Novidades

[Programação] Filmes em Destaque no Canal Brasil – 30 de março a 05 de abril

O AMOR NO DIVÃ (2016) (89’)
 
 
Horário: Segunda, dia 30, às 20h
Direção: Alexandre Reinecke
Classificação: 12 anos

Sinopse:
Apesar de se amarem, Roberta (Fernanda Paes Leme) e Miguel (Paulo Vilhena) não se entendem. Seja nas conversas pós-trabalho ou sob os lençóis, o casal vive em desacordo permanente. Ela é intelectual e sofisticada, ele prefere exercitar o corpo ao cérebro. Juntos, eles procuram a renomada terapeuta de casais Malka Stein (Zezé Polessa). Apesar dessa será a sua especialidade, ela não tem condições de ajudá-los, pois seu casamento de quase 30 anos com José (Daniel Dantas) afunda-se na monotonia.
 
MEDIANERAS – BUENOS AIRES NA ERA DO AMOR VIRTUAL (2011) (95’) 


Horário: Terça, dia 31, às 22h

[Latinidades]
Direção: Gustavo Taretto
Classificação: 12 anos

Sinopse: Martin (Javier Drolas) está sozinho, passa por um momento de depressão e não se conforma com a maneira com a cidade de Buenos Aires cresceu e foi construída. Web designer, meio neurótico, pouco sai e fica grande parte do tempo no computador. É através da internet que conhece Mariana (Pilar López de Ayala), sua vizinha também solitária e desiludida com a vida moderna numa grande cidade.
 
GABEIRA (2017) (93’) 
 

Horário: Quarta, dia 01, às 20h

INÉDITO E EXCLUSIVO

Direção:
Moacyr Góes
Classificação: 12 anos

Sinopse: Fernando Gabeira é uma das personalidades mais relevantes da política brasileira nas últimas décadas. Jornalista com passagem pelas mais importantes redações de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, líder revolucionário contra o golpe militar e deputado federal por quatro mandatos, o político e ativista é tema do documentário de Moacyr Góes, que retrata sua biografia sob os diversos prismas de sua atividade política, cultural e social ao longo dos anos.

Gabeira lembra momentos de sua infância no interior de Minas Gerais, a origem de sua família e o início da carreira como repórter. Ao desembarcar no Rio de Janeiro, tem início a luta política contra o regime militar. Após a anistia, o jornalista retorna ao Brasil e choca a conservadora sociedade da época com seus ideais liberais com relação à política de drogas e sexualidade e enxerga na política uma forma de continuar o trabalho de militância iniciado na década de 1960. Além do protagonista, Leda Nagle, Carlos Vereza, Armínio Fraga, Ferreira Gullar e Nelson Motta, entre outros, confirmam a importância e a pluralidade da figura para a história recente do Brasil.

OS HOMENS SÃO DE MARTE… E É PRA LÁ QUE EU VOU


Horário: Quinta, dia 02, às 14h15
Direção: Marcus Baldini
Classificação: 14 anos

Sinopse: Fernanda (Mônica Martelli) trabalha organizando casamentos e realiza os desejos de dezenas de mulheres cujo maior sonho é uma cerimônia perfeita, mas enfrenta problemas para encontrar o homem ideal. Solteira aos 39 anos, ela tem pressa para achar um parceiro, mas todos os pretendentes recentes não colaboram muito nessa missão. Ao lado de seu melhor amigo, Anibal (Paulo Gustavo), ela lida com os jogos de sedução, as promessas descumpridas, os flertes ocasionais e as muitas decepções a cada tentativa frustrada com os mais variados tipos de homens. O filme retrata a busca da protagonista e os diversos percalços encontrados pelo caminho, com toda a comicidade de suas aventuras no mundo dos descasados.
 
POLARÓIDES URBANAS (2008) (82’)
 
  
Horário: Sexta, dia 03, às 21h05
Direção: Miguel Falabella
Classificação: 12 anos

Sinopse: Uma jovem em conflito com a mãe, uma terapeuta incapaz de resolver seus problemas, uma dona de casa de classe média que não consegue mais sonhar, uma atriz consagrada cuja carreira está em decadência e uma mulher que, sem querer, foi escolhida como mãe da filha de sua patroa. As vidas destas mulheres e seus respectivos maridos, namorados e amigos se cruzam no Rio de Janeiro.

MEU PASSADO ME CONDENA 2 (2015) (105’) 
 

Horário: Sábado, dia 04, às 20h05
Direção: 12 anos
Classificação: Julia Rezende

Sinopse: Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) estão em crise. Quando Fábio esquece o terceiro aniversário de casamento, Miá decide pedir um tempo, mas a notícia do falecimento da avó do companheiro, que morava em Portugal, adia os planos de separação. Na Europa, os dois vão reencontrar personagens da infância do atrapalhado protagonista e buscar uma reconciliação cada vez mais improvável.
 

NÃO DEVORE MEU CORAÇÃO (2017) (106’) 







Horário: Domingo, dia 05, às 21h20
Direção: Felipe Bragança
Classificação: 14 anos

Sinopse: O poeta Joca Reiners Terron lançou uma série de contos baseados nas memórias e nos costumes da fronteira sul-mato-grossense entre Brasil e Paraguai nas páginas do livro Curva de Rio Sujo. Para seu primeiro voo solo na direção de um longa-metragem – ele já havia assinado A Fuga da Mulher Gorila (2009) e A Alegria (2010) em parceria com Marina Meliande, além de outros filmes de curta duração –, Felipe Bragança adaptou dois textos do autor incluídos na publicação buscando expor as feridas e mágoas ainda abertas na relação entre os dois países após a Guerra do Paraguai. A coprodução entre o Canal Brasil, a DM Filmes e a Tucuman é estrelada por Cauã Reymond, Eduardo Macedo e Adeli Gonzales.





Nenhum comentário