11 fevereiro 2018

[Quotes] A história de Animal

Na parte mais pobre da Índia, um jovem que sofre os problemas da exposição a um produto tóxico que o deformou a tal forma que passou a ser chamado de “Animal”. Desse livro carregado de veracidade, acidez e esperança, separamos algumas ótimas quotes, e uma indicação de leitura por tabela.

“É assim que a culpa corrompe, se você tem medo que alguém se zangue com você, você na mesma hora começa a ficar com raiva desse alguém.”

“Para todos com quem eu falo parece que a maior razão pra se ter uma religião é enganar a morte e viver de novo, aqui ou no céu, pouco importa.”

“Se religiões fossem verdade não haveria tantas delas, haveria só uma para todo o mundo. É claro que todos dizem que a sua é a única verdadeira, os idiotas não veem que isso faz ainda menos sentido. Suponha que as pessoas falassem da beleza do mesmo jeito, como soariam bobas! Em momentos assim, sinto pena por deus estar sendo feito em pedaços como carne atirada aos cães. Eu, meu, minha, é isso o que as religiões são, onde há lugar nelas para deus?”

“A ideia de céu foi inventada pelos ricos e poderosos para impedir que o povo se revolte.”

“Numa criatura apaixonada, o cérebro fica totalmente fodido.”

“— […] que a simples e natural justiça prevaleça.
— Que idiotice pensar que essa coisa de justiça é simples e natural. Por que você acha que os juízes lá no gabinete do Coletor usam peruquinhas ridículas e colarinhos engraçados? Se a justiça fosse simples qual a necessidade de fantasias? Por que eles cobram tanto? Se houvesse essa coisa de justiça natural, você não teria direito a ela, pudesse ou não pagar?”

“Uma promessa envolve uma coisa que não pode ser medida, que é confiança, e não posso falar pela chuva e pelo mar e pela lua, mas posso perguntar por que as pessoas mantêm suas promessas e talvez a resposta final seja amor.”

“A felicidade desejada em todos os lados é infinita e sempre crescente. Assim giramos e giramos, tentamos transformar um momento de prazer em eternidade, mas, por que não?, vamos tirar dele o máximo, porque nunca dura muito. Há sempre alguma coisa para estragá-lo.”


Nenhum comentário

Postar um comentário