28 setembro 2017

[Crítica] Ninjago


Sinopse: Na telona, a batalha por NINJAGO City põe em ação o jovem Mestre-Construtor Lloyd, também conhecido como Ninja Verde, ao lado de seus amigos, que são todos guerreiros ninja secretos. Guiados pelo Mestre Wu, que é tão rabugento quanto sábio, eles precisam derrotar o vil senhor de guerra, Lorde Garmadon, “O Pior Cara de Todos”, que também é pai de Lloyd. Com duelos de habilidades e poderes, de pai e filho, o confronto épico vai colocar em jogo o futuro deste corajoso, mas também indisciplinado grupo de ninjas modernos, que terão que aprender a deixar de lado seus egos e se unir para encontrar e libertar seus reais poderes de Spinjitzu.

O que eu achei:

No ultimo dia 23/09, estivemos presentes na Pré estreia da nova animação da Warner em Parceria com a Lego: Ninjago. Entrei despretenciosa na sala, e sai de lá com o maxilar doendo e feliz com o que tinha acabado de assistir.

O filme se passa na cidade de Ninjago, cidade protegida por 6 ninjas  adolescentes, que representam basicamente elementos da natureza: Terra (Marrom), Raio (Azul), Fogo (Vermelho), Água (Preto?), Gelo (Branco) e o Verde (o verde mesmo); o líder deles  é o Lloyde, um menino com sua vida normal, criado pela mãe cujo pai, é ausente. Seu pai é Garmadon, o vilão da história, que quer dominar Ninjago.
Lloyde é excluido por todos, por conta das "atrocidades" que seu pai faz a cidade, exceto por seus amigos ninjas, sua mãe Koko e seu mestre Wu.




Cansado de ser desprezado e cansado da maldade de seu pai, promete para si que vai acabar com Garmadon de uma vez por todas, e resolve usar a "Super arma".
O que o Ninja Verde não poderia esperar era que a "super arma", acordaria o gigante MIAUTRA", que terminaria de destruir a cidade.
Lloyde agora, com os amigos e seu mestre decepcionados, precisa se redimir, buscando na floresta, a "super super arma" que derrotará a MIAUTRA, e trará a paz novamente para Ninjago.




Um longa com muitas piadas sarcásticas, (destaque para, o ninja Fúxia) muitas lições de amizade, e principalmente lições sobre família... 
Uma história que poderia soar batido, como a de um "mal pai" ou "pai vilão", nos surpreende mostrando que há sempre algo a ensinar, te levando de uma maneira tão leve, que você mal percebe o quão envolvido está com a história. Ninjago, consegue passar uma mensagem educativa, sem ser estereotipada, ou até mesmo cafona.
Achei realmente sensacional a abordagem do tema, e principalmente perceber que é possível fazer a diferença na vida do filho mesmo depois de tanto tempo.
Risos e lágrimas estão valendo em Ninjago, e mais ainda, descobrir o melhor em si.


















No elenco do longa estão: Jackie Chan estrela como Mestre Wu; Justin é Lorde Garmadon; Dave Franco interpreta Lloyd; e Olivia Munn é a mãe de Lloyd, Koko. E entre os ninjas estão Fred Armisen como Cole; Abbi Jacobson, como Nya; Kumal Nanjiani como Jay; Michael Peña como Kai; e Zach Woods como Zane.

Ainda tem dúvidas se vale a pena assistir? SE JOGA!


Trailer: 





Escrito por Juliana Brito







Nenhum comentário

Postar um comentário