19 julho 2017

[Eventos] Festival da Bastilha


No dia 14 de julho é comemorado na França o dia da queda da Bastilha, data que marca a independência francesa. Nesse ano, para comemorar a ocasião especial, o cinema Reserva Cultural em Niterói, sediou o Festival da Bastilha, com premieres de filmes franceses, chefs mostrando o melhor da gastronomia francófona a preços acessíveis e degustação de queijos e vinhos. Na sexta houve a pré-estréia exclusiva do filme ´´Amor, Paris e cinema´´ com a presença do diretor Arnaud Viard.

O longa narra a história de Arnaud (interpretado por ele mesmo) um cineasta de 45 anos que finalmente planeja fazer seu segundo filme. Mas faltam ideias para tal:nenhum dos temas que ele pensou agradaram seu produtor. Enquanto isso, ele também almeja ter um filho com Chloe, a mulher de vida, mas com ela as coisas não andam. Decidido a mudar de vida, se separa dela e se torna professor em Florent, onde mudará de vida ao conhecer Gabrielle.

Gostei do filme, é uma comédia meio ao estilo de Woody Allen. Após a exibição, que acabou mais tarde do que era previsto devido à um problema na legenda (o rolo do filme havia chegado de manhã no Rio juntamente com o diretor) houve uma parte de uns 5 minutos que ficou sem legenda, houve um coquetel com direito à champanhe e macarons. Falei com Arnaud rapidamente (em inglês porque não falo francês e ele não fala português):

- Olá Arnaud, tudo bem? Eu sou a Clara Monnerat, do blog Reino Literário e gostaria de te fazer umas perguntas. Gostei do filme, seu estilo me lembrou um pouco as comédias do célebre Woody Allen e me diverti. Está gostando do Rio, é sua primeira vez aqui?

- Olá, Clara, tudo bem e com você? Sim, é minha primeira vez no Rio e na América Latina. Estou entusiasmado por estar aqui, sempre fui fã de futebol e samba. Espero que as audiências brasileiras gostem do filme, dirigi ele com toda a minha dedicação.

- Qual recado você dá para quem quer seguir a carreira de cineasta?

- Dedique-se ao máximo para fazer um bom trabalho. Estude os gêneros do cinema, seus mestres e intérpretes e tente ao máximo. Você fará várias tentativas antes de acertar mas como dizem por aí: ´´Se você nunca errou, é porque nunca tentou.´´

Depois disso, pedi uma selfie e um autógrafo. Como não tinha nenhum DVD dele para autografar, ele assinou o folheto da programação com um filme que tem ele no elenco em cartaz no Reserva: Paris pode esperar, dirigido por ninguém menos que Eleanor Coppola, esposa do Francis Ford Coppola. No sábado, dia 15 houve uma feira gastronômica francesa, shows e exibição do filme ´´Saint Amour,na rota do vinho´´ de Benoit Delépine e Gustave Kervern, seguido de uma degustação de queijos e vinhos e no domingo haverá uma exibição dos filmes ´´À sombra de duas mulheres´´ de ´Philippe Garrel e ´´Monsieur e Madame Adelman´´ de Nicolas Bedos. Vive là France! Vive lé Brésil!

Eu com o Arnaud Viard

Os macarons estavam uma delícia

Meu autógrafo


Um comentário