25 outubro 2017

[Resenha] O Último Adeus

O Último AdeusRiver Kipling, mais conhecido como Capitão, está em Rosemary Beach para montar um restaurante de luxo para seu patrão. Dono de um passado sórdido e de um presente misterioso, ele não vê a hora de concluir o trabalho e ir embora da cidade para realizar seu sonho: abrir um negócio próprio à beira-mar num lugar onde ninguém tenha ouvido falar dele.Mas, quando Capitão conhece Rose Henderson, sua ânsia de partir de repente fica em segundo plano. Há algo na risada dela que é familiar demais, e o modo como ela olha para ele o faz lembrar de alguém importante que perdeu há muito tempo. No entanto, a única coisa que Rose revela é que é uma mãe solteira que trabalha duro para sustentar a filha.Enquanto tenta desvendar os segredos da linda ruiva de óculos engraçadinhos e curvas estonteantes e entender por que ela mexe tanto com seus sentimentos, Capitão precisa fugir da marcação cerrada de Elle, a ex-namorada que não mede esforços para afastá-lo de Rose. Ao mesmo tempo, tem que encarar os fantasmas de seu passado para se tornar um homem melhor e construir um futuro do qual possa se orgulhar.Nesta sequência da série Rosemary Beach, Abbi Glines mais uma vez escreve uma narrativa ardente e emocionante. Com personagens verossímeis e heróis imperfeitos, O último adeus fala sobre o inesgotável poder de transformação do amor.
O que eu Achei:
Que eu sempre devoro os livros de Abbi Glines não é novidade para ninguém, e com “O ultimo Adeus” não foi diferente, com narrativa fluida e história completamente diferente das que já vimos na série e que já vi por aí em outros livros. A história se passa no presente com alguns flashbacks, que ajudam a compor uma das mais belas histórias de Rosemary beach, protagonizado pelo nosso Capitão e sua Rose.
Conhecemos Capitão, ou River de outros livros, como o irmão de Blaire e protetor de Reese, onde já descobrimos um pouco de sua vida secreta, mas neste livro descobrimos que além de participação na alta máfia, o passado dele reserva uma boa dose de sofrimento causado pelo seu primeiro e único amor, Addison. Levar uma vida tranquila e pacata em Rosemary não está nos seus planos, até que um trabalho o obriga a administrar um restaurante por aquelas bandas.
Rose chega a Rosemary para realizar o maior sonho de sua filha: conhecer o pai. E primeiro ela decide fazer um reconhecimento do terreno e arrumar um emprego por lá, para mostrar que a filha não precisa de nada além de um pai. Quando começa a trabalhar no restaurante que acabou de ser inaugurado e tem River como chefe, ele a afasta de todos os jeitos , afinal tudo nela o faz lembrar de Addy e sentimentos adormecidos ressurgem, mas depois de tantos anos, como isso era possível?!
Com um passado devastador eles terão que superar, cada um seus traumas, para construírem um futuro juntos, o que é claro não será nada fácil e promete um elevado índice de drama, principalmente quando o passado de River resolver atormenta-lo, pois sair de um trabalho não quer dizer que o tenha finalizado e tudo isso pode virar uma grande bola de neve e ameaçar as esperanças de um futuro pleno para esses dois.

O penúltimo livro da série deixou meu coração pequeninho em muitos  momentos, e até os últimos instantes eu achei que esta seria uma história sem final feliz, tudo se resolve literalmente nas ultimas páginas, Abbi testa todo o meu auto controle com este livro, deixa um gostinho de quero mais e aquele aperto por estarmos tão perto do fim da série, sim, mesmo com 14 histórias eu não estou pronta para o fim!

Um comentário

  1. Sempre tive muita vontade conhecer o trabalho da Abbi, mas infelizmente, ainda não tive a oportunidade. Porém, essa resenha, só me deixou mais com água na boca, rs.

    ResponderExcluir