22 janeiro 2018

[Crítica] Maze Runner: A Cura Mortal

Sinopse: No terceiro filme da saga, Thomas (Dylan O' Brien) embarca em uma missão para encontrar a cura para uma doença mortal e descobre que os planos da C.R.U.E.L podem trazer consequências catastróficas para a humanidade. Agora, ele tem que decidir se vai se entregar para a C.R.U.E.L e confiar na promessa da organização de que esse será seu último experimento.

O que eu achei?
Em Maze Runner: A Cura Mortal caminhamos para o desfecho da distopia. A trilogia que se inicia de uma forma intensa e bem intrigante, não nos deixa a desejar em sua conclusão. Cura Mortal começa com Thomas (Dylan O’Brien) e seus amigos em uma missão para resgatar Minho. Como desde o primeiro filme, a história te introduz a cenas e você a princípio não entende muito bem o que está acontecendo, mas com o seu desenrolar você consegue se achar bem rápido no contexto.

A história segue com Thomas indo em busca de uma cura para o vírus que está cada vez mais se tornando seu pesadelo. Vemos sua parte da história de um lado, batalhando com seus amigos e passando por momentos mortais. Também acompanhamos a história em alguns momentos pelos olhos de Teresa (Kaya Scodelario), que está na sede da C.R.U.E.L e com o desenrolar da trama, vemos que por trás de seus atos existem seus propósitos.

O filme é de forma intensa do começo ao fim, com cenas de tirar o fôlego, Maze Runner: A Cura Mortal em minha opinião, pode ser considerado melhor que seu livro no qual foi inspirado. Com algumas mudanças como em toda adaptação, o essencial foi usado da mesma forma como no livro e as mudanças foram todas de uma forma positiva capaz até de superá-lo em algumas. Maze Runner: A Cura Mortal chega aos cinemas brasileiros no dia 25 de janeiro e não deixe de conferir o desfecho de tirar o fôlego dessa história.

Assista ao trailer:




Por Leonardo Alves

Um comentário

  1. Ainda não vi nem li Maze Runner! E, pela sua crítica, já estou vendo que vou gostar! Só que eu sempre tento ler o livro antes de ver a adaptação, pois gosto de imaginar os personagens do meu jeito e quando assisto o filme antes isso não acontece! Não sei o que farei, dependendo vou ver antes de ler mesmo! Hahaha

    ResponderExcluir