15 abril 2018

[Primeiras Impressões] Perdidos no Espaço.

Lançamento da Netflix desse final de semana Perdidos no Espaço é um releitura da série clássica e assume a função de além de trazer os antigos espectadores a compor a audiência da série, como também arrecadar novos fãs do gênero Sci-Fi.

Como eles foram parar no Espaço? É a primeira pergunta que passa pela nossa cabeça ao ler a sinopse, e a resposta se apresenta com flashbacks de como a terra entrou em colapso, como a relação da família se deteriou e também qual foi a solução encontradas por eles para buscarem um "lugar seguro" e embarcarem nessa aventura.

A série começa com a família Robinson voltando de uma missão de exploração e à poucos minutos de pousarem, tudo aparentemente igual, mas uma certa tensão rodeia os filhos da família Robinson, então a nave da família é atingida por uma chuva de objetos espaciais, saí da rota e acabam sofrendo um pouso acidental em um planeta desconhecido.

Da queda da espaçonave até a conclusão do primeiro episódio é repetido à frase "nós fomos treinados para isso" quase 10 vezes, só que o quê eu assisti em cena foi um despreparo gigante de toda a família Robinson, principalmente de Will (o filho mais novo). A desobediência das crianças, as decisões imprudentes, o desprepara para situações de emergência e o tom de rebeldia adolescente de Judy acabam transformando uma situação que já é problemática, em um verdadeiro caos, e a figura dos pais (na verdade do PAI )não tem nenhum controle sobre os filhos e se apresentam como "bananas" sendo toda hora levados por essa situação chata.
Os episódios apresentam pouco mais de uma hora cada e a sua construção envolve o drama familiar dos flashbacks, a situação de desespero causada pelo acidente e muita ação trazendo a sensação constante que eles não estão seguros nesse planeta desconhecido, desde os perigos naturais até as surpresas escondidas em cada canto,  o que pode habitar tal lugar inóspito e principalmente o que aconteceu pouco antes do acidente.




Por Jaqueline Ribeiro

Nenhum comentário

Postar um comentário