06 agosto 2017

[Entrevista] Mione Le Fay


1. Quais são seus livros?
Publicado por editora no momento só tenho dois "A Corte Fae" que antes se chamava "O Equinócio" e uma antologia de blogueiros "Bastidores: Um dia na vida de um blog literário", publicados em plataformas como o Wattpad e escritos mas ainda não publicados eu tenho "Sob as Estrelas", "A Profecia dos Anjos", "Labirinto dos Sonhos", "Handfasting" e "A Nova Era"

2. Com quantos anos despertou seu interesse pela leitura?

Desde sempre, minha mãe é uma grande fã da leitura mesmo antes de eu nascer e isso despertou em mim a vontade de ler, então mesmo antes de aprender a ler eu ficava pegando revistas em quadrinho e tentando "ler" as imagens.

3. Melhor gênero para ler?

Sempre curti muito drama, meu gênero favorito. Gosto também de distopias e fantasia.

4. Qual livro que você leu e não gostou, mas todos gostam?

Não tem nenhum livro que eu li todo e não gostei, geralmente quando o livro não me conquista no começo eu o abandono, então vou falar sobre um que eu abandonei que foi Maze Runner, mas antes que venham me jogar pedras, eu amei o filme, acho que a trama é muito boa o James Dashner é um gênio, mas não sei se foi problema de tradução, mas a escrita não me agradou e eu acabei não conseguindo me prender a ele.

5. Nos teus livros você leva a fama de matar personagens(fato!), a ideia de matá-los surge depois que a história já desenrolou ou desde o príncipio já sabe quem vai matar?
Momento George R. R. Martin... Então depende... Por exemplo no caso de "A Profecia dos Anjos" o livro nasceu com uma ideia que envolvia matar um personagem, esse foi o ponto inicial da ideia, apesar de isso acontecer apenas no inicio do livro 3, na "Saga Fae" no qual "A Corte Fae" é o primeiro livro, tem alguns personagens que eu já tenho planejado matar, mas aconteceu no segundo livro de um personagem simplesmente precisar morrer em uma parte do livro e eu não tinha programado isso, na verdade eu já tinha pensando no futuro dele.

Tem um outro livro que eu já tenho a ideia de escrever "Minha ultima historia" que a personagem começa o livro falando que se você o está lendo, é porque ela já morreu... Então isso varia muito de livro para livro.

6. Costuma guiar sua forma de escrever a forma que seu autor favorito escreve?

Sim e não, eu leio bastante então sempre tenho várias referências que acabam se misturando na minha forma de escrever, um exemplo disso é que uma das minhas autoras favoritas, a J.K. escreve em 3ª pessoas e eu escrevo em 1ª pessoa no livro quase todo, porém quando preciso ter um pulo de tempo faço um capitulo em 3ª pessoa. Acho que com isso desenvolvi uma forma bem particular de escrever que é a junção da forma de escrita dos meus autores favoritos.

7. Acompanha alguma saga? Se sim qual ou quais?

Atualmente Jovens de Elite e A Era de X. São esses que eu me lembro agora.

8. Qual seu processo de escrita?

Por ter uma vida muito corrida eu não consigo ter muito uma rotina e escrevo onde eu consigo, mas basicamente tudo começa com um post-it. Eu tenho uma ideia e escrevo em um post-it, coloco ao lado do meu computador e começo a pegar aquela pequena ideia e transformar em um livro, passo dias pensando nela principalmente antes de dormir para ver se surge algum sonho que possa me dar uma luz, tudo o que vou pensando eu vou anotando em um bloco de anotações que vive comigo.

Quando eu consigo pensar no começo, meio e fim da trama aí eu ponto o paradigma, anoto todos os detalhes e penso nos personagens principais, criando fichas para eles, com o paradigma, ideias e personagens prontos eu começo a escrever.

Se em uma semana eu não consigo ter ideia nenhuma para pegar a pequena ideia e transformar em um livro, eu a deixo anotada em um documento de "ideias" que tenho e então posso vir a utilizar aquilo em um outro livro já pronto.

Dependendo do livro eu tenho que pesquisar sobre o assunto, por exemplo um dos livros que escrevi tenho personagens que vão ser torturados, então pesquisei métodos de tortura para isso (o que foi bem bizarro levar a pesquisa impressa para todos os lados, imagino se alguem pegasse minhas coisas e começasse a ler, eu ia presa na hora.)

9. Se pudesse tomar café com um autor(a), quem seria?

Pedro Bandeira, foi através dele que eu despertei o amor pela leitura e toda vez que eu leio seus livros minha mente viaja, é o meu autor favorito e com certeza eu teria inúmeras perguntas para ele.

10. Deixe um recadinho pro leitor do blog.
"Não sabendo que era impossível, foi lá e fez." Essa é a frase da minha vida, meu mantra diário, tornem ela o mantra de vocês também.

Acreditem em seus sonhos, nunca desistam dele, tenha coragem para persegui-los. Muitos vão tentar te desanimar, te dizer até mesmo que é impossível de alcança-los, mas a única pessoa que pode te impedir de fazer qualquer coisa, de conquistar qualquer coisa é você. Por isso sonhe! Tenha os pés no chão, mas tenha metas que os outros consideram impossíveis, porque aí você nunca vai desistir de lutar. 


Agora um De frente com Maisa: curiosidades sobre você.

1. Comida favorita?
Pizza

2. Frio ou calor?
Frio

3. Ler ou ser lido?
Ambos

4. Se pudesse levar uma única pessoa para uma ilha deserta, quem seria? 
Rodrigo Hilbert (o cara sabe fazer tudo)

5. Um sonho de consumo?
Uma maquina que simplesmente pudesse ler meus pensamentos e escrever.

6. Ser autor é?
Fazer com que todos façam parte do seu mundo.

7. Melhor série?
Glee 

8. Melhor ator e melhor atriz?
Emmy Rossum e Gerard Butler

9. Melhor filme?
Labirinto - A Magia do Tempo

10. Karina por karina, quem é você?
"Eu sou uma contradição e foge da minha mão
Fazer com que tudo que eu digo faça algum sentido"

Um comentário

  1. Obrigada pelo convite de ser entrevistada para o seu blog <3

    ResponderExcluir