18 julho 2017

[Eventos] Festival de Inverno Rio 2017



A Marina da Glória tem seu charme, mas acho que a última vez que estive em algo por lá foi para o Cirque du Soleil, e lá se vão pelo menos 4 anos.


Dessa vez tive o prazer de pisar novamente no espaço que foi preparado para receber o Festival de Inverno 2017, à convite do Reino Literário BR aceitei ir no dia 16 de julho onde rolou a noite Sertaneja. Para entenderem melhor o Festival levou 3 dias,começando na sexta com a noite Hip Hop onde dentre outros Gabriel O Pensador cantou. No sábado foi a vez da noite de rock, um das atrações foi Frejat. E no domingo fecharam o festival duas duplas: Henrique e Juliano e Maiara e Maraisa.
Confesso que nunca tinha ouvido falar dos rapazes, mas elas eu ouço direto, e como não se animar lembrando do que já sofremos? E como toda mulher entendo o porquê de tanto sucesso, elas cantam o que a gente sofre.

Os portões foram abertos às 16h, os shows estavam marcados para começarem ás 18h, no entanto por cerca de duas e meia um DJ emplogou o público com músicas de outras duplas e com muita Anitta, O povo sertanejo e fã da cantora parece ser o mesmo.

O visual era de muitas saias e shorts curtos para as mulheres, somando com camisas xadrez e sandálias altíssimas, nada fáceis de andar no lugar que era de grama e terra. Para nossa sorte não choveu fazia exatos 26 graus.

Fiquei no camarim, onde havia mais espaço, com bar exclusivo e banheiros idem. As lojinhas vendiam muitos bonés com o nome das duplas e copos de recordação do show.

Depois de muito tempo, exatamente às 19:50h ao invés de Henrique e Juliano que seriam os primeiros entram Maiara e Maraisa. Uma plateia empolgada as recebe entoando o coro de "10%" sucesso da dupla que pede para o garçom trocar o DVD porque a moda a faz sofrer e o coração não aguenta.

A pista era um mar de mãos e era difícil conseguir ver um espaço vazio. Por cerca de 2h e 15 minutos as cantoras garantiram a alegria da plateia de fãs - e estava bem dividida, haviam tantas mulheres quanto homens, ao meu lado uma senhora de uns 60 anos não parava de pular, o lugar não tinham cadeiras no camarote- que amou ouvir suas músicas mais conhecidas como "Medo bobo" , "Sorte que cê beija bem", e até mesmo a que gravaram com Naiara Azevedo chamada "50 reais". O grupo de solteiras era imenso e vibrava cada vez que as cantoras falavam que "vamos acabar com esses homens safados!".

Os rapazes fingiam que não eram com eles, no final havia muita bebida, copos colorido misturados e os chapéus de cowboy dos rapazes nas cabeças das meninas que já nem lembravam mais como era ter raiva de homem.

Não fiquei para o segundo show porque atrasaria muito. Mas o primeiro valeu muito à pena.

Escrito por Raffa Fustagno

2 comentários

  1. Oi Raffa,
    Uma pena quando os shows atrasam, dá uma certa "esfriada" na empolgação. Gosto bastante das duplas. Deve ter sido bem animada a parte delas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Raffa, pena que o show atrasou, mas pelos visto elas fizeram um show completo, mais de 2h. Mesmo a ordem tendo sido invertida, acho que curtiria mais o show delas que os deles rs

    ResponderExcluir