23 junho 2017

[Resenha] Janeiro Proibido

Para Gabriela, Janeiro é sempre um mês complicado. Ao mesmo tempo que deveria ser um mês de diversão, pelas férias, mergulhos na piscina e tudo que se espera desse período, ela precisa enfrentar a presença do homem por quem está perdidamente apaixonada. Mas, o que ela não sabe ainda, é que esse sentimento é recíproco. Seria tudo muito simples, se esse não fosse um amor proibido. Após sucumbirem ao desejo impossível de controlar, Gabriela e Raphael precisarão tomar a decisão que poderá mudar o curso de suas vidas. Será que seu amor é forte o suficiente para lidar com as críticas e o preconceito da sua família? Ou será que é mais fácil desistir?
O que eu achei?
A série de Janeiro a Janeiro da nossa queria autora parceira Aline Santana consiste em 12 contos dedicados a 12 leitoras, um para cada mês do ano, que tem como fonte de inspiração uma música escolhida a dedo pela leitora, além da cidade e nome dos personagens e cidade. E só por isso eu já começo a ler amando a série, afinal quantas autores realizam o sonho e escrevem algo especialmente para os seus leitores, tipo especialmente mesmo! Muito sonho né?

O primeiro livro da série é o Janeiro Proibido, como o próprio nome já diz vamos falar de amor proibido, neste caso o amor entre primos: Gabriela e Raphael, que cresceram juntos e com tanto amor desde sempre é claro que eles levariam isso a um novo nível. Mas Raphael sempre foi o garoto certinho de família e namorar com a prima sete anos mais nova vai contra tudo isso, então o mocinho prefere lutar contra este sentimento. E como lutamos contra um amor?! Colocando um novo, ou tentativa, no lugar. E é exatamente isso que ele faz, ao levar uma namorada para as férias em família isso definirá o futuro da relação dos dois.

Com conflitos de sentimentos e querer fazer o certo o conto segue, Gabriela tem certeza dos seus sentimentos, mas não tem tanta certeza assim dos sentimentos do seu primo então com a ajuda de seu melhor amigo eles decidem armar um teste, e aproveitar para mostrar a ele como ela se sentiu com ele levando alguém para casa, é a hora da vingança, mas será que isso vai resultar em alguma coisa? Bom, aí só lendo para descobrir.

O conto é muito gostosinho de ler, super rapidinho também, nos mostra até onde quem amamos, neste caso a família deles, pode acabar interferindo na nossa felicidade, e o equilíbrio em faze-los felizes sem abrir mão da nossa própria felicidade, uma questão que pode ser muito complicada e que na maioria das vezes termina com infelicidade de algum lado.Não vou dar spoiler do conto, mas ele mostra todos estes aspectos e vale muito a pena ler.


2 comentários

  1. Oi Mayara,
    Que sensacional um conto personalizado com dicas de leitoras.
    Só com isso já ganha o coração de qualquer leitor.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito dessa ideia ja quero ler 😀
    https://niicksantana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir