14 abril 2017

[Crítica] Kong


1944, durante a Segunda Guerra Mundial. Dois aviões, um americano e outro japonês, são abatidos em pleno combate aéreo. Os pilotos sobrevivem, chegando a uma ilha desconhecida no Pacífico Sul. Lá eles dão continuidade à batalha, sendo surpreendidos pela aparição de um macaco gigante: Kong. Em 1973, Bill Randa (John Goodman) tenta obter junto a um político norte-americano a verba necessária para bancar uma expedição à tal ilha perdida. Ele acredita que lá existam monstros, mas precisa de provas concretas. Após obter a quantia, ele coordena uma expedição que reúne militares, liderados pelo coronel Preston Packard (Samuel L. Jackson), o rastreador James Conrad (Tom Hiddleston) e a fotógrafa Mason Weaver (Brie Larson).

O que eu achei?
O filme conta a história de nossa famoso gorila favorito: King Kong, quando um pesquisador decide ir a uma ilha isolada no Pacífico para descobrir mais sobre um habitante gigante do lugar. 

Inicialmente somos levados ao ano de 1944 onde durante a 2ª Guerra Mundial dois aviões são abatidos. Numa cena repleta de um realidade onde Kong não é apenas um animal bem grande, mas de fato um animal gigante do tamanho de uma montanha.
Passam- se anos e somos levados a década de 70, onde Bill Randa tenta obter verbas para ir para Ilha da Caveira afim de encontrar uma fera, mas para isso terá que convencer um político. Logo após conseguir a liberação da verba e de apoio de militares para irem à Ilha da Caveira, Bill vai em busca de outras pessoas interessadas em descobrir essa ilha perdida.

Ao chegarem na Ilha são logo surpreendidos por um gorila enorme, maaaas quando digo enorme quero dizer um gorila do tamanho de montanhas que é capaz de destruir helicópteros e matar pessoas ao apenas movimentos simples. Kong imagina que os humanos querem atacar sua Ilha e reage de forma totalmente agressiva mesmo. E quando tudo parecia normalizado 2 humanos tentam salvá- los das garras do capitão que só quer matar Kong. 
A partir do momento em que "sentimentalizam" Kong, ele começa a cuidar para que os humanos não sejam abocanhados por uma fera ainda maior do que ele.

O filme é grandioso do início ao fim com destaques incríveis para as atuações Tom Hiddleston e do magnífico Samuel L Jackson.
Com um roteiro que mesmo já tendo sido amplamente divulgado  e recriado pela indústria cinematográfica, ainda assim é capaz de criar novos fãs.

Trailer:


4 comentários

  1. Oi Maisa
    É o tipo de filme que deve ser visto no cinema devido aos efeitos especiais que contém. Não sou muito fã deste estilo, me faz lembrar o filme Poderoso Joe. Mas para quem gosta do estilo com certeza vale a pena.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Maísa!
    Já assisti todos os filmes do King Kong e claro que não quero perder esse, porque os efeitos especiais, com toda tecnologia atual, deve ser lindo, sem contar que adoro alguns dos atores que protagonizam.
    Boa Páscoa!
    “A sabedoria começa na reflexão.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  3. O elenco está show!
    Espero que o filme seja bom, pois, não vejo nenhum superar o protagonizado pela Jessica Lange.
    Mas quero muito assistir!

    ResponderExcluir
  4. Maísa, já assisti pequenos trechos do filme e achei maravilhoso!
    E confesso que depois que eu soube da participação de Tom Hiddleston , Minha vontade de assistir só aumentou .:)

    ResponderExcluir