Novidades

[News] “Diz a ela que me viu chorar”, de Maíra Bühler, recebe Prêmio Especial do Júri no Festival de Havana

Neste domingo, 15, o longa Diz A Ela Que Me Viu Chorar, da antropóloga e cineasta Maíra Bühler, foi anunciado como vencedor do Prêmio Especial do Júri na 41ª edição do Festival do Novo Cinema Latino-Americano de Havana, realizado em Cuba. O filme, que estreou no último 14 de novembro nas salas de cinema nacionais e nas plataformas digitais, é um documentário de observação que se aproxima da ficção, e narra a vida dos moradores de um hotel social prestes a ser extinto no centro de São Paulo. 

“O Festival de Havana é um dos mais importantes do mundo, especialmente na América Latina, e acho  que ganhar esse prêmio é uma honra. Ele não é só meu, é de toda a equipe, dos personagens e do cinema brasileiro”, comenta Maíra Bühler. “Acho importante ressaltar isso já que todo esse reconhecimento internacional do cinema brasileiro tem a ver com uma série de políticas que fez a gente chegar onde chegou hoje. E eu sou muito feliz de participar dessa geração”, complementa a diretora. 

O longa teve sua estreia mundial no True/False Film Festival e participou dos festivais Sheffield Doc Fest 2019, 37º Festival Cinematográfico Internacional Del Uruguay, sendo eleito Melhor Filme pela Associação de Críticos de Cinema do Uruguai, e do Cinéma du
 Réel, na França, no qual ganhou o prêmio The Library Award. Neste ano, o filme participou da seleção do Festival 8º Olhar de Cinema, conquistando o prêmio Olhar de melhor filme da competição internacional. De acordo com a revista francesa Cahiers du Cinéma
 o Olhar de Cinema é dos melhores festivais de cinema atualmente do Brasil. O documentário também foi exibido na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e teve pré-estreia com exibição no fluxo da Cracolândia.

“Esse é o quarto prêmio que o filme ganha e com isso fechamos o ano muito felizes com essa trajetória. Isso nos dá a certeza de que o filme faz sentido no Brasil, que tem um assunto muito contundente para todos nós, mas também tem força fora daqui, afinal é sobre
 dramas humano e questões que são universais”, comemora Maíra. 

Diz a Ela que Me Viu Chorar é um documentário nacional, com produção assinada pela Klaxon Cultura Audiovisual, que já levou aos cinemas filmes como, Sobre Rodas, Um Casamento e Eugênia, a coprodução é assinada pela África Filmes e Canal Brasil. A distribuição
 no Brasil é da Vitrine Filmes, por meio do projeto Sessão Vitrine, que tem ingressos mais baratos nos cinemas parceiros e estreia simultânea em plataformas digitais, como: Apple TV, Google Play/YouTube Premium, Now e Vivo Play.







Nenhum comentário