16 junho 2017

[Resenha] A Entrevista

Linda, inteligentíssima e extremamente sensual, Tess Canyon é uma jovem determinada a se vingar de um dos maiores grupos dos EUA, as Empresas Diamond. Seu pai, um alto executivo, foi acusado de desviar fundos da empresa para gastar com uma suposta amante e teve sua carreira destruída. E isso o levou à morte... A oportunidade de candidatar-se à vaga de Assistente Executiva do poderoso Mr. King parece ser a maneira ideal de infiltrar-se na empresa para limpar o nome de seu falecido pai. Mas o processo seletivo não é o que ela espera. Chegando à sede da empresa, ela é escoltada até um helicóptero e, com os olhos vendados, é levada para um local secreto. Lá, Tess conhece Mr. King e descobre que a vaga na verdade é para o novo CEO das Empresas Diamond. Seu desafio será passar por sete testes durante uma semana. Tess será avaliada por sete misteriosos executivos — deliciosamente bonitos —, um para a tarefa de cada dia. Agora ela precisará usar toda a sua habilidade e competência se quiser ter sucesso e resistir ao magnetismo poderoso dos homens irresistíveis enviados para ajudá-la — ou distraí-la. Em Um desafio que poderá levá-la ao topo, ou arruiná-la para sempre. 
O que eu achei? 
Como começar a escrever sobre que me fez voltar a um dos meus gêneros literários favoritos? Shana Gray escreve com muita intimidade sobre sedução e erotismo. A entrevista conta a história de Tess, uma mulher que planeja uma vingar-se da empresa que destruiu sua família, mas o que ela não contava é que teria que passar por diversos testes durante uma semana. Tudo isso para que fosse contratada para trabalhar na Diamond.

Tess arquitetou durante anos uma forma de entrar para o time de funcionário da Diamond, trocou seu nome, tingiu suas madeixas para que não houvesse traços do pai em sua fisionomia, afinal, havia puxado seu cabelo ruivo.

Assim que surge a oportunidade de concorrer a uma vaga de secretária executiva, Tess se inscreve e terá sua tão sonhada entrevista, mas nada é típico nessa entrevista, seja o local ou até mesmo o horário.

Tendo sua entrevista marcada para depois da 17h, assim que chega à empresa Tess conhece Mr. Monday — sim, é assim mesmo que ele se apresenta a Tess. Logo ela está sentindo-se atraída por ele, um homem lindo, charmoso e muito musculoso, mas sua função é apenas levá-la ao Mr. King, o líder da Diamond. Imediatamente Tess fica nervosa, pois para encontrar King terá que superar seus medos e ir de helicóptero até sua residência. Será que tudo será válido para alcançar seus objetivos?

Quando ao lado de Mr. Monday, os instintos de Tess ficam aflorados e ela começa a imaginar-se em seus braços, tudo nele a atrai: seu cheiro, seu corpo, sua atitude e até mesmo sua voz. Mas ela está nas alturas combatendo seu pânico e precisa lembrar-se do motivo que a levou até ele.

Envolvida numa aventura, Tess enfim encontra Mr. King, um idoso visivelmente doente que a informa que a vaga é na verdade para CEO da Diamond e que ela será testada durante sete dias. A partir daí a vida de Tess será movida por vingança.

Assim que a deixa em cada, Mr. Monday a informa que ela passou pela primeira etapa, que era superar seus medos e ser corajosa. Mas ainda restam seis dias, seis testes que a levarão ao topo.

O livro é muito bem escrito, descritivo e narrado em primeira pessoa por Tess. Ela enfrentará muitos desafios e, não obstante, conhecerá um homem lindo e bem sucedido por dia pelos seis desafios seguintes e, em meio às dificuldades, precisará lidar com o forte desejo que sentirá por todos eles.

Se você curte um bom romance irá gostar muito do livro. Assim como encontrará muitas cenas hot muito excitantes. Recomendadíssimo!




3 comentários

  1. Oi Maisa!
    Eu tinha visto resenhas que a galera achou muito vago o final do livro (claro que tem mais coisas que se completam nos outros livros durante essa uma semana que a personagem passa pelo processo para entrar na empresa). O que você achou?
    Em breve devo lê-lo e resenhar. Mas não tem como comparar com "A Garota do Calendário", até mesmo pela sequencia de livros de cores diferentes.

    Beijos!
    Paulinha C.
    naoleia.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Maisa,
    Posso estar enganada mas parece uma versão compilada de A Garota do Calendário kkk
    Mas fiquei interessada pelo fato de ter uma boa narrativa.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Maisa, eu gostei muito da escrita da autora e me surpreendi um pouco com o enredo do livro. Por mais que eu tenha ficado com a primeira impressão de ser uma "cópia" de A Garota do Calendário, resolvi dar uma chance a leitura e não me arrependi.
    Beijos

    ResponderExcluir