Novidades

[News] Bianca Gismonti Trio lança novo álbum em Belo Horizonte


‘Desvelando mares’, que traz a música do mundo para a brasilidade do grupo, será apresentando no Museu de Arte da Pampulha

No dia 02 de junho (domingo), às 11 da manhã, o Bianca Gismonti Trio volta ao palco do Museu de Arte da Pampulha para lançar seu terceiro disco, ‘Desvelando mares’ (Hunnia Records). No repertório, músicas de‘Desvelando mares’, como a faixa-título,‘Salteo’ e ‘Piano station’. Completando o set, três inéditas em homenagem a compositores de outros países, canções dos dois primeiros CDs do trio, e ainda do quarto, que será lançado em 2020, em homenagem a Egberto Gismonti.”

Dois convidados farão participações especiais no show: o acordeonista e pianista mineiro, Rafael Martini, e o violonista Alexandre Gismonti, irmão de Bianca, com quem compartilha da música desde os 15 anos, quando começaram a tocar juntos com o pai.”

A parceria de Bianca no Trio com Julio Falavigna (bateria) e Antonio Porto (baixo) trouxe novos horizontes para o coração brasileiro da pianista. “Pude sentir muitas das diferentes seivas que já pulsavam dentro desta árvore que me compõe”, conta a artista.

‘Desvelando mares’ navega em terras distantes e, também, primordiais, trazendo o agradecimento em forma de música. ‘Salteo’, por exemplo, é inspirada em compositores argentinos, já ‘Piano station’ vem da liberdade polirítmica e oriental do armênio Tigran Hamasyan, enquanto ‘Ostinatos’ faz referência ao minimalismo do norte-americano Steve Reich.

“Como descendente de uma família e de um país miscigenado, sempre admirei a riqueza que a mistura nos fornece. Sempre fui buscadora da união, da unidade na diversidade; sempre identificada e enraizada nas minhas terras brasileiras”, revela Bianca que, neste novo álbum, reconheceu seu coração transatlântico, desvelando mares e, como árvore, mantendo a sua eterna raiz e porto originais.

História

A pianista, compositora e cantora Bianca Gismonti herdou a musicalidade do pai – o pianista, violonista e compositor Egberto Gismonti – e a teatralidade de beleza da mãe, a atriz Rejane Medeiros.

Aos nove anos Bianca iniciou estudos de piano e teoria musical e já aos 15 começava a tocar com o pai pelos palcos do mundo.

Ao lado da pianista Claudia Castelo Branco criou o duo de pianos Gisbranco, que nos dez anos de carreira tem dezenas de viagens, turnês internacionais, três CDs lançados, dois DVDs coproduzidos pelo Canal Brasil e parceria com músicos como Chico César, Jaques Morelenbaum, Carlos Malta, Marcos Suzano e Mônica Salmaso.

O encontro com o marido Julio Falavigna, em 2009, levou Bianca a explorar a fundo seu caminho como compositora. Fruto dessa travessia, após oito anos de carreira com o Gisbranco, lançou o primeiro e elogiado disco solo: ‘Sonhos de Nascimento’ (2013), com a presença de nomes como Naná Vasconcelos, Yuri Popoff e Vittor Santos. Após turnês com participação de diversos músicos, em 2014, a formação do BG Trio se consolidou, seguindo a linha mais moderna do trio, que interage o tempo todo. Com Julio Falavigna e Antonio Porto, o BG Trio excursionou pela Europa, Ásia e América Latina. Em 2015, lançou seu segundo disco autoral, “Primeiro Céu” e, em 2018/2019, o terceiro, “Desvelando Mares”. Para 2020 prepara o lançamento do quarto disco, “Gismonti 70”, em homenagem aos 70 anos de seu pai, Egberto Gismonti.

Serviço:

Domingo no Museu apresenta Bianca Gismonti Trio – lançamento do CD “Desvelando Mares”

Dia 2 de junho, às 11h

Museu de Arte da Pampulha (MAP) – Ingressos: R$20 (inteira) / R$10 (meia-entrada) mediante apresentação de carteira de estudante e comprovante de boleto de pagamento ou declaração comprobatória de matrícula

Locais de venda: 

Loja Acústica CD’s (Rua Fernandes Tourinho, 300 – 3281-6720) e www.sympla.com.br - a partir de 20/05; e no Museu de Arte da Pampulha no dia do evento a partir das 10h.
Informações: (31) 3222-5271 / (31) 3277-7996 / veredasproducoes.com.br
 





Nenhum comentário