14 janeiro 2018

[Resenha] O Garoto Quase Atropelado


Sinopse:Um garoto sofreu com um acontecimento terrível. Para não enlouquecer, ele começa a escrever um diário que o inspira a recomeçar, a fazer algo novo a cada dia. O que não imaginou foi que agindo assim ele se abriria para conhecer pessoas muito diferentes: a cabelo de raposa, o James Dean não-tão-bonito e a menina de cabelo roxo, e que sua vida mudaria para sempre! Prepare-se para se sentir quase atropelado de uma forma intensa, seja pelas fortes emoções do primeiro amor, pelas alegrias de uma nova amizade ou pelas descobertas que só acontecem nos momentos-limite de nossas vidas. Estar vivo e viver são coisas absolutamente diferentes!
O que eu achei?
Em "O Garoto Quase Atropelado" conhecemos a história de um garoto que na verdade não se sabe muito sobre ele. Seu nome, onde ele mora ou coisas do tipo não sabemos, só sabemos que ele sofreu uma perda que desestabilizou sua vida e a partir daí ele começa a relatar seus dias em um diário. Certo dia esse garoto estava andando pela rua com sua bicicleta e inesperadamente ele quase foi atropelado, mas a situação o marcou por conta de quem quase o atropelou, uma garota que mal sabia ele que mudaria sua vida. Seu nome? Ele a chama de "Cabelo de Raposa".

Os dias vão se passando e o garoto quase atropelado percebe que sua vida está começando a mudar, e com isso vamos conhecendo um pouco mais de sua vida. O melhor amigo do garoto quase atropelado morreu, e após esse acontecimento ele entrou em uma depressão profunda, mas seus pais o encaminhou para uma psicóloga e ela pede para que ele comece a registrar seus dias durante o mês de novembro nesse diário, e ele faz o que sua psicóloga o pediu.
Em um momento de sua história a "Cabelo de Raposa" cruza seu caminho novamente e dessa vez com mais duas figuras, a "Garota de Cabelo Roxo" e o "James Dean não tão bonito". Ele não sabe mas sua vida estava prestes a mudar para sempre.

Eles se envolvem numa amizade e fazem com que o garoto quase atropelado se sinta vivo novamente. Mesmo enfrentando altos em baixos em sua vida, ele vai sorrir e chorar mas com uma nova perspectiva de vida.


O livro é de longe o meu favorito do Vinicius Grossos. Nele vamos ver situações tristes, algumas inusitadas, mas o Grossos nos mostra algumas coisas da vida que deixamos passar despercebido e principalmente vemos o quão importante são as pessoas que estão ao nosso redor e que uma amizade é emocionante e algo que deve ser levado conosco para sempre.


Por Leonardo Alves

Um comentário

  1. Primeiramente já leria esse livro pela capa maravilhosa e por ser nacional(sou muito viciada em livros nacionais)! Já li várias e várias resenhas desse livro e sei que é maravilhoso! Preciso urgente ler, sei que vou me emocionar demais com esse protagonista e sua história. Acho que o melhor do livro é a lição que ele nos dá!

    ResponderExcluir