07 agosto 2017

[Crítica] Baby sim... só Baby!

Sinopse: O jovem Baby (Ansel Elgort) tem uma mania curiosa: precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Excelente motorista, ele é o piloto de fuga oficial dos assaltos de Doc (Kevin Spacey), mas não vê a hora de deixar o cargo, principalmente depois que se vê apaixonado pela garçonete Debora (Lily James).

O que eu achei? 


Na última semana de Julho, Ansel Elgort chegou ao Brasil e arrebatou São Paulo em parceria com a Sony afim de promover seu novo filme: Baby Driver, no Brasil intitulado Em ritmo de fuga.

Ansel deu um show de carisma atendendo TODOS os fãs, seja no aeroporto ou no Hotel, Fez questão de divulgar em suas redes sociais onde estava, para que pudesse receber o público.



Houve uma sessão fechada para fãs onde Ansel também apareceu de surpresa e mais uma vez atendeu todos, Na época estava em San Diego, então não pode estar presente, mas minha amiga Yasmin do Ansel Elgort Brasil, esteve e me representou!
Porém ao retornar da viagem no início de agosto pude conferir o filme e como era de se esperar, e pela tamanha divulgação, não me decepcionei nem um pouco.

Baby, é um jovem movido a música, literalmente.... ele sofreu um acidente quando criança onde adquiriu um zumbido e ele fica 24h com os fones de ouvido para “ camuflar “ o mesmo.
Vive com seu avô, mudo e cadeirante. Amante da velocidade desde criança, se meteu em uma encrenca e teve de prestar serviços como piloto de fuga para DOC (Kevin Spacey), cumprindo perfeitamente esse papel e no ritmo de suas músicas ele aguarda, observa, acelera e despista pelas ruas de atlanta,  sonhando com seu ultimo dia se serviço conhece uma linda garçonete Debora (Lily James), com quem sonha viver na estrada... Porém não seria fácil deixar esse negócio, então DOC propõe a Baby aquele que seria o seu MAIOR trabalho.



O Filme conta com um elenco de peso, entre eles: kevin Spacey, Jamie Foxx, Jon Bernthal.

Com uma trilha sonora, diria eu, IMPECÁVEL e um ritmo na medida certa, BABY DRIVER, cativa e envolve o espectador, tirando o fôlego e colocando nosso nível de adrenalina nas alturas,  mostrando que o crime nunca é o melhor caminho, mostrando Ansel em um dos seus melhores papeis até hoje!



Conta pra gente o que achou também....


Trailer:






Escrito por Juliana Brito






2 comentários

  1. Que depoimento mais lindooo!
    O filme tá maravilhoso, trilha sonora maravilhosa, elenco maravilhoso. Eu já falei maravilhoso? Porque esse filme é bom demais e foi um dos melhores que assisti esse ano.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 🅰️🅰️🅰️🅰️🅰️🅰️🅰️ obrigada demais! ❤️

      Excluir