Novidades

[News] "Breve Miragem de Sol", de Eryk Rocha, estreia hoje no Festival do Rio

“Breve Miragem de Sol” (Burning Night), oitavo longa de Eryk Rocha (Transeunte, Campo de Jogo, Cinema Novo) foi selecionado para a Première Brasil: Competição Longa Ficção. A primeira sessão, dia 16/12, será realizada no Estação NET Gávea, às 19h00. O longa, que conta com Fabricio Boliveira e  Bárbara Colen no elenco, teve a sua pré-estreia mundial no BFI Festival de Cinema de Londres e também foi exibido na 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. A previsão de lançamento é primeiro semestre de 2020 com distribuição da Pagu Pictures.

Rodado no Rio de Janeiro, o filme é uma coprodução entre Brasil, França e Argentina. O filme trata de temas como sobrevivência, desemprego e solidão a partir da história de Paulo (Fabricio Boliveira), um homem que busca se reinventar após ficar desempregado e começa a dirigir um taxi. Enquanto enfrenta este recomeço e luta para dar sustento a seu filho Mateus (Cadu N. Jay), conhece a enfermeira Karina (Bárbara Colen). 

Segundo o diretor Eryk Rocha, “‘Breve Miragem de Sol’ possui múltiplas camadas. Entre elas, o filme fala sobre 'violência estrutural' e a precarização do trabalho. Paulo é um trabalhador brasileiro desempregado e, a exemplo de grande parte da sociedade, está imerso e sufocado por esses problemas, onde as relações estão mediadas pelo dinheiro. Estamos vivendo a Uberização do mundo. Paulo não é um taxista, ele 'está taxista'. O trabalho que o oprime é ao mesmo tempo a solução provisória que permite a ele ter um dinheiro imediato para aliviar a tensão, pagar as dívidas com o filho, resolver o dia a dia.”, conta.

“Breve Miragem de Sol” terá mais duas sessões no Festival do Rio: na terça, 17 de dezembro, às 13h00, no Cine Odeon NET Claro (sessão seguida de debate), e na quarta, 18 dezembro, às 19h00, no Kinoplex São Luiz 1. O longa é uma produção Aruac Filmes, Tu Vas Voir e Varsovia Filmes, em coprodução com a VideoFilmes, Globo Filmes e Canal Brasil.



O longa foi premiado no Festival de Pachamana – Cinema de Fronteira com Melhor Direção e recebeu o Prêmio Indie Lisboa, outorgado no festival Panorama Internacional Coisa de Cinema, em Salvador.

SINOPSE
Breve Miragem de Sol conta a história de Paulo (40), um homem desempregado e recém divorciado que começa a dirigir um táxi pelas noites do Rio de Janeiro. Carregando uma dívida com seu filho, Mateus (10), ele encontra no novo trabalho a chance de um recomeço. Conforme Paulo aprende a coreografia da nova profissão, a solução aparentemente provisória se solidifica como momento presente, e noite após noite, conversas com os passageiros misturam-se às de sua vida. Karina, enfermeira de um hospital público, surge na vida de Paulo como um respiro de amor e luta. Assim como ela, cada passageiro possui um destino diferente, mas ao fim é sempre Paulo que está no comando do volante, tecendo uma grande narrativa sobre um país em convulsão política, econômica e social.

ELENCO

Fabricio Boliveira (Paulo)

Bárbara Colen (Karina)

Cadu N. Jay (Mateus)

FICHA TÉCNICA

DIRIGIDO POR  –  Eryk Rocha

ELENCO PRINCIPAL –  Fabricio Boliveira, Bárbara Colen, Cadu N. Jay

PRODUZIDO POR - Eryk Rocha, Edgard Tenembaum, Diego Dubcovsky,

Walter Salles

ROTEIRO –  Eryk Rocha, Fabio Andrade, Julia Ariani

PRODUÇÃO EXECUTIVA – Joelma Oliveira Gonzaga

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA  –  Miguel Vassy

MONTAGEM  –   Renato Vallone

DESENHO DE SOM  –   Edson Secco

TRILHA ORIGINAL  –   Ava Rocha, Negro Léo, Kiko Dinucci

PRODUÇÃO ASSOCIADA – Pras Cabeças, Carlos Diegues

COPRODUÇÃO –  Globo Filmes, VideoFilmes, Canal Brasil

PRODUÇÃO – Aruac Filmes, Tu Vas Voir, Varsovia Filmes

Brasil, 2019, cor, 95 min

Breve Miragem de Sol (Burning Night), de Eryk Rocha. - YouTube
BREVE MIRAGEM DE SOL (Burning Night), dirigido por Eryk Rocha, estreia mundialmente dia 03 de outubro da 63ª ed. do BFI London Film Festival. Uma produção Aruac Filmes, Varsovia e Tu Vas Voir ...

SESSÕES – 43ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 

Segunda, 16 de dezembro  – 19:00 – ESTAÇÃO NET GÁVEA 5 E 3

Terça, 17 de dezembro - 13:00 - CCLSR - Cine Odeon NET Claro

Quarta, 18 de dezembro – 19:00 – Kinoplex São Luiz 1 





DIRETOR: ERYK ROCHA


Nascido no Brasil no ano de 1978, Eryk Rocha estudou cinema na EICTV de Los Baños, Cuba, onde também dirigiu e produziu o primeiro longa-metragem, ROCHA QUE VOA (2002). Desde então, dirigiu outros 8 longas, entre documentários e ficções, todos apresentados em prestigiosos festivais internacionais tais como Cannes, Veneza, Sundance, Telluride, Havana, Guadalajara, Bafici e Rio. Em 2016, CINEMA NOVO recebeu o prêmio L’Œil d’Or Prize de Melhor Documentário no Festival de Cannes. Em 2019, estreia sua mais recente ficção, BREVE MIRAGEM DE SOL.





FILMOGRAFIA



Ficção

Breve Miragem de Sol 2019

            Transeunte      2010

Documentário          

Cinema Novo             2016

            Campo de Jogo          2014

            Jards                           2012

            Pachamama                2009

            Intervalo Clandestino 2006

            Rocha que Voa           2002   

           



PRODUÇÃO:  ARUAC FILMES



Aruac Filmes é uma produtora brasileira fundada em 2002. Desde o início de sua trajetória, tem desenvolvido projetos para cinema, TV e teatro. Com foco em qualidade de forma e conteúdo, seus trabalhos aliam uma abordagem independente com inovadores tratamentos de linguagem.

No cinema, os filmes foram selecionados e premiados nos mais diversos festivais internacionais e internacionais, tais como Cannes, Veneza, Locarno, Sundance, Havana e Rio. Em 2016, o documentário “Cinema Novo”, de Eryk Rocha, recebeu o L’oeil d’Or (Leão de Ouro) no Festival de Cannes. E em 2019,Eryk e Aruac estreiam o longa ficcional “ Breve Miragem de Sol”.  

Para a TV, produziu series e programas em parceria com Canal Brasil, Canal Curta!, GloboNews, SESC TV e CineBrasil TV.



PRODUÇÃO:  VARSOVIA FILMS



Varsovia Films é a produtora de Diego Dubcovsky, que já esteve à frente da produção de mais de 50 filmes, incluindo Alanis e Un Año Sin Amor, de Anahí Berneri, El Abrazo Partido e El Nido Vacío, de Daniel Burman, Truman de Cesc Gay, Tesis Sobre Un Homicidio de Hernan Goldfrid, Malambo, el hombre bueno de Santiago Loza, e Diarios De Motocicleta de Walter Salles. Dubcosky também já firmou parceria com os diretores Eryk Rocha, Luis Ortega, Diego Lerman, Benjamín Naishtat e Marco Bechis, e atualmente está envolvido na produção de novos trabalhos de Clarisa Navas and Santiago Loza.



COPRODUÇÃO: GLOBO FILMES

Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 300 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Minha Mãe é uma Peça 2’ – com mais de 9 milhões de espectadores -, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’, ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar – e ‘Bacurau’ que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.



COPRODUÇÃO: VIDEOFILMES



Criada pelos irmãos Walter e João Moreira Salles em 1986, a VideoFilmes é uma produtora independente com 30 anos de trajetória no mercado audiovisual, considerada referência pelo valor artístico de seus trabalhos.

A produtora já realizou mais de 100 projetos de filmes de ficção, documentários, séries, programas para Tv, coproduções nacionais e internacionais. Dentre suas produções estão os filmes de ficção: “Central do Brasil” e “Linha de Passe”, de Walter Salles; Santiago e “No Intenso Agora” de João Moreira Salles; filmes de renomados diretores como Karim Ainouz, Sérgio Machado e Eryk Rocha, além dos documentários do grande mestre Eduardo Coutinho.

A trajetória da VideoFilmes é marcada pela conquista de mais de 400 prêmios internacionais, entre eles o Urso de Ouro e Urso de Prata no Festival de Berlim, Palma de Ouro em Cannes (Melhor Atriz), Globo de Ouro, dois prêmios BAFTA, e conta ainda com 8 indicações e 1 Oscar® por suas produções e coproduções.

COPRODUÇÃO: CANAL BRASIL
O Canal Brasil é, hoje, o canal responsável pela maior parte das parcerias entre TV e cinema do país e um dos maiores do mundo, com 322 longas-metragens coproduzidos só nos últimos 10 anos. No ar há duas décadas, apresenta uma programação composta por muitos discursos, que se traduzem em filmes dos mais importantes cineastas brasileiros, e de várias fases do nosso cinema, além de programas de entrevista e séries de ficção e documentais. O que pauta o canal é a diversidade e a palavra de ordem é liberdade – desde as chamadas e vinhetas até cada atração que vai ao ar. 



Nenhum comentário