Novidades

[News]Sesc Copacabana recebe estreia da peça Outra Gente dia 07 de junho


RIO DE JANEIRO - Outra gente é uma intervenção artística de Bruno Siniscalchi e Maria Borba, apresentada durante o mês de junho nas sextas, sábados e domingos, às 18h, na sala multiuso do Sesc Copacabana. O trabalho se iniciou com a realização do laboratório de criação intitulado Desenhos de escrita - iniciativa de Maria e Bruno com a intenção primeira de ler coletivamente o livro

A queda do céu, de Davi Kopenawa e Bruce Albert, e, assim, constituir um espaço de pesquisa e criação no Sesc Copacabana. Esse livro é um relato do xamã yanomami Davi Kopenawa, que conta a trajetória ontológica e política de seu grupo a partir da sua história de vida, em uma série de conversas (acontecidas ao longo de 30 anos) traduzidas e organizadas pelo antropólogo francês Bruce Albert, tendo como acontecimentos cruciais o encontro com o homem branco e suas consequências.

Nesse percurso, nos deparamos não só com o que Davi conta sobre si e seu próprio povo, mas também, e principalmente, com a sua perspectiva sobre o homem branco. É a partir desse duplo movimento que os antropólogos Bruce Albert e Eduardo Viveiros de Castro apontam, na edição brasileira do livro, para o que se poderia chamar de uma contra antropologia que, além de oferecer um relato de um povo a partir de um de seus atores, lança uma nova perspectiva, ao nos depararmos - como definido pelo filósofo Patrice Maniglier, citado no mesmo texto - com uma das mais altas promessas da antropologia: “devolver-nos uma imagem de nós mesmos na qual não nos reconheçamos”.

O interesse em acessar essa forma de existência radicalmente outra, se tomamos como referência nós mesmos - e assim, a partir das diferenças inconciliáveis destas duas formas de vida, produzirmos alguma reflexão a respeito da maneira com que escolhemos estar no mundo - , é a motivação que nos juntou a um grupo de pessoas, de diferentes formações, trajetórias e relações com o desejo de ler o livro, para esse trabalho ao longo de dois meses no Sesc Copacabana.

Ao longo do processo, dentro do contexto do laboratório, realizamos uma conferência aberta ao público, onde os antropólogos Marina Vanzolini e Renato Sztutman (FFLCH-USP) produziram reflexões sobre este livro provocando questões que também serviram de guia para a pesquisa desenvolvida pelo grupo.

Diante da possibilidade de apresentar a investigação sobre o livro no formato de apresentações, nos pareceu mais oportuno seguirmos com o propósito de estabelecer um espaço para continuarmos pensando - agora com a possibilidade de nos somarmos ao público -, do que a tentativa de criar uma síntese ou conclusão da nossa leitura do livro.

Nesse sentido, concebemos uma intervenção artística - com a utilização de poucos recursos cênicos e uma ambientação sonora composta por Estevão Casé – que se propõe à leitura de trechos da obra por diferentes pessoas da sociedade civil (artistas, acadêmicos, ativistas, professores, políticos, estudantes, escritores, etc), incluindo nós mesmos, com o objetivo de tentarmos nos aproximar da motivação original de seu narrador principal, isto é, de que o seu relato chegue ao ouvido do máximo possível de pessoas.

 A partir desse conjunto de leituras - recortes variados feitos por distintos olhares sobre o livro - propomos a Sala Multiuso do Sesc Copacabana como uma caixa de ressonância, fazendo soar as palavras do xamã yanomami através de outras e diferentes vozes. A cada sessão outras duas pessoas, além de nós, acrescentam seus olhares sobre o livro, lendo trechos que pessoalmente lhe toquem e/ou considerem valiosos para serem ecoados.

Alguns exemplares do livro serão disponibilizados ao público durante as sessões, com a intenção de criar uma proximidade física com o livro - seja para apenas manuseá-lo, acompanhar as leituras, ou mesmo se juntar ao coro de recortes. Maria Borba e Bruno Siniscalchi.

Ficha técnica

Outra gente

trabalho em processo de

Bruno Siniscalchi e Maria Borba

a partir de leituras de

A queda do céu: palavras de um xamã yanomami , de Davi Kopenawa e Bruce

Albert

trilha sonora

Estevão Casé

colaboração na criação

Fabiana Comparato

participantes do laboratório Desenhos de escrita

Bruno Siniscalchi

Fabiana Comparato

Maria Borba

Poliana Pieratti

conferências

Marina Vanzolini

Renato Sztutman

produção

Bruno Siniscalchi

Maria Borba

Fabiana Comparato

SERVIÇO

OUTRA GENTE

LOCAL: SESC COPACABANA

Dias: 7 a 30/6 | 6ª a domingo

Classificação etária: Livre

Valores: GRÁTIS (PCG), R$ 7,50 (habilitado Sesc), R$ 15 (meia-entrada), R$ 30



Nenhum comentário