29 setembro 2017

[Crítica Musical] Joss Stone - Water For Your Soul


Em 2015, a diva do soul conteporâneo, volta ao venário musical com seu sétimo álbum, o mundial Water For Your Soul.

Nunca acomodada, Joss Stone sempre se mostrou expansiva e sem limites na hora de criar suas músicas, utilizando de diversas referências musicais em seus álbuns, ainda que o soul e o jazz sejam seu confortável lar. Nesse novo álbum, Joss parece ter colecionado um pouco de cada sonoridade com a qual teve contato em sua Total World Tour, criando um álbum com pesada influência reggae, além de hip-hop e R&B: seu primério álbum de world-music.

A cantora também assina todas as composições em conjunto com parceiros como Damian Marley, com quem trabalhou no grupo SuperHeavy (um grupo formado por Mick Jagger, Joss Stone, Dave Stewart, A. R. Rahman e Damian Marley) em 2011. Alias, foi dele (Marley) o pedido para que Joss gravasse um álbum reggae - muito obrigado, Damian!!!!

Mas esse álbum não é, de forma alguma, essencialmente reggae. Como eu disse, está mais para um álbum world music, trafegando por elementos musicais jamaicanos, irlandeses, flamencos e indinanos, todos sobre a base inabalável do soul que somente Joss Stone sabe dar vida e alma.

Além dessa nova sonoridade, ela veio com toda uma maturidade vocal, que impacta pela suavidade e pelo visível conforto com a qual ela canta. Que sua voz é linda e seu domínio vocal é impecável, não há dúvida. Mas nesse álbum, vemos uma Joss maior ainda, mais forte, com letras mais profunda e poéticas, até críticas, mostrando o quanto ela vem crescendo - e como essa turne mundial vem ajundando sua formação musical.

É interessante buscar os vídeos gravados em sua turne, onde em cada país, Joss canta com algum artista local. O encontro de dois mundos, duas línguas em uma manifestação musical beirando transcendental.
O lado visual do álbum não foi muito trabalhado - o que já me acostumei -, tendo apenas dois vídeos lançados. O lindíssimo Stuck On You (com sua influência indiana deliciosa) e outro para The Answer (com sua percussão contagiante), além dos singles promocionais Love e Molly Town. Todos eles dando uma boa idéia da atmosfera da proposta do álbum.

Eu, como fã de Joss Stone desde seu primeiro álbum, considero Water For Your Soul seu álbum mais consistente e poderoso - junto com o polêmico Colour Me Free -, numa discografia de crescente talento e amadurecimento pessoal e artística.

Então, se você não conhece ainda o trabalho dela, corra, ouça e se apaixone por uma das melhores cantoras do gênero na atualidade.

Nenhum comentário

Postar um comentário