Novidades

[Divulgação] Em tempos de isolamento social, especialistas apontam as melhores histórias para ajudar as crianças com a língua inglesa

Dia 2 de abril é o Dia Internacional do Livro Infantil. E já que histórias simples acompanhadas por ilustrações facilitam a aprendizagem, linguistas do aplicativo de idiomas Babbel selecionaram os melhores livros infantis para ajudar as crianças com a língua inglesa e auxiliar os pais durante esse período em que elas estão por mais tempo em casa.

Confira:
Título: The Gruffalo (tradução livre: O Gruffalo)

Autora: Julia Donaldson
Ilustrador: Axel Scheffler

Este ano, The Gruffalo comemora 20 anos como um dos monstros mais amados do mundo. O livro é bem-humorado e apresenta um vocabulário divertido para as crianças. Desde que foi publicado pela primeira vez, em 1999, a história do monstro com o ratinho marrom continua encantando crianças e adultos. A obra infantil se tornou estrela dos palcos e das telas, traduzida em 50 idiomas, além de ter sido eleita a história de ninar favorita do Reino Unido.  (A partir de R$26,70 na Amazon.com.)

Título: Goodnight Moon (trad. livre: Boa noite, lua)

Autora: Margaret Wise Brown
Ilustrador: Clement Hurd

Este clássico da literatura infantil combina poesia com ilustrações suaves – ideal para a leitura de pais e filhos antes de dormir. “As palavras são precisas e rítmicas, apesar de não rimarem. Harmonizam tão bem que até o leitor mais contido acaba se tornando um poeta”, comenta Ted Mentele, linguista americano da Babbel. (A partir de R$24,39 na Amazon.com.)

Título: Crocodile Crocodile (trad. livre: Crocodilo, Crocodilo)

Autor: Peter Nickl
Ilustradora: Binette Schroeder 

Deitado à beira do rio Nilo, o crocodilo Omar observa algumas senhoras elegantes passeando e conversando. Ele, então, ouve sobre  uma loja de crocodilos que vende coisas maravilhosas. Ele, então, desce o rio, atravessa o mar, anda por terra e chega em Paris, onde todos saem do caminho dele correndo e gritando. Quando encontra o comércio - que decepção. As coisas vendidas na loja de crocodilos não são para crocodilos, mas feitas de pele de crocodilo. A vingança do Omar encerra a história de maneira engraçada e inteligente. (A partir de R$39,94 na Amazon.com.)


Título: This is not my hat e I want my hat back (tradução livre: Este não é meu chapéu/ Quero meu chapéu de volta)

Autor e ilustrador: Jon Klassen

Dois contos hilários sobre chapéus perdidos e lindamente ilustrados. This is not my hat e I want my hat back se mantiveram por 43 semanas e 48 semanas, respectivamente, na lista de bestsellers do New York Times. O primeiro título foi designado como o livro infantil mais notável – também pelo New York Times. (This is not my hat - R$79,38/ I want my hat back - R$106,64)


Título: Where the wild things are (tradução livre: Onde as coisas selvagens estão)

Autor e ilustrador: Maurice Sendak

Um dos livros infantis preferidos do Obama, o ex-presidente dos Estados Unidos. Em 2016, ele até performou uma leitura do livro com a  então primeira-dama, Michelle Obama, na Casa Branca. O livro é inspirado na infância do autor, sua juventude no Brooklyn (Nova Iorque) e seu relacionamento com seus pais. Quando Maurice era criança, sua mãe costumava chamá-lo de "vilde chaya", que significa "animal selvagem" em iídiche (uma versão do idioma alemão falada por uma parte dos judeus). (A partir de R$40,42 na Amazon.com.)

Título: Guess How Much I Love You (tradução livre: Adivinhe o quanto eu amo você)

Autor: Sam McBratney
Ilustradora: Anita Jeram

McBratney trabalha há 40 anos escrevendo livros, contos e roteiros de rádio. Esse livro, em especial, já vendeu 30 milhões de cópias e foi traduzido para 53 idiomas. “O melhor de ser o autor de um livro tão popular é que, em algum lugar do mundo, eu sei que uma mãe ou um pai está lendo minha história para a pessoa mais preciosa da vida deles”, confessou o autor para o jornal inglês The Guardian. (A partir de R$63,00 na Amazon.com.)


Nenhum comentário