15 novembro 2017

[Crítica] Liga da Justiça

                           Sinopse:
Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller), poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.


 Antes de mais nada, devo fazer uma confissão: embora ame a Marvel de todo o coração, devo confessar que tendo a gostar mais do quadrinhos da DC. Tendo esclarecido isso, é importante mencionar que os filmes da DC dos últimos anos deixaram a desejar (alô, Lanterna Verde com Ryan Reynolds)  mas desde Mulher-Maravilha, que estreou em junho, ela se ergueu das cinzas como uma fênix. Liga da Justiça é tão bom quanto o filme da amazona.
A história começa depois do sacrifício do Super-Homem mostrado no filme Batman X Super-Homem. Bruce Wayne continua sua luta contra o crime. Ele se junta à Mulher-Maravilha e os dois decidem organizar um time quando um vilão chamado Lobo da Estepe rouba uma das três Caixas Maternas das Amazonas. Confus Vou explicar: há milênios, no planeta Nova Gênese, lar dos Novos Deuses, foram criadas pelas entidades mais poderosas do universo. As caixas são computadores vivos, fontes de uma energia imensurável. Suas capacidades não são totalmente entendidas pelos seres humanos mas sabe-se que elas são capazes de transportarem qualquer objeto através do cosmo usando os Tubos de Explosão, um tipo de portal, aumentam a resistência e a capacidade de cura mas o principal é que geram e manipulam energia proveniente direto da Fonte (a consciência viva do universo da DC). Quando seres maléficos como Darkseid quiseram roubar esses objetos para dominar tudo, os deuses decidiram que seria melhor mantê-las escondidas e deu uma para os Atlantes, uma para as Amazonas e uma para a raça dos homens.
  Lobo da Estepe estava preso em seu planeta quando conseguiu escapar de sua prisão e veio para a Terra. Ele invade Themyscira e luta contra Hipólita e as Amazonas mas consegue fugir com uma das Caixas. Enquanto isso, Bruce vai em busca de Barry Allen pois ouvira que ele tinha habilidades que poderiam vir a ser úteis. Ele descobre que Barry tem o poder da super-velocidade e o convida para se juntar à Liga e o convite é aceito. Victor Stone, o filho de Silas Stone, um cientista que trabalhava no laboratório S.T.A.R era um garoto comum até que um dia uma explosão no laboratório de seu pai o deixou gravemente ferido. Com receio de perder seu único filho,Silas realiza uma série de experimentos e insere partes robóticas e transforma seu filho em uma máquina de combate. Ele é convocado para o time e Aquaman, o príncipe de Atlântida, vem ao encontro da Liga quando a caixa que seu povo cuidava é roubada.A Liga estava formada. Só um detalhe: o Super-Homem era uma perda de grande valor para o time. Quando o Lobo da Estepe rouba a terceira caixa dos humanos que estava sendo guardada em uma cidadezinha russa, Bruce tem a ideia de usar a energia das três caixas combinadas com a descarga elétrica do Flash para tentar reanimá-lo. Eles vão ao túmulo de Clark Kent, o retiram de seu caixão e o levam para o local onde as três caixas estão localizadas. Barry usa sua energia para descarregar as caixas e Clark abre os olhos. Acordou mas não se lembra quem é e perdeu o controle do poderes.Os heróis tentam controlar o Homem de Aço mas é lógico que nenhum deles é páreo para Kent e é necessário que Lois Lane (Amy Adams, de Animais Noturnos) entre em cena para que ele se acalme. Agora os seis terão que juntar forças para derrotar o Lobo da Estepe, que, aliás, é um velho conhecido de quem acompanha as HQs pois tem mais de 40 anos mas desconhecido para quem só acompanha o universo cinematográfico.
 Particularmente, gostei muito do filme.O alívio cômico fica por conta do Flash. Ezra Miller é um dos pontos altos e os personagens fazem várias referências a obras famosas, por exemplo, quando Bruce Wayne apresenta o plano, ele fala: ´´Mas tipo, ele vai voltar bonzinho, não vai ser tipo ´´Cemitério Maldito, né? O cinema inteiro riu. E há uma referência à Batman X Superman que vocês reconhecerão na hora. As duas horas passam rapidamente e você vai se divertir com os heróis mais populares da DC. Certifique-se de ficar até o final dos créditos para ver as duas cenas pós-créditos. A primeira é apenas uma piada mas a segunda é importante pois revela dicas para o segundo filme e quem aparecerá.Há uma participação especial de Lex Luthor e ele fala com um personagem que já apareceu em produções anteriores,entre elas o seriado Arrow.    
                        Trailer:



8 comentários

  1. DC, amo! Tem meu baby Barry Allen, conheci o Flash pela série mesmo e gosto muito, sei que os atores são diferentes mas, Ezra faz um trabalho sensacional também, só pelo trailer já vi isso, assim como os demais, Liga da justiça veio pra arrebentar!
    Um filmão desses! Gostei muito da crítica, parabéns! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Talita,
      Eu estou meio desatualizada com o Flash pois só vi a primeira temporada (e agora já está na quarta) mas irei voltar a ver. Também simpatizo com o personagem e o Ezra é um ótimo ator. Fico feliz que tenha gostado da crítica. Beijos

      Excluir
  2. Olá! Confesso que ainda não aceito muito bem a escolha de Ben Aflleck no papel do Batman, mas gostei bastante do filme da mulher maravilha, além disso o Aquaman me convenceu a dar uma chance ao filme, vai ser liga ver a liga reunida, ainda mais com o retorno do Superman. Espero não me decepcionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elizete,
      Eu também acho ele meio sem expressão mas nesse até que a performance dele melhorou. Acho que tanto o personagem quanto o ator amadureceram. Depois me fala o que achou da Liga! Bjs

      Excluir
  3. Concordo com você, Clara, acho que os filmes da DC deixaram a desejar nos últimos anos. Como disse antes, eu sou muito exigente quando o assunto são super-heróis. Ainda não assisti o filme da Mulher-Maravilha, mas li ótimas críticas sobre. O último filme que vi de super-herói, foi Superman: O Homem de Aço, e ,mais uma vez, senti falta de mais conteúdo, porque focaram mais na destruição da cidade e seus efeitos especiais do que propriamente na história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aracelly,

      Se ainda não viu o filme da WW, assista urgentemente! É um hino da Patty Jenkins (a diretora). A Gal foi uma ótima escolha para o papel.Uma ode ao feminismo e ao empoderamento das mulheres. Com esses dois últimos filmes, a DC se ergue das cinzas como uma fênix. Depois me fala o que achou. Eu até gostei do filme do Homem de Aço mas achei Batman X Superman bem caído.Bjos

      Excluir
  4. Oi Clara.
    Não gostei muito de Batman x Superman. Achei o filme chato e a história sem graça.
    Ainda não vi WW e Liga da Justiça, mas várias pessoas falaram bem desses filmes.
    Pela sua crítica deu para ter uma noção do que acontecerá no filme e acho que vai ser bem interessante.
    Eu sempre fico para as cenas pós crédito. Até fico triste quando não tem rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Clarinha! Concordo com você, Batman x Superman foi caído demais e chatinho. Mas depois do que você falou, com certeza darei uma chance e irei falar o que achei.
    Medo da minha lista que só cresce, rs.
    Beijão!

    ResponderExcluir