02 fevereiro 2018

[Resenha] Todo Dia

Sinopse: A acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

O que eu achei?
Todo Dia foi um livro que me surpreendeu muito. Não apenas por ter uma boa reputação, o livro honra com o que é dito sobre ele. Alguns aspectos não me surpreenderam, mas pode-se dizer que Todo Dia é uma leitura muito boa.

O livro vai nos contar a história de A, uma alma que acorda todos os dias em um corpo diferente. A princípio não se sabe muita coisas, a medida que o livro avança você vai se inteirando a história de A e sua procedência. Mas o que você já sabe é: A acorda todos os dias em um corpo independente do gênero e isso é de forma involuntária. O corpo no qual A se hospeda também é aleatório, a única restrição é que no decorrer do livro são adolescentes na faixa dos 16 anos, já que A envelhece como todos nós, a cada fase de sua vida assume corpos correspondentes.

Mais um dia normal de sua vida, A acorda e dessa vez está no corpo de um garoto, Justin. Em sua manhã, A segue toda a rotina de Justin normalmente, pois uma das regras que A se impôs foi não interferir na vida de seu hospedante. A também tem acesso as memórias de quem o hospeda e ao o chegar na escola de Justin ele reconhece Rhiannon, a namorada de Justin.

Rhiannon é uma menina encantadora que de fato causa uma tremenda mudança em A, e o mesmo acha que ela merece um dia especial (já que seria o único dia ao seu lado) e assim sacrificam  um dia na escola para apenas desfrutarem da presença um do outro. Mas A não imaginava que estava desencadeando uma paixão tremenda e isso mudaria suas vidas completamente.

Todo Dia é um livro encantador que fará que você se sensibilize com os personagens e todas as suas histórias. Por mias que seja um romance, Levithan dosa muito bem os sentimentos dos personagens e de derruba em umas cenas se você for uma pessoa muito emotiva. O livro me frustrou pela constância do ritmo e mesmo chegando no final você não sente que a história está acabando, mas o final de fato não deixa a desejar, mesmo que faça você surtar um pouco.



Por Leonardo Alves

Nenhum comentário

Postar um comentário