19 maio 2018

[Crítica] Han Solo


Sinopse:
As aventuras do emblemático mercenário Han Solo (Alden Ehrenreich) e seu fiel escudeiro Chewbacca (Joonas Suotamo) antes dos eventos retratados em Star Wars: Uma Nova Esperança, inclusive encontrando com Lando Calrissian (Donald Glover).

O que eu achei?
Um dos filmes mais aguardados do ano não irá decepcionar os milhares de fãs da saga Star Wars. É isso mesmo que você leu: Han Solo é maravilhoso do início ao fim!

O filme conta a origem do nosso piloto favorito e sua inseparável Millenium Falcom. Partindo do princípio que conhecemos um Han Solo já adulto e enamorado de Q'ira, ambos moram numa região dominada pelo Império e que desejarem desesperadamente fugir, preferencialmente juntos. 


Han e Q'ira armar um plano para conseguir escapar do domínio do Império, mas não sairá conforme o planejado. Após serem separados e Han procurado por soldados do Império, decidirá se istar no exército como piloto. E a partir daí seus planos sempre incluirão fugir e retornar à sua terra para buscar Q'ira.
Alguns anos se passam até  que enfim Han terá a sua chance de cumprir sua promessa. Numa cena eletrizante onde homens, robôs e novos personagens surgem para roubar um item de grande valor para que possa voltar para casa, o jovem Han se mostra bastante entusiasmado em conseguir pilotar uma nave e viver de suas falcatruas. 

O grande plano de Han e sua equipe  vai por água abaixo e terá que encontrar o contratante do roubo. Ao chegar num local super luxuoso e que em nada lembra a sua própria vida, Han terá a surpresa de encontrar Q'ira. A partir daí Han terá que lutar por Q'irá e por sua vida, pois se não trouxer o produto a ser roubado terá sua vida ceifada.

Um dos destaques do filme são: Lando e seu bom humor cativante e sua fiel escudeira o robô L3.
Os itens que fizeram de Han Solo uma grande marca estão presentes no filme: 

- Como tem seu nome escolhido
- Como ganha sua pistola inseparável 
- Como conhece o peludo Chewbacca
- Como conhece Lando Calrissian
- Como ganhou a Millenium Falcon num jogo de cartas

Han Solo tem todas as características possíveis para agradar o grande público brasileiro, assim como trocadilhos no meio do filme. Certamente não irá agradar a todos, mas a origem do GRANDE Han Solo está super presente.
Que a força esteja com você! 

Trailer:


Nenhum comentário

Postar um comentário