresa Cristina e Tizuka Yamazaki.

Neste episódio: “O que eu faço é buscar poesia nas coisas”. Zélia Duncan reflete sobre sua capacidade de sentir, destaca o seu pessimismo com o momento brasileiro e clama por justiça por Marielle Franco.
 

SANGUE LATINO 


Convidado: Nélida Piñon
Horário: Segunda, dia 10, às 22h30
Quinta, dia 13, às 13h30
Sexta, dia 14, às 7h
Classificação: Livre

INÉDITO

Sinopse:
Conhecido pela experiência em múltiplas vertentes – jornalista, escritor e tradutor –, Eric Nepomuceno comanda diálogos profundos com personalidades fundamentais da cultura latino-americana. Em seu oitavo ano, a atração traz artistas brasileiros e argentinos, entre cineastas, atores e escritores das mais diversas influências e estilos. A direção fica a cargo de Felipe Nepomuceno, filho do anfitrião, que mantém a estética tradicional do programa, com contrastadas imagens em preto e branco e belos planos de natureza poética.
Arnaldo Antunes é o convidado do primeiro episódio e discute seus medos, sonhos recorrentes e o valor do silêncio no seu trabalho. Imortal da Academia Brasileira de Letras, Nélida Piñon debate a distância entre a realidade e a ficção, sua descrença no destino e sua visão do Brasil. Gênio multi-instrumentista, Hermeto Paschoal fala como lida com seu dom para a música, a função da arte e sua relação com o amor. Na Argentina, o cineasta Santiago Mitre conta como se relaciona com o erro e avalia o legado deixado pela geração anterior de intelectuais e a escritora Romina Paula aborda a possibilidade do amor à primeira vista e o significado da amizade. A atração traz ainda conversas com Mercedes Morán, Eduardo Blanco, Lya Luft, Mariana Enriquez, Litto Nebbia, Rafael Spregelburd e Daniel Veronese.

Neste episódio: “Você só pode ser contemporâneo se for arcaico”. A escritora Nélida Piñon salienta o valor da memória e expõe sua decepção com o papel antipatriótico das elites brasileiras.
 

O SOM DO VINIL – LINCOLN OLIVETTI E ROBSON JORGE, LINCOLN OLIVETTI & ROBSON JORGE


Horário: Segunda, dia 10, às 23h
Sexta, dia 14, às 13h30
Sábado, dia 15, às 7h
Classificação: Livre

REPRISE

Sinopse:
Charles Gavin continua, no 12º ano da série, sua investigação sobre a história da música nacional. Sob direção de Gabriela Gastal e do próprio apresentador, o ex-titã, ávido colecionador de discos raros, entrevista algumas das mais importantes personalidades do ramo para lembrar curiosidades e bastidores de discos fundamentais para a história do cancioneiro brasileiro.

Os episódios contemplam variados gêneros e promovem um passeio por diversas gerações da música brasileira. Há espaço para o trash metal do Sepultura em seu mais recente trabalho, Machine Messiah; o soul e blues de Liniker e os Caramelows; a música clássica regida pelo maestro João Carlos Martins em Ginastera Concerto for Piano and Orchestra; a MPB de Lenine com Em Trânsito e de Ney Matogrosso em Seu Tipo; o rock de Descivilização do Biquíni Cavadão e o rap de MV Bill em Declaração de Guerra. O programa traz ainda vinis de Fagner, Paralamas do Sucesso, Wilson Moreira, Vanguart, Benito di Paula e Carlos Lyra.

Neste episódio: Charles Gavin convida os produtores musicais DJ Memê e Alexandre Kassin para recordar a parceria entre Lincoln Olivetti e Robson Jorge e passear pela carreira desses grandes nomes da Música Popular Brasileira.
 

O PAÍS DO CINEMA – AS DUAS IRENES


Convidado: Fabio Meira e Isabela Torres
Horário: Segunda, dia 10, às 23h30
Terça, dia 11, às 7h
Segunda, dia 17, às 13h30
Classificação: 14 anos

REPRISE

Sinopse:
Fabiula Nascimento comandou, durante dois anos, um mergulho na história do cinema brasileiro em O País do Cinema. No terceiro ano da atração, a atriz passa o bastão para a também intérprete Andreia Horta, que assume a posição de apresentadora para receber realizadores, diretores e intérpretes e colocar em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente. O programa dirigido por Marcello Ludwig Maia foca sua atenção em filmes da mais recente safra da sétima arte do país. Entre os escolhidos estão trabalhos de premiados artistas como Laís Bodanzky, Julio Bressane, Cláudio Assis, Ruy Guerra, Camila Pitanga, Fellipe Barbosa, Sérgio Rezende, Caroline Leone, Carolina Jabor, Jorge Durán e Hilton Lacerda, entre outros.

Neste episódio: Fabio Meira e Isabela Torres, diretor e atriz de “As Duas Irenes”, revelam a influência da família do autor no roteiro e contam a curiosa história da protagonista que mudou o rumo de sua vida.

ELETROGORDO 



Convidado:
Karol Conka
Horário: Segunda, dia 10, à 0h
Sexta, dia 14, às 14h10
Classificação: 14 anos

INÉDITO

Sinopse:
Sob direção de André Barcinski – também responsável por Nasi Noite Adentro –, João Gordo estreia a terceira temporada de sua atração no Canal Brasil, “Eletrogordo”, completando a faixa dos programas da meia-noite, que combinam humor, irreverência e sensualidade.

O cenário é uma oficina de eletrodomésticos e João passa os dias consertando liquidificadores, torradeiras, televisões de tubo, secadores de cabelo e vitrolas. De vez em quando, surge um cliente na loja e eles engatam um papo sobre televisão, música e cinema, suas grandes paixões. Os frequentadores desse estabelecimento são ecléticos e especiais. Nesta temporada, o apresentador conversa com os músicos Rafael Ilha, Leandro Lehart, Jimmy Luv, Simbas, Alex, Arrigo Barnabé, Sula Miranda e Sandra Coutinho; os apresentadores de televisão Marcelo Tas, Didi Wagner, Leão Lobo, Max Fivelinha e Leda Nagle; o ex-jogador de futebol Cesar Maluco; o cineasta Rodrigo Aragão e o comediante e vocalista Bruno Sutter, entre outros.

Vocalista da banda punk Ratos de Porão, o cantor fez história nos palcos com suas letras anárquicas e apresentações agressivas, e se aventurou no mundo da televisão, atuando como anfitrião em programas cômicos, como talk shows politicamente incorretos.

Neste episódio: “Embora o meu som hoje seja mais pop, ainda carrega o meu conceito”. A rapper Karol Conka revela que recusa trabalhos em nome de seus ideais e critica as difamações provenientes da fama.

 

TERÇA-FEIRA, DIA 11 DE JUNHO
 

FAIXA MUSICAL – ZERIMA, 40 ANOS DE MELODIA 


Horário: Terça, dia 11, às 14h
Quarta, dia 12, às 9h
Quinta, dia 13, às 11h45
Classificação: Livre
 

INÉDITO
 

Sinopse: O eterno Sidney Magal reúne clássicos que marcaram seus 50 anos de carreira, como o hino Sandra Rosa Madalena. Participações especiais de Ney Matogrosso, Alexandre Pires e Rogério Flausino.
 

TRANSMISSÃO


Convidado: Paola Carosella
Horário: Terça, dia 11, à 0h
Quinta, dia 13, às 16h
Classificação: 12 anos

INÉDITO

Sinopse:
Linn da Quebrada e Jup do Bairro são duas das mais revolucionárias personalidades da nova geração da cultura brasileira. Suas apresentações de rap nas periferias são incendiárias e críticas, com letras focadas nos dilemas do universo LGBTQI, na desigualdade social e questões raciais. Suas trajetórias encantaram os documentaristas Kiko Goifman e Claudia Priscila, diretores de Bixa Travesti (2018), no qual elas expõem suas rotinas e mostram como suas posturas nos palcos visam desconstruir estereótipos de gênero, raça e classe. Novamente juntos, cineastas e cantoras estrelam o novo programa da faixa da meia-noite no Canal Brasil, dando sequência ao bastão passado por Laerte Coutinho em Transando com Laerte, que se despede da grade depois de quatro temporadas.

O talk show comandado pelas plurais artistas traz convidados para um bate-papo irreverente, no qual questões de gênero, sexo e raça são frequentemente abordadas, mas não limitadoras a conversa. O papo com Laerte Coutinho fala sobre transexualidade, mas também aborda relacionamentos amorosos e religião. Com a funkeira MC Carol, elas discutem a influência do rap na periferia e a descoberta da veia artística. A deputada Erica Malunguinho fala sobre a dificuldade de pessoas trans em ocupar espaços de poder, tanto na política quanto na academia, e a atriz Glamour Garcia fala sobre aceitação da personalidade. Há espaço ainda para os músicos Jards Macalé, Tom Zé e Letrux, o ex-prefeito Fernando Haddad, a cineasta Anna Muylaert, o ex-jogador de futebol Vampeta e a chef de cozinha Paola Carosella, entre outros.

Neste episódio: Paola Carosella defende a capacidade de cura do alimento, manifesta o poder de uma cozinha política e critica o circuito venenoso na alimentação brasileira cujo intuito é beneficiar o agronegócio.

 

QUARTA-FEIRA, DIA 12 DE JUNHO
 

PORNOLÂNDIA – A MODELO QUE VIROU DIRETORA DE FILMES PORNOGRÁFICOS



















Horário: Quarta, dia 12, à 0h
Sexta, dia 14, às 4h
Domingo, dia 16, às 1h45
Classificação: 16 anos

REPRISE

Sinopse:
A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com membros do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiche, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no quinto ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô.

Neste episódio: Atriz e diretora de filmes adultos, Mila Spook conta sua trajetória profissional, fala sobre a relação com o próprio corpo e destaca a presença feminina na direção de obras eróticas.

 

QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO
 

NASI NOITE ADENTRO 


Convidado: Tatola Godas
Horário: Quinta, dia 13, à 0h
Classificação: 14 anos

REPRISE

Sinopse:
Os mistérios, segredos e personagens mais excêntricos da noite paulistana estão de volta ao Canal Brasil. Na nova temporada do programa comandado pelo vocalista do Ira!, o público acompanha as aventuras do anfitrião por lugares ainda mais inusitados da maior metrópole da América Latina.

Neste episódio: Tatola Godas, apresentador do “Encrenca”, relembra curiosidades da carreira, como o dia que chegou às vias de fato com o vocalista do “The Lemonheads” e a polêmica com Paulo Ricardo.

 

SEXTA-FEIRA, 14 DE JUNHO
 

XINGU – A SÉRIE 


Horário: Sexta, dia 14, às 22h30
Sábado, dia 15, às 13h30
Domingo, dia 16, às 2h
Terça, dia 18, à 0h15
Classificação: 14 anos

REPRISE

Sinopse:
O cineasta Cao Hamburguer assinou, em 2010, um longa-metragem sobre a história dos irmãos Villas-Bôas, os primeiros homens brancos a adentrar as reservas indígenas do norte do estado do Mato Grosso e principais responsáveis pela criação do Parque Nacional do Xingu. A série resgata o início do percurso dos três revolucionários expedicionários pelo interior do país. O movimento ficou conhecido como “Marcha pelo Oeste”, e foi ordenado pelo então presidente Getúlio Vargas, em 1943. Os irmãos Cláudio (João Miguel), Leonardo (Caio Blat) e Orlando (Felipe Camargo) deixaram para trás a formação acadêmica relevante para embarcar em uma aventura sem precedentes pelo centro-oeste do Brasil.

Em meio às matas e rios, eles se deparam pela primeira vez com índios da região. No lugar do enfrentamento visado pelas autoridades e por posseiros, desejosos de trazer o chamado progresso à região, escolheram o diálogo e convívio pacífico, buscando entender a língua, os costumes e a relação deles com a natureza. Os Villas-Bôas formam um trio de personalidades distintas que se completam de maneira fundamental para o sucesso. Orlando intermedeia os contatos entre locais e o governo. Cláudio é idealista e estabelece relações de fidelidade com os novos conterrâneos; e Leonardo é vibrante e corajoso, mas a juventude pode colocar em risco as conquistas. Sintetizando 20 anos passados pelos familiares no local, a atração mostra como eles foram figuras cruciais para garantir o direito fundamental dos indígenas à demarcação de suas terras.

Neste episódio: O episódio inicial dessa série adaptada do filme “Xingu” acompanha o início da saga dos irmãos Villas-Bôas, quando se deparam pela primeira vez com índios no movimento da Marcha pelo Oeste.
 

502 


Convidado: Biel
Horário: Sexta, dia 14, à 0h05
Classificação: 14 anos

REPRISE

Sinopse:
Fotógrafo consagrado pelo olhar perspicaz e retratos impactantes em preto e branco, Jorge Bispo traz novamente para o Canal Brasil, em sua quinta temporada, um de seus projetos mais ousados. Em 302, o artista recebe em seu próprio apartamento 13 mulheres comuns que toparam tirar a roupa à frente de sua câmera. Longe dos rígidos padrões de beleza estabelecidos pelas celebridades por ele já clicadas, cujas fotos estamparam capas das principais publicações do país, Bispo traz à tela uma iniciativa artística e minimalista. Pela primeira vez, no entanto, o projeto dá um passo adiante, extrapola as paredes do apartamento, sobe dois pavimentos e inaugura, no quinto andar, o 502, no qual os homens perdem as vestimentas e enfrentam os dilemas da nudez masculina. A temporada divide-se, então, em dois momentos distintos, fazendo um panorama mais amplo de como a questão é vista pela sociedade.

Neste episódio: “Cansei de tentar me enfiar numa forma que não é minha”. Biel conta sua busca para encontrar o seu lugar no mundo e revela as dificuldades que enfrentou devido à pressão para ser masculino. 






Nenhum comentário