09 junho 2017

[Resenha] A História do Futuro de Glory O'Brien

O fim do ensino médio é uma época de possibilidades infinitas – mas não para Glory O’Brien, uma jovem norte-americana que não tem nenhum plano para o futuro. Sua mãe cometeu suicídio quando Glory tinha apenas 4 anos, e ela nunca parou de se perguntar se seguiria o mesmo caminho… Até que numa noite transformadora ela começa a experimentar um novo e surpreendente poder que lhe permite enxergar o passado e o futuro das pessoas. De antepassados a muitas gerações futuras, a jovem é bombardeada com visões – e o que ela vê pela frente é aterrorizante: um novo líder tirânico toma o poder e levanta um exército. Os direitos das mulheres desaparecem. Uma violenta segunda guerra civil explode. Jovens garotas somem diariamente, vendidas ou confinadas em campos de concentração. Sem saber o que fazer, Glory decide registrar todas as suas visões, na esperança de que a sua História do Futuro sirva de alerta e evite o que vem por aí. Mas será que as pessoas vão acreditar nela? Será que estarão dispostas a fazer o que é necessário para impedir a concretização daquele destino medonho? 
O que eu achei?
O livro inicia-se estranhamento com o ritual de beber um morcego. Sim caro leitor, você leu direito. Assim conhecemos Glory e Allie, uma amizade pouco comum onde Glory apenas aceita o jeito de Allie.

Glory mora com seu pai, um homem apaixonado por pinturas, mas que não pinta mais desde a morte de sua mãe, que suicidou-se por inalação de gás, colocando a cabeça dentro do forno. Seu pai a cria ensinando-a a explorar um novo mundo, assim a influencia também a ser feminista e lutar por seus direitos. Realmente algo muito positivo nessa criação, um trecho que relata isso se passa durante um comercial de TV com mulher magras e seu pai aponta para uma de suas pinturas e diz que aquilo sim é uma mulher com curvas.

Sua melhor amiga namora e está descobrindo o amor, enquanto Glory a assiste de sua vida que continua se arrastando de forma entediante. A mãe de Allie é uma mulher que não permite que sua filha seja "influenciada", sendo assim a educa em casa, não permitindo celulares ou mesmo um simples microondas. 

Após uma noite de bebedeira elas decidem beber os restos mortais de um morcego que capturaram semanas atrás e, achando que estão de ressaca, tanto Glory quanto Allie passam a ter visões. Enquanto Glory descobre segredos de sua família e da mãe de Allie, Jasmine, também passa a ter vislumbres do que será a Nova América, um lugar que será criado através da Nova Ordem. O que acontece nos capítulos intitulados por “A História do Futuro de Glory O’Brien” é realmente assustador e super possível de acontecer: mulheres que hoje tem direito de exercer todos os tipos de papel na sociedade e posteriormente ter tudo retirado por governantes extremamente machistas.

Um dia durante suas descobertas sobre seus “dons” adquiridos, Glory conhece Peter e numa de suas visões descobre que se casará com ele. E quando tudo poderia ser negativo, Glory pode tornar sua vida mil vezes melhor.

Glory tem suas lutas internas e externas onde suas visões do passado e futuro se fundem com a realidade. E em busca de sonhos e tempos melhores, ela irá encantar o leitor que precisa dar um up no astral e entender que certamente a vida pode ter jeito.


Um comentário

  1. Oi Maisa
    Que história inusitada :O
    Gostei que o pai de Glory a isentiva a ser feminista
    beijos

    ResponderExcluir