20 novembro 2017

[News] Livros e Filmes para reflexão em prol do Dia da Consciência Negra



Hoje, 20 de novembro é o dia Nacional da Consciência Negra, foi criado em 2003, e é dedicado à reflexão da Inserção do Negro na Sociedade brasileira, atribuído a Zumbi dos Palmares.

Obviamente essa inserção deveria ser refletida por todos, e a sociedade vem evoluindo, reflexos disso, são os filmes e livros que nos mostram essas histórias e que vamos cita-los abaixo como uma ótima maneira de aprender e aproveitar um pouco mais seu feriado:

Quando falamos sobre Livros, precisamos citar:

Zumbi - O Despertar da Liberdade: Que descreve o prazer de ser senhor de si mesmo e de seu próprio destino. Um menino de rua descobre e refaz a aventura fascinante de Zumbi, encontrada nas páginas de um livro.





A escravidão no Brasil: Uma obra de referência no estudo da escravidão brasileira, onde o autor aborda temas como vida cotidiana, as lutas pela liberdade e a sexualidade. O sofrimento do negro e sua revolta em relação à sua condição são tratados de maneira criteriosa, com uma profunda avaliação do momento histórica e seu contexto.




O Ódio que você semeia: Um livro muito atual, publicado pela editora Record e conta a história de uma menina americana, negra, que vive entre "dois mundo", e vê seu melhor amigo, ser assassinado por um policial, e ela é a única testemunha. Uma grande crítica ao racismo velado americano.





No quesito filme o leque é bem maior que varia de clássicos até alguns mais atuais:

O sol é para todos: O sol é para todos – Jean Louise Finch (Mary Badham) recorda que em 1932, quando tinha seis anos, Macomb, no Alabama, já era um lugarejo velho. Nesta época Tom Robinson (Brock Peters), um jovem negro, foi acusado de estuprar Mayella Violet Ewell (Collin Wilcox Paxton), uma jovem branca. Seu pai, Atticus Finch (Gregory Peck), um advogado extremamente íntegro, concordou em defendê-lo e, apesar de boa parte da cidade ser contra sua posição, ele decidiu ir adiante e fazer de tudo para absolver o réu.




Histórias cruzadas: O filme é um retrato sobre uma mulher caucasiana, Eugenia “Skeeter” Phelan, e o seu relacionamento com duas empregadas negras durante a era americana dos Direitos civis nos Estados Unidos de 1960. Skeeter é uma jornalista que decide escrever um livro da perspectiva das empregadas (conhecido como The Help), mostrando como elas estão sofrendo racismo na casa de brancos.




Moonlight: Ganhador do Oscar de melhor filme, aborda temas como, Racismo e Homossexualidade, se passa em 3 momentos, este drama narra a vida de um jovem afro-americano desde a infância até a vida adulta e a luta dele para encontrar seu lugar no mundo enquanto cresce num bairro violento de Miami.





12 anos de escravidão: Também ganhador so Oscar de melhor filme, baseada em fatos reais, apresenta Solomon Northup, um escravo liberto que é sequestrado em 1841 e forçado por um proprietário de escravos a trabalhar em uma plantação na região de Louisiana, nos Estados Unidos. Ele é resgatado apenas doze anos mais tarde, por um advogado




Mandela: A extraordinária vida de Nelson Mandela, desde a sua infância, em uma pequena aldeia, até a presidência da África do Sul. Baseado na sua autobiografia, o filme monstra o ativista político em sua luta na defesa dos direitos humanos e pleo fim do apartheid, bem como o homem simples e meigo por trás de uma das maiores figuras históricas da humanidade.




Estrelas além do tempo: O filme conta a incrível história do time pioneiro formado por Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monae), brilhantes cientistas afrodescendentes que trabalharam na NASA e estiveram por trás de uma das maiores operações da história: o lançamento do astronauta John Glenn em órbita, uma realização impressionante que restaurou a confiança na nação, incentivou a corrida espacial e estimulou o mundo. O visionário trio excedeu todas as linhas de gênero e raça para inspirar gerações a sonhar grande.




Por Juliana Brito



7 comentários

  1. Olá! Dicas maravilhosas tanto de livros, quanto de filme.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju.
    Ótimas indicações de livros e filmes!
    Já vi 12 anos de escravidão e já li O sol é para todos (ótimo livro).
    Quero muito ler O ódio que você semeia. Vi várias resenhas positivas sobre esse livro. Também quero ver Moonlight.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Amei o post e toda a sua importância. Há uns dias atrás, eu consegui numa troca de livros, O Ódio Que Você Semeia. Não vejo a hora de ler. Sempre vejo críticas ótimos sobre ele. Como estou terminando uma leitura, espero lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  4. Dos filmes, tenho muita vontade de assistir Mandela e Estrelas Além do Tempo. Adoro o trabalho da Octavia Spencer.

    ResponderExcluir
  5. A abordagem de cada uma dessas obras é esplêndida!
    Ainda não tive a oportunidade de ler , ou assistir a todos, mas, tenho muito interesse por: O ódio que você semeia, A escravidão no Brasil, MoonLight e, Histórias Cruzadas! Bjs! :D

    ResponderExcluir
  6. Gente, começou agora Estrelas Além do Tempo. Agora eu assisto. Já gostei do início.

    ResponderExcluir
  7. O filme acabou agora, e nossa, que filmaço! Tô arrepiada e emocionada. É um filme encantador. Não vou falar muito pois vou acabar dando spoiler. Mas... me emocionei.É lindo e tem humor na medida certa. Fiquei pasma com o lance de banheiros para mulheres negras e brancas.
    "Aqui na Nasa, a urina tem a mesma cor."

    Katherine Johnson, grande mulher!

    ResponderExcluir