30 abril 2018

[Resenha] O Verão da Minha Vida

Sinopse:A vida é feita de escolhas, e ninguém sabe melhor disso do que as meninas! Terminar o dever ou ir para o shopping? Juntar a mesada para aquele celular incrível ou comprar o box da sua série mais amada? São tantas decisões... As personagens da coleção Escolha o seu felizes para sempre também têm muitas opções — aqui cada escolha delas é sua, e é você quem decide o caminho que elas devem tomar. Siga o seu coração e veja aonde ele leva, ou volte atrás e escolha tudo outra vez! É o último dia de aulas e Frankie só consegue pensar que seu verão não está prometendo: um calor de morrer e seu violão como única companhia... Isto é, até que surge uma oportunidade de ir para Londres nas férias! Isso pareceria ótimo se não significasse reencontrar Jake, o menino que partiu seu coração. Além disso, Frankie ainda precisa decidir se férias na praia com o pai são uma saída perfeita ou uma torta de climão, já que seu pai está com uma namorada nova, que também tem uma filha! Será que ela vai perceber que esqueceu Jake de vez? Ou vai acabar enterrando a nova "irmã" na areia? Cabe a você decidir o que Frankie vai fazer em O verão da minha vida!
O que eu achei ?
Assim que soube que esse livro pertencia á uma série (Escolha seu felizes para sempre)fui pesquisar se esse era o primeiro, se teria que ler algum antes desse para entender a história mas não é necessário porque cada volume é escrito por um autor diferente e os personagens não tem nada a ver entre si. 
O verão da minha vida conta a história de Frankie Jones,uma garota cuja idade não é especificada mas creio que tenha uns 12 anos, cujos pais são divorciados. Ela mora na Austrália com sua mãe, tem uma vida normal:tem uma melhor amiga, Gen, um crush em um garoto, Tom Matthews e quando suas férias chegam, vai passar alguns dias na casa do pai-e acaba conhecendo a nova namorada dele sem querer enquanto procurava um maiô. Durante um jantar,o pai faz um convite para ir á praia com ele e Jan. Ela diz que vai pensar e quando volta para casa, sua mãe lhe conta uma surpresa:o funcionário da empresa dela que ia no escritório em Londres receber o prêmio de design não poderia mais viajar porque a esposa ficara doente e ela fora chamada para ir no lugar dele.Detalhe:ela pode levar uma acompanhante e convida a filha para ir com ela. 
A vida é feita de escolhas e a ideia desse livro é que o leitor ajude a personagem principal a tomar suas escolhas. A primeira decisão que você tem que tomar é no final do segundo capítulo, quando tem que escolher entre ir para Londres com a mãe ou ir para a praia com o pai e a namorada dele.Como nunca recusaria uma viagem à Europa (ainda mais com tudo pago!)o primeiro rumo que tomei foi ela ir para o UK. Elas ficam hospedadas na casa de Tina, melhor amiga da mãe de Frankie. A questão é que durante uma visita de Tina e seu filho à casa deles na Austrália, Frankie havia tido um breve affair com o filho dela, Jack,se beijaram numa noite e não se viram mais. Ela teve que reencontrar um possível crush até que descobre que ele está comprometido e namorando outra menina...
Embora esse livro seja direcionado ao público infanto-juvenil e seja bem leve e gostoso de se ler, tem uma linguagem bem jovem e informal mas tem uma utilidade para leitores de todas as idades: faz refletir sobre a importância das decisões que tomamos em nossas vidas. Há um ditado que diz que o farfalhar das asas de uma borboleta na China pode causar um furacão nos Estados Unidos.Devemos sempre medir as consequências que nossos atos podem provocar-se eu agir de tal maneira para agradar fulano, posso magoar beltrano.Há uma parte do livro em Frankie presencia uma traição-não vou falar de quem para não estragar a surpresa- e tem que decidir entre contar ou não a pessoa que está sendo traída.
É um livro daqueles que você pode acabar de uma ou duas tacadas mas contém lições valiosas-e qualquer seja o final escolhido (lógico que tive que conferir todos)é garantia de diversão e aprendizado.



Nenhum comentário

Postar um comentário