20 agosto 2017

[Crítica] "Cara gente Branca" chega para mostrar que o racismo existe!

Sinopse: Uma guerra cultural em um campus universitário entre negros e brancos, em universidade predominantemente branca, vem à tona quando uma revista de humor organiza uma polêmica festa de Halloween.

O que eu achei? 


Em Abril deste ano chegou ao serviço de streaming do Brasil a produção da NETFLIX “Dear White People”, eu só consegui ver agora, mas tá valendo!
A Netfix famosa, por seus temas polêmicos resolveu apostar e dar a cara pra bater com essa crítica pesadíssima acerca do Racismo.
A série é uma adaptação ao filme homônimo de 2014, que gira em torno de um grupo de jovens de uma famosa universidade, que se sentem diariamente injustiçados e excluídos pela comunidade branca da mesma, sendo os brancos a maioria.
A premissa da trama tem seu estopim pós uma festa intitulada “Blackface” onde os alunos brancos iam caracterizados de pessoas negras, de forma sarcástica ou estereotipada.
Cada episódio mostra um personagem em específico, porém sempre girando em torno deste acontecimento, abordando situações distintas, desde exclusão em projetos até relacionamento amorosos entre brancos e negros.
O ativismo em prol a luta por seu espaço é presente em todos os episódios, de forma a mostrar a força que tem em sociedade, porém sempre é mal visto por parte do grupo apresentando a forma de racismo inverso; Com isso o próprio grupo mantém atitudes preconceituosas, mas recusando aceitar isso... afinal, ninguém quer ser errado!
A série mostra também como alguns termos pejorativos, tipo “Nigga”, afeta na realidade,  ajudando ainda mais o incentivo ao Preconceito racial.
Cara gente branca acerta em cheio o estomago de pessoas que ainda se dizem, não preconceituosas e mostra que o preconceito é mais do que camuflado em qualquer sociedade, nos levando a a repensar nossas ações e nossos pensamentos... nos leva a aprender sobre culturas e respeito, DEFINITIVAMENTE uma série que todos precisam assistir.

Você já viu? Então conta aqui o que achou....







Trailer:



Escrito por Juliana Brito






Nenhum comentário

Postar um comentário