15 outubro 2017

[Matéria] Especial Dia do Professor - Livros e Filmes

Datas comemorativas - Maurício de Souza - Turma da Mônica
Nessa data tão especial, não poderíamos deixar de homenagear aqueles que nos ensinaram, o pelo menos a grande maioria, a ler, escrever, formar opiniões, e para muitos são fontes de inspiração.

Mas vocês sabem como surgiu o "Dia do professor"?

No dia 15 de outubro de 1827, Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras".Esse decreto era bem abrangente, mas não foi cumprido.

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola conhecida como "Caetaninho". O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de analiza rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a ideia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase " Professor é profissão. Educador é missão". Com a participação dos professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a ideia estava lançada.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

Mas como aqui falamos sobre livros e filmes, resolvi fazer um apanhado de 3 livros e 3 filmes que Inspiram a profissão:

Livros:

1 - Eu Sou Malala – Malala Yousafzai e Christina Lamb


Livro desenvolvido após o atentado contra a vida de Malala, narrando sua luta para que mulheres possam ter acesso à educação no Paquistão, proibida desde 1996 quando o Talibã assumiu o governo do país, destruindo diversas escolas femininas. Professores podem aproveitar as informações desse livro para desenvolverem o senso crítico em relação às culturas radicais do oriente, e como elas afetam a vida das pessoas, atingindo aquilo que em nosso país é considerado básico ou normal.

2 -Educar na esperança em tempos de desencanto – Pablo Gentili

Fala sobre as dificuldades da educação atual, com escolas sucateadas, profissionais mal remunerados, focos educacionais e sociais divergentes, etc. Traz itens que podem ser melhorados, evidenciando o papel da educação para o seu desenvolvimento, em conjunto com o desenvolvimento da sociedade. Para professor e coordenador, é um livro que auxilia a visualizar, de uma maneira ampla, dificuldades que confundem as ações educativas.

3 - Pais brilhantes, professores fascinantes – Augusto Cury

Traz diversas técnicas de como melhorar o desenvolvimento intelectual e social dos estudantes, unindo família, escola e sociedade num jogo de ação e reflexão. Foca em erradicar reações passivas de cada setor, incluindo atividades construtivas de cada parte. Professores e coordenadores podem se beneficiar das informações do livro, obtendo ideias de como viabilizar ações mais inclusivas na escola.

Filmes:

1 -  Escritores da Liberdade

Uma professora tenta combater um sistema deficiente e fazer com que a sala de aula faça a diferença na vida de seus alunos, criados em meio à violência e à agressividade. Por meio de diários, os adolescentes escrevem suas histórias e têm a chance de ter uma voz própria. O longa foi inspirado em eventos reais, relatados pela professora Erin Gruwell e seus alunos no livro “O Diário dos Escritores da Liberdade”.

2 - Ao Mestre com Carinho

Desempregado, o engenheiro Mark Thackeray (Sidney Poitier) acaba por lecionar em uma escola no East Wend de Londres formada por alunos pobres e sem disciplina. O professor sofre um bocado na mão deles, mas, aos poucos, consegue impor respeito e ganhar a amizade dos estudantes. A canção que leva o nome original do filme, To Sir with Love, da cantora Lulu (que também participa do longa), ficou por cinco semanas no topo da parada norte-americana. Um clássico das sessões vespertinas da TV.

3 - Coach Carter - Treino para a vida

Em 1999, Ken Carter retorna para sua antiga escola em Richmond, Califórnia, para colocar o time de basquete em forma. Com muita disciplina e regras duras, ele consegue fazer a equipe vencer. Mas quando as notas dos jogadores começam a baixar, Carter fecha o ginásio e interrompe o campeonato. O treinador é criticado pelos jogadores e seus pais, mas está determinado a fazer com que os jovens sejam vencedores tanto na escola quanto na quadra.

Esperamos confiantes na geração que vá valorizar o professor, com salários dignos e o respeito que ele merece ter, afinal: "O que seria da sua profissão se não fosse a minha"?

Fonte de dados: Wikipédia e Canal do ensino.


Escrito por Juliana Brito





Nenhum comentário

Postar um comentário