06 maio 2018

[Resenha] O Safado do 105

Sinopse: A analista de sistemas Raissa Magalhães finalmente compra um imóvel e realiza o sonho de morar sozinha. Assim que ela se muda para a casa de número 104, descobre que seu novo vizinho, que ela apelida de Calvin, é um chef de cozinha alto, bonito, jovem e sarado. Com o tempo, ela descobre que dormir em seu novo quarto será uma missão impossível. Da casa 105, geminada com a sua, chegam, noite após noite, gemidos e gritos de prazer das mulheres que visitam seu vizinho. A vocação do rapaz para a safadeza não só impedirá Raissa de dormir profundamente, mas irá incitá-la e excitá-la de tal maneira que ela, também, começará a frequentar o 105. O desejo de Raissa se transformará em paixão.

O que eu achei?

O Safado do 105 foi o primeiro livro do estilo hot que li e confesso que sempre tive a curiosidade de lê-lo devido a capa (sim ela é bastante atrativa), e finalmente tive a oportunidade e preciso confessar que o livro em si é um completo mix de sentimentos.
No livro vamos conhecer Raissa, uma jovem de 28 anos que realizou a tão esperada conquista de sair da casa dos pais e morar em sua própria residência sozinha. Ela ao chegar em seu prédio é surpreendida logo de cara por seu vizinho, morador do número 105, que estava a se despedir de um trio de mulheres, logo ela pensa que era apenas uma despedida entre amigos como outra qualquer, mas ela se surpreende quando percebe que o cara está apenas de cueca e se despede com um beijo triplo em suas “amigas”. Daí você percebe que o livro vai ser quente. Certa noite, Raissa está pondo seu descanso em dia até que é surpreendida com seu vizinho mais uma vez. Ela ouve sons vindo do apartamento ao lado que a deixa extasiada, seu vizinho estava realmente aproveitando a noite com uma mulher e aparentemente todos no andar poderiam ouvir porque os gritos não saíram da cabeça de Raissa.

O livro começa assim bem intenso e já te faz querer saber o que será que as próximas páginas estão para te mostrar e isso me fez viajar na leitura. Wander tem uma escrita que não é densa e nem muito fraca, ela cria momentos com uma completa tensão e consegue transmitir tais sentimentos para o leitor com intensidade e em poucas horas eu já estava na metade do livro.

Pode ser que sendo meu primeiro contato com o gênero possa ter me surpreendido, mas particularmente acho que muitas frases do livro que tinham a intensão de te deixar em êxtase com o sedutor garanhão cortam totalmente o clima. A história em si eu achei muito peculiar por assim dizer.  Raissa acaba de conhecer seu vizinho e ele já a devora com os olhos e lança diversos verdes a deixando entender que a hora que ela quisesse ela poderia ser mais uma a frequentar sua cama, eu particularmente na posição dela teria corrido de um cara desses, mas sendo um homem sarado, vestindo apenas uma Calvin Klein e expondo todos os seus músculos ela se manteve firme (por fora, porque na narração ela estava completamente derretida por dentro) e seguiu sua vida.

Mas o destino fez com que muitas visitas acontecessem entre os dois e Wander nos conta com detalhes sórdidos sobre o que esses encontros rendiam. O livro vai além apenas cenas de sexo e um clima de safadeza, vemos no decorrer da história os sentimentos que vão sendo explorados com o decorrer da intimidade que ambos conquistam, e nos faz questionar que será que o safado do 105 poderia deixar sua vida de garanhão de uma noite e realmente tentar algo sério com apenas uma?


A história em si me frustrou em alguns aspectos, não supriu muito minhas expectativas, mas pode acontecer de no futuro dar mais uma chance ao gênero hot. Creio que os leitores que já estão acostumados com o gênero vão gostar e principalmente sentir o que Mila tenta nos transmitir no decorrer da história. Todas as reviravoltas do livro são um quê que te seduz ainda mais a leitura e você percebe uma crescente evolução dos personagens e o quão mais intensos eles regem com seus sentimentos e os fantasmas de seus passados. O livro foi tão fácil de lê-lo que consegui terminar o livro em um dia, então mais uma vez digo, se você for uma ávido leitor do gênero hot vai gostar de O Safado do 105.






Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário