05 março 2018

[News] Lançamentos de março da Leya

   Chega mais para conferir os lançamentos de março da editora Leya:



Jogador número 1, de Ernest Cline:

Jogador Nº 1, de Ernest Cline, o livro de ficção científica mais amado e cultuado dos últimos tempos, chega agora aos cinemas numa superprodução dirigida por Steven Spielberg e estrelada por Tye Sheridan e Simon Pegg! Não perca a chance de conhecer todos os detalhes dessa história fantástica.
O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto. Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS; o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de Easter Eggs, e premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los. E Wade acabou de encontrar o primeiro deles.
 Lembrando que essa nova capa (a editora já havia lançado uma edição anterior, com o número 1 na capa) é do pôster do filme que estreia dia 22!
        Jesus, o homem mais amado da história, por Rodrigo Alvarez

Escrito pelo autor laico brasileiro que mais vende livros de temática religiosa no Brasil, Jesus – O homem mais amado da História: a biografia daquele que ensinou a humanidade a amar e dividiu a História em antes e depois é o livro mais atual sobre a vida do homem cuja história mantém seu vigor e interesse há mais de dois mil anos. O escritor e jornalista Rodrigo Alvarez tomou como base as fontes arqueológicas e bibliográficas mais recentes, além das mais antigas (entre eles diversos manuscritos originais), e viajou pelos mesmos lugares percorridos por Jesus em seu tempo para reconstituir os passos do pregador que, ao mesmo tempo Deus e homem, ensinou a amar, mudou o curso da humanidade e dividiu a História em antes e depois. Com uma narrativa elegante, acessível e guiada pelos fatos, além de ricamente ilustrado, Jesus – O homem mais amado da História é um livro sobre um Jesus de antes do cristianismo e de todas as suas divisões futuras – e que mostra a todos os leitores, cristãos ou não, a relevância e a permanência de sua trajetória e de seus ensinamentos.
                   Wild Cards vol 9:Guerra aos curingas por George R.R.Martin e Lisa Tuttle

Política, preconceito, poder, traições e grandes golpes – como seria o mundo se existissem pessoas com superpoderes? Criada pelo mestre da ficção moderna George R.R. Martin, autor da grandiosa “As Crônicas de Gelo e Fogo”, em que foi baseada a série de TV Game of Thrones, “Wild Cards” é uma fantasia urbana que leva o leitor a um mundo sombrio onde um vírus alienígena fez com que parte da população ganhasse habilidades físicas e mentais, formando um grupo batizado de ases. Outros, no entanto, foram amaldiçoados com estranhas deformidades – os curingas. O nono livro da saga, Guerra aos curingas, apresenta o segundo episódio da trilogia “Rox”, no qual um novo conflito começa a criar forma – embalada pelo violento Blaise Andrieux, acompanhado de sua gangue de saltadores, e Bomba, que governa Ellis Island, em Nova York, rebatizada de Rox, e luta pelos direitos dos curingas.
               Santuário dos ventos, por George R.R. Martin e Lisa Tuttle:
George R.R. Martin, autor de “As Crônicas de Gelo e Fogo” e “Wild Cards”, e Lisa Tuttle reuniram seus talentos para presentear o leitor com Santuário dos Ventos, uma obra ambiciosa e emocionante, que, combinando ficção científica e fantasia, chega às livrarias pela LeYa. O romance, ambientado num planeta distante, conta a história de Maris e seu sonho de se tornar um dos voadores, grupo de habitantes mais prestigiado do Santuário dos Ventos. Para isso, recorrerá a tudo que estiver a seu alcance para conquistar as preciosas asas – abalando a sociedade em que vive e gerando uma série de novas questões morais entre os voadores e os “confinados à terra”. Afinal: quem merece ganhar os céus? E até que ponto a benção se torna também uma maldição?
       
   Comentem qual título chamou mais a atenção de vocês. Eu, particularmente, fiquei mais interessada no Jogador número 1.




Nenhum comentário

Postar um comentário